Connect with us

Nossa Cidade

Mais de 2,5 mil passageiros aderiram ao programa Transporte Social

Publicado

em

A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Planejamento Urbano, apresenta um balanço da quantidade de cartões Transporte Social emitidos desde o lançamento do programa, em fevereiro deste ano. Ao todo, 2.553 cartões foram emitidos, garantindo passagem com desconto aos usuários de transporte urbano.

O número de passageiros que aderiram ao programa é satisfatório e está dentro da média de pessoas transportadas. Por dia, nove mil viagens de ônibus são realizadas. Considerando as viagens de ida e volta, 4,5 mil passageiros são transportados diariamente.

Para o secretário de Planejamento Urbano, Marcelo Zanibon, o saldo de pessoas que aderiram ao programa é positivo e o número de cartões emitidos deve aumentar. “A Administração planeja novas ações e campanhas para mobilizar a população sobre os benefícios do transporte público e de ter o cartão Transporte Social. Quanto mais passageiros transportarmos diariamente, mais eficiente será o transporte, já que assim as linhas urbanas são otimizadas e os itinerários ajustados à demanda. Além disso, o transporte coletivo representa um cuidado ambiental, com a redução na emissão de poluentes pelo uso excessivo de automóveis”, avaliou Zanibon.

De acordo com o gerente do Departamento de Mobilidade Urbana, Sidney Fraga Alves, os 2,5 mil passageiros que solicitaram o cartão são usuários de transporte coletivo que utilizam os ônibus urbanos para deslocamento diário, principalmente como locomoção até o trabalho. “Os demais passageiros transportados são um público que utiliza ônibus eventualmente, para ir ao médico ou aos comércios da Região Central, por exemplo. Ainda assim, essas pessoas também podem solicitar o cartão e ter o benefício do subsídio da passagem”, explicou.

Na catraca, o valor da passagem é R$ 3. Quem tem o cartão Transporte Social paga R$ 2 pela tarifa. “O cartão vale para todo cidadão. Por isso, mesmo que a pessoa utilize ônibus eventualmente, ter o cartão garante o desconto na tarifa”, afirmou Alves.

A dona de casa Senhorinha Pereira Abreu, de 55 anos, moradora da Vila Real, solicitou o cartão desde o lançamento do programa, em fevereiro. “Eu não trabalho fora, mas uso ônibus para fazer quase tudo o que preciso, ir ao médico, comprar alguma coisa. Por isso, fiz meu cadastro. É uma facilidade ter o cartão, porque faço a recarga e fico tranquila. Mesmo no dia que eu não tiver dinheiro, posso usar ônibus. Além disso, tenho o desconto”, disse.

 

Como solicitar

O cartão do Transporte Social pode ser solicitado, das 8h às 17h, em pontos de cadastramento implantados pela Viação Lira, como no Departamento de Mobilidade, no Remanso Campineiro; na garagem da empresa, no Jardim Amanda; no Terminal Metropolitano de Hortolândia ou no Terminal de Campinas. Basta se dirigir a um destes locais, levando cópia do RG e CPF, além de comprovante de residência no nome do titular.

Também é possível solicitar o cartão no estande do Serviço Itinerante de Mobilidade Urbana, ação que leva os serviços do Departamento para as regiões da cidade. No próximo dia 10, o estande estará na rua Antônio Fernandes Leite, no Jardim Rosolen.

O cartão fica pronto em cinco dias úteis e a retirada é na garagem da Viação Lira, localizada na avenida Santana, nº 1.500, no Jardim Amanda. Neste local, é possível fazer a recarga de créditos para pagamento da passagem.

 

Transporte Social

Lançado pelo prefeito Antonio Meira no início deste ano, o programa Transporte Social prevê um pacote de benefícios ao usuário de ônibus urbano. Quatro novas linhas começaram a circular e outros itinerários foram alterados para otimização do serviço. A meta é atender mais localidades, com transporte de qualidade, garantindo fácil acesso a todos os bairros, com um custo acessível.

Fonte: Pref.Hortolândia

Nossa Cidade

Auxílio Brasil paga hoje R$ 600 a beneficiários com NIS final 4

Publicado

em

Por

Até o fim do ano, benefício tem valor mínimo de R$ 600 por família

A Caixa Econômica Federal paga hoje (12) a parcela de agosto do Auxílio Brasil aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) de final 4. Essa é a primeira parcela com o valor mínimo de R$ 600, que vigorará até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada em julho pelo Congresso Nacional.

A emenda também liberou a inclusão de 2,2 milhões de famílias no Auxílio Brasil. Com isso, o total de beneficiários atendidos pelo programa sobe para 20,2 milhões a partir deste mês.

O beneficiário poderá consultar informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas em dois aplicativos: Auxílio Brasil, desenvolvido para o programa social, e o Caixa Tem, usado para acompanhar as contas poupança digitais do banco.

Em janeiro, o valor mínimo do Auxílio Brasil voltará a R$ 400, a menos que nova proposta de emenda à Constituição seja aprovada. Tradicionalmente, as datas do Auxílio Brasil seguem o modelo do Bolsa Família, que pagava nos dez últimos dias úteis do mês. No entanto, portaria editada no início de agosto antecipou o pagamento da parcela deste mês para o período de 9 a 22.

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600

Calendário de pagamentos do Auxílio Brasil de R$ 600 – Diário Oficial da União

Auxílio Gás

O Auxílio Gás também será pago hoje às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com NIS final 4. Com valor de R$ 110 neste mês, o benefício segue o calendário do Auxílio Brasil.

Com duração prevista de cinco anos, o programa beneficiará 5,5 milhões de famílias, até o fim de 2026. O benefício, que equivalia a 50% do preço médio do botijão de 13 quilos nos últimos seis meses, é retomado em agosto com o valor de 100% do preço médio, o que equivale a R$ 110. O aumento vigora até dezembro, conforme emenda constitucional promulgada pelo Congresso.

Pago a cada dois meses, o Auxílio Gás originalmente tinha orçamento de R$ 1,9 bilhão para este ano, mas a verba subiu para R$ 2,95 bilhões após a promulgação da emenda.

Só pode fazer parte do programa quem está incluído no CadÚnico e tenha pelo menos um membro da família que receba o Benefício de Prestação Continuada (BPC). A lei que criou o programa definiu que a mulher responsável pela família terá preferência, assim como mulheres vítimas de violência doméstica.

Benefícios básicos

O Auxílio Brasil tem três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário consiga emprego ou tenha filho que se destaque em competições esportivas, científicas ou acadêmicas.

Podem receber os benefícios extras as famílias com renda per capita até R$ 100, consideradas em situação de extrema pobreza, e até R$ 200, em condição de pobreza.

Agência Brasil elaborou guia de perguntas e respostas sobre o Auxílio Brasil. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão critérios para integrar o programa social, os nove tipos diferentes de benefícios e o que aconteceu com o Bolsa Família e o auxílio emergencial, que vigoraram até outubro do ano passado.

Fonte Agência Brasil

Continue Lendo

Nossa Cidade

Com exceção das unidades de Saúde, uso de máscaras deixa de ser obrigatório nos prédios públicos da Prefeitura de Hortolândia

Publicado

em

Uso da máscara de proteção também deixa de ser obrigatório nas escolas municipais hortolandensesA Prefeitura de Hortolândia anunciou nesta quinta-feira (11/308), a flexibilização do uso de máscaras de proteção facial em todos os prédios públicos municipais, inclusive na rede municipal de ensino e no transporte público, com exceção das unidades de saúde (UBS, UPA e Hospital).

O decreto foi publicado na edição desta quinta-feira do Diário Oficial do Município. O uso agora torna-se opcional, sendo recomendado nos meios de transporte coletivo de passageiros, pontos de embarque e desembarque e para pessoas que apresentem sintomas (tosse, dor de garganta, febre, coriza) de doenças respiratórias, como gripe e resfriado. A Administração também recomenda uso de máscaras para a parcela da população de maior risco de complicações por doenças respiratórias.Além disso, o decreto mantém o uso obrigatório de máscaras por pacientes, profissionais e prestadores de serviço em unidades de saúde, clínicas e hospitais de Hortolândia.

A decisão pela flexibilização nos espaços públicos foi baseada em análises da redução do número de casos positivos da Covid-19 no município. Foi levada em consideração o alto índice de vacinação. Até o momento, mais de 556 mil doses de vacinas foram aplicadas no município, com cerca de 200 mil pessoas com duas doses e mais de 117 mil habitantes com a terceira dose de reforço. A Prefeitura ressalta a importância de as pessoas completarem o esquema vacinal, por meio das doses de reforço.

Em relação aos casos de internação, apenas três pacientes se encontram em tratamento no município, todos eles em enfermaria.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia apresenta ações de incentivo ao aleitamento materno em reunião com municípios da região

Publicado

em

Profissionais da Prefeitura ministraram palestra sobre amamentação e a campanha “Agosto Dourado” em encontro nesta quinta-feira (11/08)

O trabalho que Hortolândia desenvolve para estimular o aleitamento materno tem sido destaque na região. Prova disso é que a Prefeitura foi convidada para realizar palestra sobre o tema na reunião do GTAB (Grupo de Trabalho de Atenção Básica), nesta quinta-feira (11/08), em Indaiatuba. O grupo é formado pelas Secretarias de Saúde dos municípios da RMC (Região Metropolitana de Campinas). Em maio, Hortolândia sediou a primeira reunião presencial do grupo desde o início da pandemia. 

A Secretaria de Saúde apresentou as ações que o município realiza com gestantes, parturientes e puérperas para orientá-las sobre a importância do aleitamento materno. Uma das ações destacadas foi a capacitação ministrada para as equipes da rede municipal de saúde. O objetivo é capacitar as equipes para a retomada ou a implantação dos grupos de amamentação nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde). A Secretaria de Saúde também destacou o calendário de ações do município para a campanha “Agosto Dourado” neste mês. “O encontro é importante por propiciar a troca de experiências sobre as ações exitosas que cada município realiza”, destaca a diretora da Atenção Básica da Secretaria de Saúde, Cilene Mantuan.

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares