Connect with us

São Paulo

Estado de SP anuncia liberação de uso máscaras em locais abertos

Publicado

em

O Governador João Doria confirmou a liberação do uso das máscaras em qualquer ambiente aberto do estado de São Paulo a partir desta quarta-feira (9). O uso da proteção continua obrigatório no transporte público e em todos os ambientes fechados de acesso público, como salas de aula, comércios e escritórios.

“A decisão de hoje se deve fundamentalmente ao avanço da vacinação. São Paulo é o estado que mais vacina no Brasil. A decisão está respaldada na ciência, na saúde e no respeito pela vida”, afirmou Doria. “É um novo momento na vida e no trabalho. Depois de dois anos e dois meses de pandemia e de perdas, nós podemos tomar uma medida com esta importância e dimensão”, reforçou o Governador.

O decreto assinado por Doria tem efeito imediato, pois já foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado (www.imprensaoficial.com.br). Agora, o uso de máscara é opcional em locais como vias públicas, parques, ambientes escolares abertos, shows e eventos ao ar livre.

A decisão é baseada em análises do Comitê Científico do Coronavírus de São Paulo. O grupo de especialistas levou em consideração a redução de 76,7% nas novas internações e 56% dos óbitos por Covid-19 no último mês.

Além da melhora nos indicadores da pandemia, São Paulo tem a maior cobertura vacinal do país, com mais de 101 milhões de doses aplicadas. O estado está próximo da meta de 90% da população elegível vacinada, conforme recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde).

“Nós estamos muito além da vacinação de muitos países. Nós temos hoje uma taxa de ocupação de leitos de UTI no estado de 37,6%. Nos últimos 30 dias, nós tivemos queda de 54% no número de casos, as internações caíram 76% e o número de óbitos foi 56% menor”, afirmou o Secretário de Saúde do Estado, Jean Gorinchteyn. “É com segurança que vamos continuar protegendo a vida, mas precisamos que as pessoas continuem se vacinando”, acrescentou.

A apresentação com os dados epidemiológicos exibidos durante a entrevista coletiva desta quarta estão disponíveis na página https://issuu.com/governosp/docs/apresenta_o_sa_de_df95d61056b886.

São Paulo

Inscrições para casamento comunitário terminam hoje em São Paulo

Publicado

em

As inscrições para participar do casamento comunitário, organizado pelo Centro de Integração da Cidadania (CIC), da Secretaria Estadual da Justiça e Cidadania, terminam às 17h de hoje (13). O casamento  será no dia 12 de junho, das 10h às 17h, no Ginásio Poliesportivo Mauro Pinheiro, na Rua Abílio Soares, 1300, no bairro do Paraíso, em São Paulo.

A ação tem como objetivo possibilitar a oficialização da união de casais, que já vivem juntos ou não, com renda total de até três salários mínimos. A renda deverá ser comprovada por meio de documentos. Os casais que se enquadrarem neste perfil terão gratuidade na documentação e na cerimônia.

Para se inscrever presencialmente basta ir até uma das 18 unidades do CIC. Na capital são oito unidades: CIC do Imigrante (Barra Funda), Leste (Itaim Paulista), Oeste (Jaraguá), Sul (Jardim São Luís), Norte (Jaçanã), Casa da Cidadania (Jabaquara), Feitiço da Vila (Valo Velho) e Grajaú.

Na Grande São Paulo, há quatro unidades: Guarulhos, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Ferraz de Vasconcelos. No interior, o CIC possui unidades em Campinas, Juquiá, Jundiaí, Laranjal Paulista e Cajamar. No litoral, a unidade fica em São Vicente.

Exigências

No ato da inscrição os casais devem apresentar certidão de nascimento atualizada (válida por 90 dias) e a presença dos pais munidos de registro geral e Cadastro de Pessoa Física (CPF), para solteiro menor; certidão de nascimento atualizada (válida por 90 dias), para solteiro maior; certidão de casamento com averbação do divórcio para divorciados; certidão de casamento e certidão de óbito para viúvos. Todos devem registro geral, CPF ou carteira nacional de habilitação e a carteira de trabalho ou comprovante de rendimento, se houver.

O CIC presta serviços de auxílio com a regularização da documentação e outras etapas desde 2004. Desde então, já houve 5.964 casamentos em 62 cerimônias até 2021.

fonte ebc

Continue Lendo

São Paulo

Poupatempo é novamente eleito o melhor serviço público pelo Datafolha

Publicado

em

Por

poupatempo

Pesquisa anual da Prodesp aponta quase 100% de satisfação da população

O Poupatempo foi eleito pelo Datafolha como “Melhor Serviço Público de SP”. Gerenciado pela Prodesp, o mais bem-sucedido programa do Governo do Estado de São Paulo conquistou a láurea ao receber 12% das menções na pesquisa. Essa é a oitava vez que o Poupatempo é reconhecido pela população.

Para premiar as marcas e atividades mais citadas pelos participantes do estudo, o Datafolha considerou fatores como qualidade do serviço, atendimento, localização e propaganda, entre outros.

