Os rostos de quatro moradores ilustres poderão ser vistos em diferentes locais da cidade. É a conclusão do projeto “A Cara da Cidade”, que fará intervenções artísticas a partir deste fim de semana. O projeto realizará a colagem de quatro pôosteres lambe-lambe em homenagem aos vencedores da eleição, promovida pelo projeto, para escolher os moradores que são a cara da cidade. Os vencedores são Jura do Pote (Jardim Estefânia), Mãe Eleonora (Jardim Adelaide), Mestre Chiquinho (Parque Pinheiros) e Tia Sônia (Jardim Boa Esperança). A escolha foi feita por meio de votação aberta à população, realizada no início deste ano. Foram computados 1.636 votos. 

O projeto, realizado pela produtora cultural Sava, é um dos contemplados com recursos da lei federal Aldir Blanc, que oferece subsídio para artistas, grupos, empresas e profissionais dos setores artístico-culturais do município cujas atividades foram afetadas pela pandemia. 

De acordo com uma das coordenadoras do projeto, Mayara Oliveira, a colagem dos lambe-lambe começará nesta sexta-feira (25/06) e vai até a próxima segunda-feira (28/06). Os pôsteres serão colados em locais nos bairros onde moram os quatros homenageados (confira abaixo a programação). O trabalho de colagem será realizado pela equipe do projeto, formada pela produtora cultural Mayara Oliveira, pela designer Joyce Oliveira e pelo fotógrafo Rafael Alves. A ação contará ainda com quatro grafiteiros convidados, Cabelin, Kranium, Peace e Pedrovisk.

A produtora cultural Mayara Oliveira explica que os quatro moradores foram fotografados e entrevistados. A imagem de cada um deles ilustra um pôster lambe-lambe (tipo de cartaz artístico que é afixado em espaços públicos). Cada pôster tem dimensões de cerca de 2,8m por 1,7m. A partir da conversa com cada um dos moradores, foram definidos os elementos visuais que compõem os lambe-lambes. “São pessoas diferentes, mas que têm em comum o interesse em contribuir com a cidade por meio de seus trabalhos sociais e culturais. Suas fotos foram transformadas em ilustrações coloridas que transmitem suas histórias e personalidades”, destaca Mayara.

A produtora salienta que o objetivo do projeto é promover o reconhecimento de moradores da cidade por meio da arte urbana. “Além de difundir a cultura do lambe-lambe na cidade, o projeto quer gerar uma ação coletiva de reconhecimento de figuras importantes dos bairros da cidade, por meio dessa homenagem. O projeto fará uma intervenção no espaço urbano com a participação da população na escolha dos quatro eleitos”, explica a Mayara.

Conheça quem são os quarto moradores homenageados:

– Jura do Pote: morador do Jardim Estefânia, é artista, jardineiro, professor e maratonista. É conhecido por suas danças e performances e por correr maratonas como a de São Silvestre com um pote colorido em cima da cabeça, tradição quilombola que ele mantém viva.  

– Mãe Eleonora: Conhecida no Jardim Adelaide por seu acarajé. Além disso, ela comanda o espaço cultural e gastronômico Ponto de Cultura Caminhos, que se destaca pela história de resistência e luta pelo direito da sua prática religiosa na cidade e da cultura afro.  

– Mestre Chiquinho: É morador da cidade desde 1975. É líder do grupo Pioneiros do Catira e da Companhia de Santos Reis Rosa dos Anjos que preservam e divulgam a cultura caipira e a viola. 

– Tia Sônia: Moradora do Jardim Boa Esperança, é assistente social que atende mulheres e crianças em situação de violência, além de realizar arrecadações e doações para pessoas em situação de vulnerabilidade social.   

Confira abaixo a programação das intervenções artísticas do projeto “A Cara da Cidade”:

– Colagem do lambe de Mestre Chiquinho

Data: 25/06 (sexta-feira)

Horário: 10h

Local: rua Luiza Laurinda, 446, Parque Pinheiros

 

– Colagem do lambe de Mãe Eleonora

Data: 26/06 (sábado)

Horário: 9h

Local: rua João Alves, 288, Jardim Adelaide

 

– Colagem do lambe de Jura do Pote

Data: 27/06 (domingo)

Horário: 9h

Local: rua Serra dos Carajás, 30, Jardim Estefânia

 

– Colagem do lambe de Tia Sônia

Data: 28/06 (segunda-feira)

Horário: 9h

Local: rua do Canário, 308, Jardim Boa Esperança

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorCDHU parcela dívida de 2,6 mil mutuários inadimplentes na região de Campinas
Próximo artigo2 vaga(s) abertas para Assistente Fiscal para trabalhar em Campinas