Diálogo sobre o assunto iniciou durante palestra realizada em parceria com o Sebrae para aumentar a produtividade com a redução de desperdício 

A Prefeitura de Hortolândia e o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) reuniram empresários do APL (Arranjo Produtivo Local) do pão de queijo, nesta segunda-feira (17/06), para dialogar sobre a redução do custo de produção e aumento da produtividade nos negócios. Na oportunidade, também foi realizada uma introdução sobre a implantação de um selo de qualidade para o setor.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, no trabalho de consolidação do APL, é fundamental aproximar os proprietários das empresas de momentos de reflexão em que eles possam desenvolver e aprimorar suas habilidades. 

A secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Teresa Santos, informa que a Prefeitura trabalha para a constituição de um selo de qualidade para os produtores de pão de queijo da cidade e da região.

 “Quem consumir o pão de queijo com o selo terá a garantia de um produto de qualidade, feito com matérias primas selecionadas e com as melhores práticas de manipulação. Além disso, a implementação do selo de qualidade demarcará a expertise da Região no setor”, informa a secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, Teresa Santos. 

Retomada dos  APLs

Por meio dos APLs, a Administração Municipal, em parceria com o Sebrae, a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a ETEC (Escola Técnica de Hortolândia), e a Fundação Fórum de Campinas, une os empreendedores locais para aumentar a competitividade no mercado, ampliar a produção e reduzir custos. Interessados em obter informações relacionadas aos APLs podem entrar em contato pelo e-mail

\n

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


, ou pelo telefone 3965-1400 / Ramal 8910.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia