Connect with us

Saúde & Beleza

Risco de infecção urinária aumenta no frio

Publicado

em

Muito comuns entre mulheres, problemas no aparelho urinário crescem durante o inverno; especialista lembra da importância de tomar dois litros de água diariamente

Na estação mais fria do ano, tomar água ao longo do dia torna-se um hábito muito menos frequente. Essa mudança de comportamento pode afetar uma parte importante do organismo, o aparelho urinário. Durante o inverno, o risco de desenvolver infecção urinária aumenta de forma significativa, principalmente entre as mulheres. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, de 50% a 80% delas serão afetadas por esse problema em algum momento da vida.

A chegada de uma nova frente fria ao Brasil reacende o alerta de especialistas para os cuidados com o corpo e a saúde. Ingerir ao menos dois litros de água por dia é um dos primeiros passos para evitar a infecção urinária. A nefrologista e professora de Clínica Médica do curso de Medicina da  Universidade Positivo (UP), Mariane Rigo Laverdi, explica que a redução no consumo de água durante os meses mais frios do ano contribui para que as pessoas urinem com menor frequência. “Isso faz com que a urina fique por mais tempo na bexiga e essa estase aumenta a chance de uma infecção”.

Para as mulheres, o problema é ainda maior. No corpo feminino, a uretra é mais curta, o que favorece a ascensão de bactérias para a bexiga. “É muito comum que as mulheres segurem a urina por muito tempo porque não encontram um banheiro adequado para urinar, por exemplo. Isso, combinado com a baixa ingestão de água, cria um ambiente ideal para a proliferação bacteriana”, completa.

Por isso, os casos de infecção são extremamente comuns entre elas. Segundo a especialista, é considerado normal que a mulher tenha de três a seis episódios de infecção urinária por ano. No caso dos homens, ao contrário, esse tipo de evento é bem menos frequente. “Normalmente, quando o homem tem infecção urinária, a reação imediata do médico é começar a investigar as causas. Mas, com as mulheres, isso só ocorre se houver sinais persistentes da doença”. Mariane lembra que nem todas as infecções, no entanto, são causadas por bactérias. Alguns vírus, e até mesmo o estresse, podem prejudicar o trato urinário. Para descobrir a causa e determinar o melhor tratamento, é necessário realizar um exame de urina.

Como evitar as infecções urinárias?

Em geral, os sintomas da infecção urinária são muito parecidos em todos os episódios. “As manifestações mais registradas são: ardência, dor ao urinar, sensação de não conseguir esvaziar a bexiga, idas ao banheiro diversas vezes ao dia e urinar de pouquinho em pouquinho. Mulheres com quadros um pouco mais graves também podem apresentar sangue na urina”, enumera a nefrologista.

Para evitar o problema, as dicas são simples. É preciso manter-se hidratado, ingerindo muito líquido – principalmente água -, fazer a higiene íntima usando sabonetes com PH adequado e não segurar a urina. Depois que o frio passar e o verão chegar, as mulheres também precisam ficar atentas ao uso do biquíni. Não ficar com a peça molhada quando estiver na praia ou na piscina ajuda a se manter longe das infecções.

Sobre a Universidade Positivo

A Universidade Positivo é referência em ensino superior entre as IES do estado do Paraná e é uma marca de reconhecimento nacional. Com salas de aula modernas, laboratórios com tecnologia de ponta, mais de 400 mil m² de área verde no câmpus sede, a Universidade Positivo é reconhecida pela experiência educacional de mais de três décadas. A instituição conta com três unidades em Curitiba (PR), uma em Londrina (PR), uma em Ponta Grossa (PR) e mais de 70 polos de EAD no Brasil. Atualmente, oferece mais de 60 cursos de Graduação, centenas de programas de especialização e MBA, sete programas de mestrado e doutorado, além de cursos de educação continuada, programas de extensão e parcerias internacionais para intercâmbios, cursos e visitas. Além disso, tem sete clínicas de atendimento gratuito à comunidade, que totalizam mais de 3.500m². Em 2019, a Universidade Positivo foi classificada entre as 100 instituições mais bem colocadas no ranking mundial de sustentabilidade da UI GreenMetric

Saúde & Beleza

É possível petiscar sem comprometer a dieta

Publicado

em

O consumo de snacks é uma tendência crescente no mercado brasileiro e no mundo. Mas nem sempre a busca pela praticidade, com o pouco tempo disponível para o preparo das refeições, leva a alternativas saudáveis e nutritivas.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 1% da população mundial sofre de doença celíaca, ou seja, possui sensibilidade ou alergia ao glúten. Pensando nisso, a Positive Brands oferece o snack Nutco, que é composto por óleo de girassol, livre de glúten e com ingredientes tipicamente brasileiros, como a castanha de caju.

Voltado para o público adulto, o alimento mantém as características essenciais de um snack. Uma opção saborosa é o mix de nozes ideal para manter o equilíbrio entre as refeições, composto por castanhas de caju (40%), amêndoas (10%) e amendoins salgados (50%) e crocantes. O petisco também não apresenta uva passa, sendo um atrativo a mais para quem não gosta da frutinha.

“O Nutco foi desenvolvido para atender os consumidores que buscam por um aperitivo com sabor, sem abrir mão da praticidade e com ingredientes típicos do nosso país e livre de glúten. São nuts de alto padrão de qualidade, frescos e freshroast com textura artesanal e ingredientes que vão conquistar o consumidor a cada mordida”, ressalta Rodrigo Carvalho, um dos sócios responsáveis pela marca.

Fazendo parte da plataforma de marcas positivas, Nutco herda os pilares de Fairtrade, B Corp e Freshroast – que busca chegar a um modelo 100% do comércio justo de castanhas, que não visualiza apenas lucros, mas também o retorno positivo à sociedade e ao meio ambiente, através da parceria com o selo Eu Reciclo.

Sobre Positive Brands:

Somos uma plataforma de marcas com propósito, ou seja, buscamos atingir lucros e ser referência em nossos nichos de mercado, que mantêm um forte compromisso de preservação do bem estar do planeta. Estamos alinhados com as novas maneiras de produção e somos convictos de que é possível crescer e se destacar sendo responsáveis, conscientes e comprometidos para diminuir ao máximo os danos causados na produção de nossos produtos. Acreditamos que empresas podem crescer com responsabilidade e ética, prezando pela sustentabilidade, pela valorização dos seus colaboradores e do meio ambiente, gerando um ciclo virtuoso de impacto positivo no mundo. Temos em nosso DNA o compromisso de levar ao consumidor produtos naturais, sem aditivos ou conservantes, e trabalhamos para reduzir ao máximo nossas emissões de carbono e lixo.

Continue Lendo

Saúde & Beleza

Procon notifica sobre DIU em mulheres casadas

Publicado

em

Em razão de notícia divulgada em agosto denunciando que alguns planos de saúde estariam exigindo autorização do marido para a colocação do método contraceptivo DIU (dispositivo intrauterino) em mulheres casadas, o Procon-SP notificou as empresas pedindo explicações. Operadoras negam adotar a prática, que é ilegal.

As operadoras Amil, Bradesco Saúde, Central Nacional Unimed, Notre Dame, Omint, Porto Seguro Saúde, Qsaúde, Sompo Saúde, Sul América, Unimed Seguros e Vison Med (Golden Cross) responderam que não pedem autorização do marido para as mulheres casadas que desejam fazer uso desse método contraceptivo. Os únicos requisitos necessários para a cobertura do procedimento são o cumprimento da carência exigida pelo plano de saúde, a manifestação de vontade da beneficiária e a indicação médica, os quais estão de acordo com as exigências legais.

“A negativa das empresas não coloca fim à questão. A consumidora que passou por essa situação constrangedora deve registrar sua denúncia no nosso site; vamos multar e punir severamente esse tipo de atitude, avisa Fernando Capez, diretor executivo do Procon-SP. Para Capez, a prática é abusiva, ilegal, descabida e afrontosa à condição e dignidade da mulher.

A consumidora que passar por essa situação deve denunciar ao Procon-SP, que irá punir a prática; as denúncias podem ser feitas no site https://www.procon.sp.gov.br/ ou no aplicativo ProconSP

Lei 9.263/1996 – Planejamento Familiar

Apenas quando se trata de esterilização cirúrgica – laqueadura tubária e laparoscópica, no caso feminino e vasectomia, no masculino, – as operadoras pedem o consentimento expresso de ambos os cônjuges para a realização do procedimento, conforme previsão da Lei º 9.263 de 1996, que dispõe do planejamento familiar.

Continue Lendo

Saúde & Beleza

Especialista dá dicas para que o consumo de leite seja ainda mais saudável

Publicado

em

Alimento está entre os mais recomendados por profissionais de saúde para integrar uma dieta balanceada

Barato, de fácil acesso, versátil e com alto valor nutricional. Essas são apenas algumas das qualidades que, há milhares de anos, fazem do leite um dos alimentos mais consumidos pela humanidade. Rico em proteínas e sais minerais, como o cálcio e o fósforo, a bebida está entre as mais recomendadas por profissionais de saúde para integrar um cardápio diário mais saudável.

Neste 31 de agosto, quando comemoramos o Dia do Nutricionista, a nutricionista Amanda Cristina Motter, especialista em nutrição clínica e terapia nutricional, foi convidada pela Marajoara Laticínios para dar algumas dicas sobre o consumo de leite. A profissional ainda sugere duas receitas saudáveis e saborosas. Acompanhe: 

Rico em proteínas – As proteínas, elemento do qual o leite é mais rico, são determinantes para a criação e estruturação das células humanas, fazendo parte de quase todos os processos vitais do corpo. São também componentes básicos das fibras musculares, dos cabelos, ossos, dentes e pele. “O leite é uma proteína de origem animal e pode ser consumida em pequenas refeições, como café da manhã e lanche da tarde”, explica a nutricionista Amanda Cristina, ao informar que o consumo diário médio de proteína recomendado para uma pessoa adulta é de 0,8 grama por kg de peso corporal. A especialista também diz que o leite e seus derivados podem e devem entrar nesse cálculo diário.

Bom em qualquer época do ano – O consumo de leite é mais recomendável no inverno ou no verão? De acordo com a nutricionista Amanda Cristina Motter, considerando apenas os períodos de calor ou frio, não há recomendação para se restringir o consumo do leite. Porém, ela esclarece que a restrição para o consumo de leite, se houver, deve ser avaliada de forma individualizada com a orientação de um profissional nutricionista. “Duas porções (2 copos de 200 ml) de leite ou de seus derivados já são consideradas saudáveis. Esse consumo deve ocorrer, de preferência, nas refeições mais rápidas, como os lanches, ou adicionado às preparações culinárias caseiras”, orienta a nutricionista.

A lactose não é mais problema – Entre as restrições mais comuns que podem haver em relação ao leite está a intolerância à lactose. Porém, o leite está entre os alimentos que mais evoluíram com o passar do tempo. Já há algumas décadas, modernas técnicas industriais deram origem ao leite zero lactose, que facilita a digestão desse tipo de açúcar exclusivo ao leite. “As linhas de produtos zero lactose são hoje uma ótima solução para o desconforto gastrointestinal apresentado por algumas pessoas, pois o processo de produção dos leites sem lactose consegue quebrar as moléculas desse açúcar, deixando sua digestão bem mais fácil”, explica a nutricionista.

Um alimento versátil – Além de baixo custo, se comparado a outras fontes de proteína como a carne e a soja, o leite está entre os alimentos mais versáteis que existem. Mas se você é daqueles que não gosta de consumir a bebida de forma pura, a dica de Amanda é o uso do alimento ou de seus derivados no preparo de receitas. “Combinado com cereais, de preferência integrais, ou com frutas, de preferência as da estação, o leite pode compor uma alimentação de alto valor nutritivo e custo bem razoável. Além do mais, são inúmeros os preparos de receitas que podem ser feitos com o leite e seus derivados”, completa a nutricionista.

E para fechar as suas dicas, a nutricionista Amanda Cristina Motter sugere duas deliciosas receitas (uma sobremesa e outra salgada) para mostrar o quão versátil é o leite.

Sorvete caseiro de frutas 


Ingredientes: 

– 2 latas de Leite Condensado Marajoara

– 600ml de creme de leite fresco bem gelado. 

– 2 colheres de chá de essência de baunilha 


Modo de Preparo da Base:

– Bata o leite condensado no liquidificador por 3 minutos. O leite condensado vai mudar a textura e não vai mais escorrer. 

– Desligue o liquidificador, transfira para uma tigela e reserve. 

– Em uma batedeira, coloque o creme de leite fresco bem gelado e bata bem até ficar em ponto de chantilly. 

– Desligue a batedeira, transfira o creme para a tigela com o leite condensado batido, adicione a essência de baunilha, misture delicadamente e despeje num pote com tampa ou em taças. 

– Adicionado nesse momento pedaços de frutas a gosto. 

– Leve ao freezer até endurecer (aproximadamente 3 horas). 

– Retire do freezer e sirva em seguida.



Escondidinho de carne


Ingredientes:

– 500g de patinho em cubos

– 1 cebola

– 4 dentes de alho

– 500g de mandioca

– 1 caixa de creme de leite Marajoara

– 1 colher de sopa de manteiga

– Sal e Ervas naturais a gosto 


Modo de preparo:

– Cozinhe na pressão o patinho com a cebola cortada em rodelas, e 2 dentes de alho amassados. Tempere com sal e ervas naturais a gosto. 

– Deixe na pressão por aproximadamente 30min.

– Quando a carne estiver sem caldo e bem cozida, desfie na própria panela e reserve.

– Cozinhe a mandioca, tempere com sal, os 2 dentes de alho amassados e a manteiga.

– Deixe na pressão por aproximadamente 20min.

– Após cozida, bata a mandioca com um pouco da água do cozimento em multiprocessador. 

– Coloque em uma panela o purê de mandioca, acrescente o creme de leite e misture em fogo baixo até incorporar. Acerte o sal. 

– Em um refratário, coloque um pouco do purê de mandioca, depois coloque toda a carne desfiada e cubra com o restante do purê. Por cima coloque queijo muçarela fatiado e/ou queijo ralado. 

– Por fim, asse por aproximadamente 20 minutos, ou até o queijo dourar e sirva.

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares