21 de junho de 2024
Nossa Cidade

Rua Visconde do Rio Branco, no Jd. Amanda, agora tem novo sentido de direção

Ações da Prefeitura de Hortolândia garantem mais segurança viária para alunos de duas escolas

O reforço da segurança viária no entorno de unidades de ensino de Hortolândia continua sendo prioridade da Prefeitura. Na manhã desta quarta-feira (16/03), as equipes da Administração Municipal realizaram adaptações no trânsito, além da pintura de sinalização de solo na rua Visconde do Rio Branco, no Jardim Amanda. A via é  entrada e saída de alunos e professores da  EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Tarsila do Amaral e da Escola Estadual Conceição Aparecida Terza Gomes Cardinales.

“Realizamos a implantação da sinalização de solo na via, de placas indicativas e, agora, invertemos o sentido de circulação no sentido bairro- Centro. A adaptação é simples mas, o motorista que circular pela via deverá estar atento às mudanças, circular dentro do limite de velocidade e respeitar as leis de trânsito. Esta inversão no sentido da rua foi necessária para contribuir com a segurança viária, facilitando a entrada e saída de alunos e professores das escolas e, também, o embarque e desembarque de vans escolares ou dos carros dos pais. Toda colaboração é importante para evitarmos acidentes na região”, explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Além da inversão do sentido, o local recebeu a pintura de faixas de pedestres com a legenda “OLHE”, linhas seccionadas brancas, legenda “PARE”, linha contínua branca, pintura para o condutor reduzir a velocidade do veículo e vagas para Pessoa com Deficiência (PCD) e vans escolares. “Este trabalho acontece, periodicamente, no entorno de escolas. Dependendo do movimento da via em que a unidade está localizada, é necessária também a adaptação no sentido desta rua para facilitar o deslocamento dos usuários desta unidade de ensino e evitar acidentes”, comenta o secretário de Mobilidade Urbana, Atílio André Pereira.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, a ação continua nos próximos dias em diferentes regiões da cidade. Somente neste ano, mais de 10 prédios públicos entre unidades de ensino e saúde já receberam o reforço de sinalização e adaptações na via para contribuir com a segurança viária. “São ações que ajudam a salvar vidas no trânsito de Hortolândia”, destaca Pereira. 

AÇÕES QUE SALVAM VIDAS

Para salvar vidas no trânsito, a Prefeitura realiza uma série de ações, que, além da sinalização de solo em todas as regiões da cidade, vão de atividades educativas com motoristas e pedestres, Operação “Cavalo de Aço” para motociclistas até a implantação de radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal para a redução de mortes no trânsito. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019. Além disso, a cidade recebe, periodicamente, um mutirão de Tapa-Buraco em todas as regiões. Outra medida importante é a instalação dos painéis eletrônicos informativos nos portais de entrada e saída da cidade e investimentos na malha cicloviária.

TRÂNSITO SEGURO

Hortolândia continua com bons resultados em segurança viária a cada divulgação do Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo) sobre os índices de acidentes de trânsito com vítimas fatais nas ruas e avenidas da cidade. De acordo com o órgão estadual, em dezembro de 2021, por exemplo, não foi registrado nenhum acidente com vítima fatal na cidade. 

Desde 2017, a Prefeitura realiza diversas ações para a segurança viária do município.  Segundo a Secretaria de Mobilidade Urbana, na comparação daquele ano com o ano passado, foram 19 vítimas fatais em acidentes viários nas ruas e avenidas da cidade, sem contar estradas e rodovias que cortam o município, enquanto em 2021, foram contabilizadas quatro vítimas de acidentes nos limites da cidade, uma redução de 79%. Com isso, Hortolândia cumpre a meta estipulada pela ONU (Organizações das Nações Unidas)  na “Década de Ação pela Segurança no Trânsito”, regulamentada pela instituição  apontando que até 2030, governos de todo o planeta devem tomar novas medidas para prevenir os acidentes com vítimas.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98