Connect with us

São Paulo

Casos de latrocínios, roubos e furtos registram queda em outubro no Estado

Publicado

em

O Estado de São Paulo registrou queda nos latrocínios e em todas as modalidades de roubos e furtos no mês de outubro, em comparação a igual período em 2018, de acordo com dados divulgados nesta sexta-feira (29) pela Secretaria da Segurança Pública. Os números de vítimas de homicídios dolosos e de latrocínio também caíram e a quantidade de prisões realizadas pelas polícias paulistas aumentou.

No período foram registradas 18 ocorrências e vítimas de roubos seguidos de morte, contra 27 casos com 28 vítimas no ano anterior. Ou seja, uma queda de 9 ocorrências e 10 vítimas. O resultado do indicador de latrocínios é o menor da série histórica, desde 2010. Os indicadores estão disponíveis na página de Estatísticas da Secretaria.

O número de vítimas de mortes intencionais também caiu no décimo mês do ano. Foram 259 vítimas de homicídios neste ano, ante 264 em outubro do ano passado (cinco mortes a menos). No período houve um caso a mais desta modalidade criminosa.

Com os resultados, as taxas dos últimos 12 meses (de novembro de 2018 a outubro de 2019) foram as menores já registradas pela série histórica, iniciada em 2001, ficando em 6,21 casos e 6,51 vítimas para cada grupo de 100 mil habitantes.

No mês não houve ocorrências de extorsões mediante sequestro. Em contrapartida, os estupros cresceram 14,4%, com o registro de 1.306 boletins.

Roubos e furtos

Todas as modalidades de roubos e furtos tiveram queda em outubro. Os roubos em geral caíram 2,7%, passando de 22.613 para 22.003, se comparado o décimo mês de 2018 e 2019, são 610 casos a menos.

Os roubos de veículo reduziram ainda mais, com queda de 27,2%. A quantidade passou de 5.251 para 3.821, ou seja, 1.430 ocorrências a menos. Desde o início da série histórica, em 2001, é a primeira vez que o indicador fica abaixo de 5 mil.

Os roubos de carga recuaram 5% no mês, passando de 713 para 677 ocorrências – 36 a menos. No mesmo período, o indicador de roubos a banco teve redução de cinco casos, com uma ocorrência em outubro deste ano, contra seis em igual mês de 2018. A quantidade também é a menor da série histórica.

Na modalidade furtos em geral a redução foi de 3,8%, com o registro de 43.140 ocorrências no décimo mês de 2019, contra 44.841 em igual período do ano anterior. Os furtos de veículos caíram 10%, com 902 casos a menos – passou de 8.985 para 8.083. A quantidade é a segunda menor de toda a série.

Outros índices

O trabalho das polícias paulistas no Estado, no mês de outubro, resultou no aumento de 12,99% no número de prisões (de 14.774 para 16.693). O total é o segundo maior número da série histórica.

Em igual período, houve também alta de 14,95% na quantidade de armas apreendidas (de 983 para 1.130). Nos registros de flagrantes por tráficos de entorpecentes o crescimento foi de 9,07%, passando de 3.726 para 4.064.

São Paulo

Secretaria da Fazenda e Planejamento notifica mais de 964 mil devedores do IPVA 2021

Publicado

em

Terceira notificação do IPVA 2021 busca injetar cerca de R$ 936 milhões no caixa
do Governo do Estado de São Paulo e das 645 prefeituras paulistas

A Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo (Sefaz-SP) notifica, nesta terça-feira (26), mais uma leva de devedores do IPVA 2021. Desta vez, serão notificados 964.463 proprietários de veículos, totalizando cerca de R$ 936.863.029,73. É a terceira notificação feita aos inadimplentes do IPVA 2021 e engloba todos os finais de placa.

De acordo com a Dicar (Diretoria de Arrecadação, Cobrança e Recuperação de Dívida), a arrecadação com as notificações será injetada nos cofres do Governo do Estado de São Paulo e das 645 prefeituras paulistas. Deste total, descontadas as destinações constitucionais (como o Fundeb), o valor restante é repartido 50% para os municípios de registro dos veículos, que devem corresponder ao local de domicílio ou residência dos respectivos proprietários, e os outros 50% para o Estado. Os recursos do imposto são investidos pelo governo estadual em obras de infraestrutura e melhoria na prestação de serviços públicos como os de saúde e educação.

A notificação ocorre exclusivamente via Diário Oficial do Estado e traz a identificação proprietário, do veículo, o valor do imposto, da multa incidente e dos juros por mora. Não haverá notificação via Correios ao domicílio tributário do proprietário.

O pagamento pode ser realizado pela internet ou nas agências da rede bancária credenciada, utilizando o serviço de autoatendimento. Para isso, basta informar o número do Renavam do veículo e o ano do débito do IPVA a ser quitado.

O proprietário que não quitar o débito ou apresentar defesa no prazo de 30 dias terá a inclusão de seu nome no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais (CADIN Estadual) e na Dívida Ativa do Estado de São Paulo. No último caso, a administração do débito em dívida ativa é transferida à Procuradoria Geral do Estado (PGE), que encaminhará o débito ao Cartório de Protestos e poderá iniciar o procedimento de execução judicial.

Para mais informações, acesse a página do IPVA no portal da Secretaria da Fazenda e Planejamento. Os proprietários dos veículos podem entrar em contato com a Secretaria da Fazenda pelo canal Fale Conosco, no portal.fazenda.sp.gov.br ou nos telefones do Call-Center 0800-0-170-110 (chamadas de telefone fixo) e (11) 2450-6810 (exclusivo para chamadas de celular).

Continue Lendo

São Paulo

Procon notifica Zara

Publicado

em

Empresa deverá esclarecer denúncia sobre procedimento adotado em abordagens discriminatórias nas lojas

O Procon-SP notificou a Zara do Brasil Ltda pedindo explicações sobre caso de discriminação noticiado pela imprensa. Pessoas que trabalharam na empresa afirmaram que eram orientadas a identificar clientes com estereótipos fora do padrão da loja.

A empresa também deverá informar sobre política de treinamento aplicada aos seus colaboradores e demonstrar quais medidas adota em relação a conscientização, prevenção, programas de diversidade, inclusão e combate ao racismo e a discriminação de qualquer gênero. Também deve indicar os mecanismos de segurança e vigilância utilizados em sua rede de lojas.

Ainda sobre caso específico apresentado nas reportagens a empresa deverá prestar esclarecimentos sobre as providências tomadas pela empresa junto aos funcionários e colaboradores que realizaram a abordagem, bem como para posterior assistência à cliente.

A empresa deverá encaminhar resposta ao Procon-SP até 27/10/2021.

O consumidor que sofrer ou observar práticas discriminatórias pode fazer sua denúncia no site ou no app do Procon-SP.

Continue Lendo

São Paulo

Correios instalam terminal de autoatendimento locker na Paulista

Publicado

em

Os Correios disponibilizaram o locker, um terminal de autoatendimento, na região da Avenida Paulista, grande centro financeiro de São Paulo. Instalado na estação de metrô da Rua Consolação 2381, o terminal possibilita a retirada de encomendas a qualquer dia da semana, das 4h40 até 23h59, sem custos adicionais.

A solução dos Correios poderá atender ao público que não consegue receber suas encomendas, nacionais ou internacionais, durante o dia em casa ou no trabalho. Segundo os Correios, o processo de retirada é rápido e fácil. Em poucos segundos o código é lido pelo terminal, que abre o compartimento da encomenda no armário.

Utilização

Para utilizar o terminal, o cliente deve se cadastrar no “Meu Correios” (antigo IdCorreios), pelo site ou aplicativo. No momento da compra ou postagem, é necessário indicar o CEP do locker onde se deseja receber a encomenda e que o CPF seja informado no campo complemento do endereço. O CEP do locker Metrô Paulista é 01301-989.

Ainda de acordo com informações dos Correios, o cliente pode acompanhar a entrega da encomenda pelo aplicativo Correios e, quando ela estiver disponível no locker, um código para retirada será enviado por SMS ou e-mail. O destinatário tem até três dias (72 horas) para retirar o pedido.

fonte ebc

Continue Lendo

Populares