O projeto online “Bate-papo de cinema” continua com a mostra em comemoração ao Mês do Orgulho LGBTQIA+. A atração desta semana é o filme cubano “Santa y Andrés”. O longa-metragem está disponível para o público a partir desta quinta-feira (24/06) até o sábado (26/06). Quem quiser assisti-lo, deve fazer inscrição por meio deste LINK. O projeto é realizado pelo Ponto MIS (Museu da Imagem e do Som) em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. 

O projeto também realiza no sábado um debate sobre o filme. Participam do bate-papo o pesquisador em gestão cultural e ex-curador do Festival MixBrasil, André Fonseca, e a socióloga e doutora em Comunicação e Semiótica, Ellen Doppenschmitt. A mediação será do jornalista e roteirista, Raphael Scire. O bate-papo será às 18h, com transmissão ao vivo pelo canal do YouTube do Ponto MIS (CLIQUE AQUI). O bate-papo terá interpretação em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para deficientes auditivos.

O filme, ambientado nos anos 1980, conta a história de Andrés, um escritor homossexual que vive numa pequena aldeia. Ele é considerado “suspeito” pelas autoridades políticas por suas crenças ideológicas. Santa, uma jovem camponesa fiel ao governo de Fidel Castro, é designada para vigiar Andrés e impedir que ele participe de um fórum pela paz. Durante a vigília de três dias, surge uma amizade improvável entre a moça e o escritor. O filme é protagonizado pelos atores Eduardo Martinez e Lola Amores. A direção é de Carlos Lechuga. O filme tem classificação indicativa de 14 anos.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorVigilância de Campinas autua estabelecimentos por descumprimento de medidas sanitárias
Próximo artigoLago da Fé recebe plantio de mais de 100 mudas de flores