Drogas e dinheiro foram detectados pelo scanner corporal

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) informa que, na tarde de terça-feira, 22, seis custodiados foram flagrados tentando entrar com ilícitos no Centro de Progressão Penitenciária (CPP) Profº Ataliba Nogueira, de Campinas. Os flagrantes ocorreram durante o procedimento de revista, ao retornarem da saída temporária.

O scanner corporal detectou 13 invólucros de maconha no estômago de um preso. Já 14 papéis de droga sintética K4, 185 gramas de cocaína estavam em pares de tênis. Seis invólucros de maconha, um invólucro de cocaína e uma cédula de R$50 estavam escondidos na costura de peças íntimas usadas pelos sentenciados.

Os envolvidos foram isolados preventivamente para procedimentos disciplinar, já os materiais apreendidos foram encaminhados à delegacia, onde foi lavrado boletim de ocorrência.

A SAP ainda informa que eles tiveram o direito ao benefício do regime semiaberto suspenso.

Artigo anteriorTrês bairros de Hortolândia recebem reforço na sinalização viária
Próximo artigoMaior conjunto viário de Hortolândia promoverá transformação no trânsito da cidade