Policial

Detran-SP identifica fraude no sistema de emplacamento e Polícia Civil prende servidor na cidade de Taquarituba

Um servidor público ligado ao Detran-SP foi detido em flagrante durante a tarde desta quarta-feira (29), na unidade do Poupatempo de Taquarituba, no interior do estado, após a autarquia identificar possíveis irregularidades no serviço de emissão de autorização de estampagem de veículos. As movimentações suspeitas do funcionário foram identificadas durante monitoramento do sistema realizado pelo departamento de trânsito, que acionou a Polícia Civil.


Durante as diligências na unidade, os policiais constataram que o servidor, um homem de 34 anos, autorizava a confecção de placas identificadoras de veículos sem o devido laudo de vistoria. Ele recebeu voz de prisão pelo crime de inserção de dados falsos em sistema de informações (artigo 313-A do Código Penal). Caso ele seja condenado pela Justiça, a pena prevista é de dois a 12 anos de reclusão.

À Polícia Civil, o servidor confessou a prática criminosa. Ele declarou que acessava o sistema de dados do Detran-SP por meio de sua senha pessoal e inseria informações falsas para a liberação das placas. Em troca, recebia dinheiro de uma pessoa, cujo nome e envolvimento na prática criminosa são alvos de apuração no inquérito policial. De acordo com o depoimento de uma testemunha, somente na quarta-feira, antes de ser preso, o suspeito acessou o sistema e liberou autorizações para a confecção de seis placas de veículos sem a devida realização de laudo de vistoria. A lista com as placas autorizadas e um extrato com os acessos feitos no sistema foram entregues à autoridade policial.

Recolhido em uma cela da Delegacia de Taquarituba, o funcionário detido encontra-se à disposição da Justiça para a realização da audiência de custódia. Caso a prisão em flagrante seja convertida em preventiva, o servidor será removido para uma unidade do sistema penitenciário. Além do processo criminal, o servidor responderá a processo administrativo, que pode resultar em sua demissão. Os acessos dele aos sistemas dos serviços de trânsito foram bloqueados e os veículos envolvidos serão alvo de apuração. Caso seja confirmado que eles se beneficiaram do esquema fraudulento, suas placas serão bloqueadas. Se, no decorrer das investigações, forem identificadas empresas de emplacamento envolvidas na fraude, elas terão seu credenciamento junto ao Departamento de Trânsito previamente bloqueado e também responderão a processo administrativo, podendo ser descredenciadas. Todos terão direito à defesa, conforme prevê a legislação.

O Detran-SP colabora com as investigações da Polícia Civil sobre o caso e ressalta que não compactua com irregularidades, promovendo permanentemente operações de combate à corrupção interna e externa, com participação ativa de seus funcionários, comprometidos com a integridade e a transparência, valores intransponíveis do órgão.

Em caso de dúvida sobre os serviços prestados pelo departamento de trânsito ou denúncias sobre irregularidades, a população pode entrar em contato através do Fale com o Detran, no www.detran.sp.gov.br. Denúncias, elogios, sugestões e reclamações podem ser enviadas para a Ouvidoria, através do portal, no link https://bit.ly/32ZaIND.

Sobre o Detran-SP

O Detran-SP trabalha incessantemente para a prevenção de acidentes e preservação de vidas, tendo como meta a organização de um trânsito mais seguro e harmônico entre todos os modais. O Órgão, que passa por uma reestruturação, está comprometido com a busca constante da excelência de serviços aos cidadãos, a partir dos valores de integridade e transparência em seus processos. Atualmente, adota progressivamente a transformação digital para impactar positivamente na qualidade de vida dos paulistas, facilitando o atendimento às demandas cotidianas da população. Cerca de 93% dos atendimentos feitos nas unidades do Detran-SP integradas ao Poupatempo são digitais.

Maior órgão executivo de trânsito do País, o Departamento de Trânsito Paulista é responsável por 28% da frota do Brasil, com mais de 32 milhões de veículos registrados e mais de 27 milhões de motoristas habilitados em todo o Estado. Todos os meses, é responsável pela emissão de cerca de 400 mil Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e 1,2 milhão de Certificados de Registro e Licenciamento Veicular (CRLVs). São mais de 136 mil documentos emitidos por dia, em média.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo