Ação, nesta quarta-feira (14/11),  contou com a participação de estudantes

Uma APP (Área de Preservação Permanente) localizada na rua Luísa Febrônio Marine, no Jardim Santa Emília, recebeu o plantio de 105 mudas de árvores nativas, nesta quarta-feira (14/11). A ação contou com a participação de 30 alunos da Emei (Escola Municipal de Ensino Infantil) Santa Emília e representantes da Prefeitura. A meta da Administração é plantar 100 mil árvores até 2020. 

As árvores plantadas no local são Ipê Branco, Amarelo, Roxo, Rosa, Sibipiruna, Pau-Ferro, Pau-Viola, Sangra d’Água, Pitanga, entre outras. O plantio tem como objetivo reduzir o aquecimento climático do município, proporcionar um ambiente mais sustentável e conscientizar a população sobre a importância de preservar o meio ambiente. 

De acordo com a diretora do Departamento do Verde, Luísa Araújo, a Administração busca soluções para a cidade crescer de maneira sustentável sem agredir o meio ambiente. “A preservação das matas ciliares no município permite a permanência da fauna no seu habitat natural, reduz o aumento na temperatura, melhora a qualidade do ar, transforma o solo em permeável para a água da chuva, recupera a vegetação nativa das Áreas de Preservação Permanente, além de oferecer uma paisagem mais harmoniosa para população”, observa a diretora.

Plantio de árvore integra o PIC

O plantio de árvores e recuperação das matas ciliares do município fazem parte do PIC (Programa de Incentivo ao Crescimento). O programa prevê mais de 100 obras e serviços que vão promover o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça de modo planejado e sustentável pelos próximos 30 anos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia