Connect with us

São Paulo

‘Força tática’ contra dengue terá até PM de São Paulo

Publicado

em

dengue

500 novos agentes estaduais da Sucen e 30 médicos militares serão mobilizados para reforçar ações nos municípios com alta incidência de casos; Secretaria da Saúde firmou parcerias com a iniciativa privada para expandir a disseminação de orientações sobre a doença

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo criou uma “força tática” para reforçar ações de combate à dengue nos municípios paulistas, com ênfase naqueles que registram elevado número de casos.

As operações especiais serão desenvolvidas por 500 novos agentes contratados pela Sucen (Superintendência de Controle de Endemias), autarquia vinculada à pasta, e contarão com o apoio de 30 médicos militares, mobilizados em parceria com a Secretaria de Segurança Pública.

No total, a Saúde investirá R$ 6 milhões para execução do plano, que, entre outros aspectos, irá duplicar o efetivo da Sucen, totalizando mil agentes de campo para apoio em ações como nebulização. O contrato dos novos profissionais terá vigência de três meses, período considerado estratégico para execução de medidas focadas no bloqueio da transmissão do vírus.

Os recursos também foram aplicados para aquisição de 150 atomizadores costais para aplicação de inseticidas e de 450 kits de EPI (Equipamentos de Proteção Individual), que garantem a segurança dos funcionários. Contabiliza, ainda, a compra de sete vans para deslocamento das equipes e a manutenção de 50 caminhonetes utilizadas para transporte de máquinas, inseticidas e insumos.

As equipes da Sucen têm fornecido apoio técnico, estrutural e prático aos municípios desde o ano passado. A autarquia já está operando com doze máquinas pesadas de “fumacê” e 550 nebulizadores costais, 200 dos quais foram emprestados às prefeituras. Devido à intensificação dos trabalhos, o consumo de inseticidas de janeiro a março foi 13 vezes maior, em comparação ao volume utilizado no último trimestre de 2014.

Parceria com a iniciativa privada

Com o intuito de ampliar o alcance de informações sobre prevenção, combate e sintomas da dengue, a Secretaria também firmou parcerias com instituições públicas e privadas, que auxiliarão na distribuição de mais de 15 milhões de materiais informativos, em diversos formatos. A operadora de telefonia móvel Claro vai disparar 10 milhões de torpedos com alertas sobre a dengue.

Orientações serão transmitidas nos altos falantes e na TV Minuto, no Metrô. O assunto também ganhará visibilidade em rotas estratégicas do Estado, como a rodovia Nova Tamoios, Rodoanel Norte e as Travessias Litorâneas de SP, por meio de peças e mensagens eletrônicas divulgadas pela Dersa (Desenvolvimento Rodoviário S/A) e pela Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo).

Além disso, cinco milhões de newsletters e dois milhões de folders serão fornecidos para redistribuição por todas as empresas e instituições que colaboram com a iniciativa: Ambev, ARTESP, Associação Paulista dos Supermercados (APAS), AutoBAn, Claro, Conselho Regional de Farmácia (CRF-SP), CPTM, DERSA, Embratel, EMTU, Fecomercio, Metra ABC, Metrô, OAB-SP e Sebrae-SP.

“Este conjunto de iniciativas será extremamente importante para fortalecer o trabalho realizado pelos municípios no combate ao mosquito Aedes aegypti, bem como reforçar o alerta à população. Acreditamos que somar esforços, buscando parcerias com a iniciativa privada, é fundamental em estratégias de prevenção e promoção da saúde, como o combate à dengue”, diz o secretário de Estado da Saúde de São Paulo, David Uip.

São Paulo

Maior empresa automotiva chinesa anuncia fábrica no interior de São Paulo

Publicado

em

GWM

A maior empresa automotiva chinesa de capital 100% privado, a Great Wall Motors (GWM), anunciou investimento de R$ 10 bilhões para montar a sua maior base de produção fora da China, na cidade de Iracemápolis, no interior de São Paulo, a 170 quilômetros da capital paulista. Segundo a montadora, será lançada no Brasil uma linha de produtos que terá somente SUVs e picapes, híbridos e elétricos.

A fábrica terá sistema de produção inteligente e capacidade de produção instalada de 100 mil veículos por ano, com expectativa de faturamento anual de R$ 30 bilhões em 2025. Serão dois ciclos de investimento na nova planta: cerca de R$ 4 bilhões, de 2022 a 2025, e R$ 6 bilhões, de 2026 a 2032, com geração estimada de dois mil empregos diretos até 2025.

Até 2025, no primeiro ciclo de investimento, serão lançados 10 modelos, com previsão de chegada do primeiro veículo no quarto trimestre de 2022, como importado. Já o primeiro veículo produzido no Brasil será lançado no segundo semestre de 2023. 

A unidade de Iracemápolis será a quarta base completa de produção da GWM no mundo, a primeira da América Latina e funcionará como centro de exportação para o continente americano. A GWM informou que pretende apoiar a produção de peças localmente, com o objetivo de alcançar um índice de nacionalização de 60% até 2025. 

“O mercado brasileiro não é apenas o líder na América Latina, mas também um dos dez maiores mercados onde a GWM inicia a produção local fora da China. O Brasil é definitivamente nosso pilar estratégico para fazer acontecer a nossa meta para 2025”, destacou Koma Li, Chief Operating Officer (COO), segundo comunicado da GWM Brasil.

A empresa pretende ainda iniciar parcerias para estudos de uso de etanol como fonte de geração de hidrogênio para veículos com célula de combustível. A GWM é a primeira empresa na China que faz parte da Comissão Internacional do Hidrogênio. 

“Pretendemos utilizar a unidade no Brasil como base de conhecimento na realização de acordos com universidades e centros tecnológicos brasileiros visando desenvolver pesquisa que, por exemplo, inclua o uso do etanol como fonte de hidrogênio”, disse Pedro Bentancourt, Chief Relations Officer (CRO) da GWM Brasil.

No Brasil, a GWM vai usar três de suas marcas, uma para cada linha de produtos. A Haval vai comercializar os SUVs on-road; a Tank, SUVs off-road; e a Poer, picapes inteligentes.

A cerimônia de início das operações da GWM no Brasil ocorreu na manhã de ontem (27), em Iracemápolis (SP). 

Continue Lendo

São Paulo

Defesa Civil alerta para fortes chuvas no Sudeste

Publicado

em

temporal

O risco de chuvas fortes na Região Sudeste do país acendeu o alerta na Defesa Civil Nacional. Em nota, o órgão informou que foram emitidos avisos meteorológicos de grande perigo de fortes chuvas (vermelho) pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) para Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Os temporais, previstos para acontecer nas próximas horas, podem ser acompanhados de granizo e rajadas de vento superiores a 100 quilômetros por hora (km/h).

De acordo com o Inmet, o volume de chuvas previsto é acima de 100 milímetros (mm) por dia. As regiões com maior potencial de serem afetadas em território paulista são as regiões Metropolitana e Macro Metropolitana da cidade de São Paulo, Campinas, Araraquara, Piracicaba, Ribeirão Preto e Vale do Paraíba. Em Minas Gerais, as zonas de maior atenção são sul/sudoeste, Zona da Mata, Campo das Vertentes e oeste. Além disso, também devem ficar em alerta os moradores do sul e centro fluminense e da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

“É importante que a população fique atenta e acompanhe a difusão de outras informações nas redes sociais e pelos alertas enviados por SMS. É importante, também, procurar orientações nas defesas civis municipais e estaduais, que precisam ter um planejamento para as ocorrências de chuvas fortes. O ideal é mapear as localidades com maior risco e, se necessário, fazer evacuação preventiva”, recomendou Armin Braun, diretor do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad).

Cuidados

A Defesa Civil Nacional também lista uma série de cuidados para os moradores em tempo de chuvas fortes. Esses cuidados podem ajudar a reduzir danos materiais e preservar vidas em caso de ocorrências graves.

Dentre as recomendações está o desligamento dos aparelhos elétricos e do quadro geral de energia. Em caso de enxurrada ou similar, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos. Caso haja uma situação de grande perigo confirmada na sua região, procure abrigo e evite permanecer ao ar livre.

Para outras informações, procure a Defesa Civil local por meio do telefone 199 ou o Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

fonte ebc

Continue Lendo

São Paulo

RG de crianças e adolescentes pode ser solicitado no Poupatempo

Publicado

em

Por

poupatempo

Para vacinação infantil contra Covid-19, a criança deve apresentar um documento de identificação

O serviço de primeira via do RG para menores de idade pode ser realizado desde os primeiros dias de vida do recém-nascido. Em 2021, o Poupatempo realizou 424 mil atendimentos para solicitações de carteiras de identidade a pessoas com menos de 18 anos. Além da presença da mãe, pai ou responsável, para vacinação infantil contra Covid-19 é exigido um documento de identificação e o RG cumpre esse papel.   

Para ser atendido no Poupatempo, é obrigatório agendar data, horário e posto por meio dos canais digitais: Portal Poupatempo (www.poupatempo.sp.gov.br), aplicativo Poupatempo Digital ou totens de autoatendimento para os serviços de RG – que é emitido pelo Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt (IIRGD), órgão da Polícia Civil de São Paulo, nas mais de 100 unidades do Programa.

Depois, basta comparecer ao posto selecionado com um dos pais ou responsável legal, com documento de identificação com foto, e apresentar a Certidão de Nascimento original e cópia. Não há taxa para realização do serviço para o primeiro RG, apenas o custo opcional de envio pelos Correios no valor de R$ 9,09. Durante o atendimento, será feita a coleta de foto, assinatura ou digital, portanto não precisa levar foto ao posto.

“O RG é a principal identificação dos brasileiros e garante cidadania à população, pois é necessário para emissão de outros documentos. Para fazer a primeira identidade, não existe idade mínima, e o Poupatempo está pronto para receber bebês, crianças e adolescentes para a realização desse serviço tão importante, de forma prática e rápida”, diz o diretor da Prodesp – Empresa de Tecnologia do Estado de São Paulo que administra o programa Poupatempo, Murilo Macedo.

Entre as quase 190 opções que os canais eletrônicos do Poupatempo disponibilizam à população, estão funcionalidades da Receita Federal, como a inscrição ou solicitação do CPF, consulta de inscrição, comprovante de inscrição, alteração de dados e regularização do CPF, além de atendimentos de outros órgãos, como o Detran.SP, Instituto de Identificação (IIRGD), CDHU, Sabesp, prefeituras e muitos outros.

Continue Lendo

Populares