“Este reconhecimento é motivo de imensa alegria. Abrilhanta nossa estratégia durante esta gestão, que se traduz pelos índices de aprovação mensurados pelas pesquisas de opinião pública”, afirma o presidente da Prodesp, André Arruda. “Além do já consagrado atendimento presencial, padrão incontestável de eficiência e qualidade do Poupatempo, também temos levado a oferta de serviços digitais a novo patamar”, acrescenta o presidente.

As equipes de atendimento presencial são um dos grandes diferenciais do Programa e diretamente responsáveis pelo alto índice alcançado nas pesquisas de opinião pública: refletem o atendimento com agilidade, eficiência e cortesia. “O prêmio coroa todo nosso trabalho e nos incentiva a aprimorar cada vez mais a prestação do serviço, do atendimento, e a investir constantemente em capacitação, treinamento, melhoria de processos e em novas tecnologias”, enfatiza o diretor do Poupatempo, Murilo Macedo.

Pesquisa anual

Em recente pesquisa anual de avaliação de satisfação dos serviços oferecidos pelo Poupatempo e encomendada pela Prodesp, o Programa alcançou 98,38% de aprovação da população. Também receberam alta consideração dos entrevistados a rapidez no atendimento (98,89%); a organização do espaço físico das unidades (98,16%); a segurança dos postos (98,33%); e os serviços prestados pela equipe dos postos relativos a orientação e informação (98,36%). Por órgãos, os mais bem avaliados pelo serviço prestado pelo Poupatempo foram os do Detran.SP e o do Instituto de Identificação Criminal (IIRGD), também responsável pela emissão de RG.

Foram realizadas 8,2 mil entrevistas pessoais – 100 por posto. A pesquisa, conduzida pela Censere Market Research, foi realizada em dezembro de 2021. “Querido pela população, o Poupatempo é uma iniciativa que respeita a coletividade; é feita de pessoas para ajudar pessoas”, enfatiza Macedo.

Investimentos

Para este ano de 2022, o Plano de Expansão do Poupatempo – vinculado à Secretaria de Governo do Estado de São Paulo – receberá mais de R$ 45 milhões entre investimento e custeio. A rede deve ganhar 100 novos postos em mais 100 municípios paulistas que hoje ainda não oferecem atendimento, totalizando cerca de 200 unidades em pleno funcionamento.

Este aporte se soma àquele destinado para o triênio 2019-2021, quando o Programa recebeu R$ 22,3 milhões em repasses. Naquele período houve a expansão do Poupatempo por meio unidades mais compactas, inclusive para cidades de menor porte e integradas ao Detran.SP. Tudo em parceria com os municípios.

Programa Poupatempo

Consagrado sucessivamente nos últimos anos como o melhor serviço público de São Paulo em pesquisa Datafolha, os serviços digitais do Poupatempo saltaram nesta gestão de sete para 204 disponíveis no portal (www.poupatempo.sp.gov.br), aplicativo Poupatempo Digital, totens de autoatendimento e nas recém-inauguradas unidades 100% digital do CREA, na capital e no centro de Campinas, no interior. Até o final deste ano, o número de serviços digitais deverá chegar a mais de 240.

O desafio constante do Governo de SP tem sido se adiantar às necessidades da população, com serviços que ofereçam autonomia aos usuários e soluções 100% digitais. Tudo isso aliando o já reconhecido padrão de qualidade e excelência, marcas registradas do atendimento presencial do Poupatempo.

Continue Lendo

São Paulo

Em SP, ação nas escolas incentiva jovens a tirar o título de eleitor

Publicado

em

Por

Voto é facultativo para jovens de 16 e 17 anos

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo lançaram hoje (26) uma ação de mobilização nas escolas para que jovens de 16 e 17 anos tirem o título de eleitor. Os adolescentes nessa idade não são obrigados a votar.

Segundo a secretária de Educação, Renilda Peres, até março, apenas 27% dos 1,2 milhão de jovens nessa faixa etária no estado tinham tirado o título de eleitor, totalizando 329 mil adolescentes aptos a votar. “Votar é um ato de cidadania. É a oportunidade que a gente tem para definir os rumos da democracia”, ressaltou a secretária ao lançar a iniciativa na Escola Estadual Professor Milton da Silva Rodrigues, na região da Freguesia do Ó, zona norte paulistana.

De acordo com Renilda, estão sendo organizados dias para que os estudantes reúnam os documentos necessários e, depois, outra data para que seja feita a requisição do título de eleitor pela internet. “As escolas estão equipadas, sala de informática para que o aluno possa vir fazer isso na escola”, enfatizou.

Foi levada para a escola uma urna eletrônica para que os alunos pudessem ver o equipamento de votação em funcionamento. 

O presidente do TRE, Paulo Galizia, convidou os jovens a também dedicarem atenção às eleições para os cargos legislativos de deputado e senador. “Obviamente que a eleição presidencial chama mais atenção, mas é muito importante termos alguém que pensa da mesma forma que nós [no parlamento]”, disse.

O prazo para solicitar o título de eleitor vai até o dia 4 de maio. A página do TRE-SP tem as informações dos documentos necessários e procedimentos para solicitar o documento pela internet.

Fonte: Agência Brasil

Continue Lendo

Populares