Connect with us

Nossa Cidade

“Espaço Árvore” traz benefícios para ambiente e comunidade

Publicado

em

O lindo colorido trazido pela chegada da Primavera desperta nas pessoas o desejo de plantar novas árvores. A qualidade de vida agradece. Afinal, numa cidade arborizada, as temperaturas são mais amenas, o ar mais puro e o ambiente mais harmônico e bonito. Porém, quem deseja fazer isso na calçada de casa, precisa tomar certos cuidados, a fim de evitar acidentes não só com a fiação elétrica, mas também com o surgimento de rachaduras, que podem dificultar a circulação de pedestres e até mesmo gerar acidentes. Para ajudar aos amigos da natureza, a Prefeitura de Hortolândia orienta quem deseja realizar o plantio de mudas de árvores na cidade, apontando que espécies são adequadas para estes espaços (veja arquivo anexo) e indicando a importância de criar o chamado “Espaço Árvore”. A ação atende a uma das diretivas do PMVA (Programa “Município VerdeAzul”), da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, com o qual a Prefeitura está alinhada. O programa estadual apoia e estimula, nos municípios paulistas, a realização de ações na área ambiental e de desenvolvimento sustentável.

O “Espaço Árvore”, também conhecido como “calçada verde”, é uma técnica de plantio, benéfica tanto para a própria árvore quanto para o pavimento. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, por meio dela é possível ampliar as áreas de escoamento de água, possibilitando maior infiltração no solo, até as camadas mais profundas, e o abastecimento dos lençóis freáticos, o que permite também a preservação de nascentes encontradas em Hortolândia. Ela consiste em criar, no entorno do tronco, uma área maior que a habitual para a penetração de água no solo.

O ideal é que, além da área permeável ampliada, em volta das árvores plantadas, faça-se uso de cobertura vegetal – grama, arbusto ou forragens na forma de canteiro ou faixa, o que permite tanto a infiltração de água quanto a aeração do solo. A técnica, empregada em frente ao Paço Municipal Palácio das Águas, no Remanso Campineiro, em 2010, em 30 unidades, também foi  implementada na nova sede da Câmara Municipal de Hortolândia, em 2017, quando do plantio de 250 mudas. Já em 2019, começou a ser levada às escolas municipais, dentre elas as Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental) Jd. Amanda I (CAIC) e Profa. Maria Célia Cabral do Amaral. Além deste exemplos, em espaços públicos, a Prefeitura  incentiva seu uso em áreas particulares.

Mas por quer as calçadas racham? Segundo a engenheira agrônoma, Alynne Sant’Anna, as rachaduras surgem porque, após o plantio, as árvores são cimentadas até a base do tronco. “Assim, não ocorre infiltração de água nem aeração do solo, sendo que as plantas precisam destes elementos para sobreviver. Portanto, numa medida de sobrevivência, as raízes quebram a calçada em busca destes recursos que lhe faltam. Se aumentarmos a área de infiltração no entorno das árvores, a questão estará solucionada”, explica a profissional.

Publicidade

Estas e outras informações técnicas sobre plantio, manejo ou mesmo poda de árvore, previstas na NBR 16.246-1/2013 (Norma da ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas), que trata de “Florestas Urbanas – Manejo de árvores, arbustos e outras plantas lenhosas”, podem ser consultadas no GAUH (Guia de Arborização Urbana de Hortolândia), publicado pela Administração Municipal e disponibilizado no portal oficial (www.hortolandia.sp.gov.br), na área inferior. Basta clicar no botão “Acesso à Informação” e lá, procurar no item “Meio Ambiente”.

Arborização de Hortolândia

Até 2020, a meta do governo Angelo Perugini é plantar 100 mil mudas de árvores em toda a cidade. Com o plantio de mais 402 mudas de espécies nativas no Parque Socioambiental Lago da Fé, para celebrar o Dia da Árvore (21/09), a Prefeitura atingiu a casa dos 67.024 novas árvores plantadas de 2017 até agora.

Confira os benefícios de plantar árvores em casa e em áreas públicas:

Publicidade

•Fornecer sombra e diminuir a temperatura local, propiciando conforto térmico a todos seres vivos e ajudando a diminuir o Aquecimento Global;

•Proteger contra ventos fortes, agindo como um quebra vento;

•Proteger contra ruídos, oferecendo conforto acústico;

•Corroborar para dar privacidade a determinados locais, quando plantados como barreira física;

Publicidade

•Contribuir para aspectos estéticos, uma vez que possuem grande importância paisagística, agindo sobre a saúde física e mental do ser humano e auxiliando na melhora da qualidade de vida;

•Aumentar a infiltração de água no solo, consequentemente diminuindo a incidência de enchentes e protegendo o solo de erosões, além de ajudar a abastecer as nascentes;

•Fornecer abrigo e alimento para a fauna local ou como corredor ecológico, garantindo a manutenção e o equilíbrio ecológico tanto para a fauna silvestre, quanto para a flora local;

•Reduzir a incidência dos raios solares sobre a pele, diminuindo a incidência de câncer;

Publicidade

•Aumentar a umidade relativa do ar, assegurando melhor conforto das vias respiratórias;

•Filtrar poluentes emitidos pelos carros, amenizando os altos índices de poluição, pois as partículas ficam acumuladas nas folhas e no tronco das árvores.

PIC

A arborização de Hortolândia é uma ação do PIC, programa que prevê mais de 100 intervenções e serviços que promoverão o desenvolvimento urbano, ambiental, social e humano para que Hortolândia cresça com planejamento e sustentabilidade nos próximos 30 anos. As ações do PIC são realizadas por meio de parcerias da Prefeitura com a iniciativa privada, governos estadual e federal.

Publicidade

Município VerdeAzul

Segundo o site do programa, o PMVA busca “estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo”. Deste modo, o ranking ambiental, além de nortear a formulação de políticas públicas, é utilizado na outorga de premiações regulares, tais como o “Certificado Município VerdeAzul”, concedido aos municípios que atingem a nota superior a 80 (oitenta) pontos e preenchem requisitos pré-definidos para cada Ciclo, e ao Interlocutor respectivo. Este Certificado reconhece a boa gestão ambiental municipal e garante à prefeitura premiada preferência na captação de recursos do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP)”.

 

Conheça as dez diretivas norteadoras da agenda ambiental do PMVA:

Publicidade

1. Município Sustentável

2. Estrutura e Educação Ambiental

3. Conselho Ambiental

4. Biodiversidade

Publicidade

5. Gestão das Águas

6. Qualidade do Ar

7. Uso do Solo

8. Arborização Urbana

Publicidade

9. Esgoto Tratado

10. Resíduos Sólidos

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Publicidade

Nossa Cidade

Criança de 7 anos é atropelada por motociclista no Jardim São Bento

Publicado

em

Por

Um menino de 7 anos ficou gravemente ferido após ser atropelado por um motociclista enquanto andava de bicicleta  na rua onde a tia mora, no Jardim São Bento, em Hortolândia.

A criança estava andando de bicicleta no meio da rua Zequinha de Abreu, quando foi atingida pelo motociclista. O condutor ficou no local e acionou o resgate.

Com o impacto, o menino foi arremessado ao solo. Ela teve escoriações no peito e joelho esquerdo.

O SAMU foi acionado e prestou os primeiros atendimentos, e socorreu a vítima à Unidade de Pronto Atendimento Jardim Amanda.

Publicidade

Vale ressaltar aos pais, cuidarem das crianças, não os deixando brincar na rua, principalmente nesta época de férias escolares.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura implanta sinalização de solo na região Central de Hortolândia

Publicado

em

Por segurança viária, trabalho foi realizado em via onde há diversos comércios 

As equipes da Prefeitura de Hortolândia retomaram, na manhã desta segunda-feira (04/07), o mutirão de sinalização de solo realizado em diferentes regiões da cidade. A ação foi na região Central, próximo da Academia Municipal “Jaime Pereira” e atrás do Open Shopping. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, diversos comércios estão localizados próximos ao local onde a pintura foi realizada. No local foi reforçada a pintura em quatro vagas para Idosos e PCD (Pessoa com Deficiência), vagas rápidas, linhas zebradas e seccionadas brancas e amarelas, 10 vagas para motos e demarcações de carga e descarga.

“Com diversos comércios na região, a implantação de vagas contribui para motoristas e lojistas, ajudando na movimentação dos estabelecimentos comerciais. O objetivo desta ação é organizar o trânsito no local, evitando o estacionamento onde não há permissão e aumentando o fluxo com maior segurança viária também aos pedestres. Pedimos a colaboração dos motoristas para respeitar a nova adequação realizada na via e trafegar dentro do limite de velocidade permitido na área”, explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Aumento da segurança viária ano a ano

Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, entre os anos de 2017,  criação da secretaria até 2021, nas vias municipais houve a redução em 70% dos acidentes registrados na cidade. Neste mesmo período, o número de vítimas causadas por colisões no trânsito em ruas e avenidas dentro dos limites do município foi reduzido em 79%. Com isso, a cidade cumpriu a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas) na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

“Além da redução de 1.265 para 404 acidentes no período que compreende entre estes anos, vale ressaltar que, paralelo ao trabalho para redução de acidentes, Hortolândia desenvolve a malha cicloviária, investe na melhoria do transporte público, nas ações educativas com a população e em diversos temas que abrangem o desenvolvimento da mobilidade urbana”, comenta o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Pacientes do Hospital Municipal Mario Covas recebem orientação sobre uso de máscara

Publicado

em

Ação é realizada em parceria alunos estagiários de escolas técnicas de enfermagem da cidade e região

Mesmo com o avanço da vacinação contra a COVID-19 em Hortolândia, a população precisa manter o uso de máscara. Para reforçar essa orientação, o Hospital Municipal Mario Covas realiza uma ação para conscientizar os pacientes atendidos pela unidade sobre a importância do uso da proteção facial para evitar a doença. A ação é realizada com a participação de alunos de escolas técnicas de enfermagem da cidade e da região que fazem estágio no hospital.

Na ação, realizada com pacientes na espera do Pronto Socorro Adulto e do Pronto Atendimento Obstetrício e Ginecológico, os estagiários distribuem máscaras e dão orientações sobre a importância de manter a higienização das mãos e o uso de máscara dentro do hospital e demais unidades de saúde do município e do transporte coletivo, conforme decreto municipal de março deste ano, publicado no Diário Oficial Eletrônico. Os alunos ainda lembram os pacientes que estão atrasados com a vacinação contra a COVID-19 para que completem a imunização.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Populares