Segundo a Prefeitura a rede municipal de saúde de Hortolândia oferece atendimento rápido e de qualidade no pós-parto, tanto para bebês quanto para puérperas (mães que tiveram partos há menos de 45 dias). Assim que a criança nasce na Maternidade do Hospital Mário Covas, a Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Saúde, oferece agendamento imediato para consulta de puericultura. Em uma semana, o bebê recebe o primeiro atendimento médico fora da Maternidade, para iniciar o acompanhamento do desenvolvimento do neném. A mãe também recebe orientações sobre amamentação, com objetivo de garantir o sucesso do aleitamento.

A oferta deste atendimento faz parte das ações da Prefeitura para reestruturação da rede municipal de Saúde, com uma série de melhorias para oferecer mais qualidade no atendimento prestado à população. O agendamento de consulta para a mamãe e bebê em até sete dias após o nascimento é uma diretriz da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde e tem o objetivo de acompanhar a criança no período de crescimento, garantindo a redução do adoecimento e mesmo da mortalidade infantil.

“O agendamento da consulta ainda a partir do Hospital é um grande avanço, pois dá segurança para a mamãe e garante um vínculo do serviço de saúde com o bebê. É uma estratégia que tem o objetivo de ampliar e melhorar o cuidado em Saúde, desde os primeiros dias de vida”, afirma a secretária de Saúde, Odete Carmem Gialdi.

A pediatria é a área que cuida da saúde da criança. Já a puericultura acompanha o crescimento e o desenvolvimento do bebê: nas consultas, o médico observa a curva de crescimento e avanços esperados para a idade da criança. Por isso, o início precoce deste acompanhamento é importante para garantir os cuidados necessários. Antes, as mães precisavam ir até a UBS (Unidade Básica de Saúde) mais próxima de casa, após o nascimento do bebê, para agendar a primeira consulta. Com isso, o atendimento não acontecia na primeira semana de vida, como é o recomendado pelo Ministério da Saúde.

A dona de casa Damiana Santos de Oliveira, de 40 anos, teve bebê há 1 mês e 10 dias no Hospital Municipal. “Quando o Gabriel nasceu, lá no Hospital mesmo já agendaram a consulta. Ele passou no médico e tem retorno marcado. Eu também já fiz meu atendimento e está tudo dando certo”, disse Damiana, que mora no Jd. Nova Hortolândia e faz o acompanhamento médicos do filho na UBS do bairro. “Recebi orientação sobre amamentação e achei o atendimento ótimo. Estou muito feliz, pois o Gabriel é meu primeiro filho e as informações que recebi na consultas são bastante importantes”, destacou.

Exames

Atualmente o Hospital Municipal faz todos os testes preconizados no recém-nascido: orelhinha, pézinho e olhinho. Com isso a família já sai do hospital sabendo caso o bebê precise de algum cuidado especial. A garantia de consulta em puericultura é mais um ponto que ajuda os pais a cuidar da criança com informação e conhecimento.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia