Connect with us

Nossa Cidade

Moradora de Hortolândia registra em caderno busca pela casa própria

Publicado

em

A dona de casa Creusa Maria Batista Melo, 61, moradora em Hortolândia, registrou em um caderno a trajetória percorrida em busca da moradia própria. A história se arrasta por quase cinco anos e teve início em 2009, quando ela se escreveu no programa Minha Casa, Minha Vida, do governo federal. A moradora chegou a ser sorteada, em 2012, mas não teve acesso ao imóvel. Ela culpa a administração municipal de tê-la enganado.

Creusa mora com o marido, de 76 anos, que vive de cama, na Rua Júlia Costa Camargo, no Jardim Santa Clara do Lago I, desde 2009. No caderno brochura, no qual passou a fazer anotações após sofrer um começo de derrame, ela relatou que, sob influência de um cabo eleitoral, procurou a SeUrb (Secretaria de Urbanização) de Hortolândia para se cadastrar no Minha Casa, Minha Vida. A inscrição foi feita em 6 de agosto de 2009.

“Fui enfrentar fila enorme. Passei fome e sede”, escreveu a dona de casa, sobre o processo enfrentado para fazer a inscrição no programa. O cadastro, segundo relatou no caderno, foi preenchido por uma mulher de nome Ana Lima Silva Ferreira e armazenado sob o número 2.312.

Três anos e vinte dias se passaram e, em 26 de agosto de 2012, Creusa soube que teria direito a um dos apartamentos do condomínio Bertioga ou Guarujá, ambos no Jardim Novo Ângulo. Ela relatou no caderno: “Ligaram para o pastor da igreja e pediram para ele me avisar que eu estava na fila de espera”.

O sorteio que colocou Creusa no décimo primeiro lugar da fila de espera foi realizado no dia 26 na EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Janilde Flores Gabi do Vale. À época, a listagem foi publicada na página de editais do Jornal Folha Popular e hoje está disponível no site da prefeitura de Hortolândia.

Creusa passou a procurar informações sobre o programa na Secretaria de Habitação da cidade.

DOCUMENTAÇÃO

De acordo com as anotações no caderno de Creusa e de relatos dela à reportagem, os problemas com o Minha Casa, Minha Vida tiveram início no período de entrega de documentos. “Da época do sorteio, em agosto de 2012, eu só fiquei sabendo do processo de integração depois do Carnaval de 2013”, contou ao TodoDia.

Entre agosto de 2012 e o Carnaval de 2013, conforme escreveu no caderno, Creusa procurou a Secretaria de Habitação e conversou com assistentes sociais. “A (assistente social) Lurdinha e outro senhor me dispensaram para eu vir para casa”, escreveu, sobre uma funcionária da Habitação que, contou, foi demitida.

O pastor da igreja fez um novo contato e pediu que Creusa retornasse à secretaria para entregar a documentação solicitada.

“Lurdinha pediu para aguardar em casa, só que ela nunca fez um relatório de nada do meu processo.”

A dona de casa soube, em 6 de junho de 2013, que não seria contemplada pelo programa.

“Alegaram para mim que a Caixa recusou o meu contrato, mas é mentira. Fui passada para trás pela Lurdinha”, acusa Creusa. A reportagem não conseguiu informações para identificar e localizar a assistente social acusada pela dona de casa.

Fonte: tododia.com.br

{fcomment}

Nossa Cidade

Temperatura em Hortolândia aponta fim de semana gelado

Publicado

em

frio

A previsão para o sábado (20) é de céu parcialmente nublado a nublado. Os ventos seguem fortes, com velocidades em torno de 30 km/h e rajadas devem ocorrer ao longo do dia. As Temperatura em Hortolândia fica entre 9 e 16ºC e não está descartada a ocorrência de chuva leve e isolada, mas as chances são baixas.

A tendência para o domingo (21) é de ventos um pouco menos intensos, soprando de forma moderada com velocidades de 20 km/h, céu parcialmente nublado a predomínio de sol e temperaturas entre 10 e 23ºC.

A próxima semana deve ser de predomínio de sol, com temperaturas em gradual elevação. Os primeiros dias ainda terão temperaturas um pouco abaixo da média para o mês, mas até o final da semana a expectativa é que as máximas superem a marca dos 28ºC.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Um dos vereadores suspeitos por rachadinha, TJ manda soltar

Publicado

em

Na noite dessa sexta-feira (19), o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) emitiu habeas corpus ao vereador Enoque Leal (MDB) preso na quinta-feira (18) suspeito da pratica de rachadinha.

O advogado Ralph Tortima Stettinger Filho, que representa o vereador, alegou que o parlamentar não teve tempo para para apresentar documentação ao Ministério Público. Documentos apresentados nos autos indicam que todas as transações bancárias foram realizadas por causa de um empréstimo e não houve prática de rachadinha.

A defesa tambem apresentou como argumento ao TJ que o vereador possui bons antecedentes e residência fixa, circunstâncias favoráveis para a concessão da liberdade provisória.

A 15ª Câmara de Direito Criminal optou por revogar a prisão preventiva por entender que o fato de o réu ser vereador não é suficiente para que ele represente perigo a ordem pública se estiver em liberdade.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Sinalização de solo é reforçada em ruas do bairro Residencial João Luiz

Publicado

em

Também contra acidentes, Prefeitura de Hortolândia pintou lombadas no Jardim Minda

Ruas do bairro Residencial João Luiz receberam o reforço e a pintura da sinalização de solo. A ação da Prefeitura de Hortolândia contempla ruas de bairros em todas as regiões da cidade. Desde o inicío do ano, a ação está intensificada e continua em vias no entorno de unidades de saúde, ensino e residênciais. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, ruas que dão acesso à grandes avenidas além das mais movimentadas da cidade, também recebem o mutirão. “Pedimos a colaboração dos motoristas para respeitar a sinalização. Além de organizar o trânsito, o trabalho evita estacionamento em locais que possam causar acidentes”, explica o diretor de operações da Secretaria de Mobilidade Urbana, José Eduardo Vasconcellos.

Nas ruas do bairro, foi realizada a repintura de linha amarela de proibição de estacionamento, faixas seccionadas amarelas, de retenção, duplas amarelas indicando o tráfego nos dois sentidos da via, zebradas amarela e legenda “PARE”. “No Jardim Minda foram concluídas pinturas de lombadas localizadas em frente ao Condomínio Residencial Bertioga. O objetivo do serviço é melhorar a visibilidade e evitar danos aos veículos e acidentes”, comenta Vasconcellos.

Para salvar vidas no trânsito, são desenvolvidas mais ações, que vão além do reforço e implantação da sinalização e a readequação do sentido do tráfego em ruas e avenidas. São atividades educativas com motoristas e pedestres  até a implantação de semáforos e radares controladores de velocidade, principal medida adotada pela Administração Municipal. Os dispositivos começaram a funcionar em janeiro de 2019.  Outra medida importante é a instalação dos painéis eletrônicos informativos nos portais de entrada e saída da cidade e investimentos na malha cicloviária, que, neste ano chegará a 50 quilômetros de um total de 100 quilômetros que serão implantados.

 

 

Fonte: Prefeitura

Continue Lendo

Populares