16 de julho de 2024
Nossa Cidade

Famílias iniciam mudança para apartamentos do Jardim Novo Ângulo

Cronograma prevê que moradores cheguem aos condomínios, gradativamente, até o final deste mês

famílias iniciam mudança para apartamentos do jardim novo angulo

As 600 famílias contempladas com apartamentos do programa Minha Casa, Minha Vida nos condomínios Bertioga e Guarujá, no Jardim Novo Ângulo, iniciaram a mudança para o novo endereço nesta semana. Os imóveis serão ocupados, gradativamente, de acordo um cronograma pré-estabelecido que prevê a chegada dos moradores até o dia 30 deste mês. A cada dia, dezenas de famílias levam seus pertences aos novos imóveis. O processo acontece sob a supervisão da Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Habitação.

De acordo com o secretário de Habitação, Francisco Raimundo da Silva, as mudanças tiveram início na segunda-feira (16). “A Prefeitura auxiliou os moradores com a criação de um calendário que orientasse a data das mudanças. Com isso, o processo acontece de maneira organizada”, explicou Silva. O cronograma foi aprovado em assembleia da Comissão de Moradores.

A Prefeitura realizou a entrega das chaves aos beneficiários dos empreendimentos Bertioga e Guarujá no dia 28 de junho. Desde então, uma série de etapas prévias a mudança foram executadas, cumprindo normas legais. Entre as exigências da lei, estão a formalização de uma comissão sindical dos condomínios, eleição em assembleia da empresa que vai administrar os empreendimentos, registro de CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) do condomínio e abertura da conta bancária. “Todas as etapas foram cumpridas e, com isso, os primeiros moradores já começaram as mudanças”, destacou o secretário.

As unidades habitacionais do Jardim Novo Ângulo receberam investimentos de R$ 35,4 milhões. O projeto, um dos destaques nacionais do Minha Casa Minha Vida, é usado como referência pelo Ministério das Cidades pela qualidade no acabamento das casas e parceria com o município. Cada apartamento conta com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, distribuídos em 47 m². As unidades possuem piso frio em todos os cômodos e revestimento na cozinha, banheiro e área de serviço.

Metade das unidades habitacionais (300 apartamentos) foram destinadas a famílias que moravam em áreas de risco ou em locais onde há projetos urbanísticos em andamento. Esta demanda foi indicada pela Prefeitura, sem necessidade de sorteio, conforme estabelece o Ministério das Cidades. O restante dos apartamentos foi sorteado entre as pessoas do cadastro habitacional para famílias que se enquadravam nos critérios do Ministério.

MAIS MORADIA

No primeiro semestre, o prefeito Antonio Meira anunciou que a Caixa Econômica Federal irá construir 440 unidades habitacionais, por meio do programa Minha Casa, Minha Vida, em uma área do Jardim adquirida pelo governo federal. O investimento, proveniente do Ministério das Cidades, é de aproximadamente R$ 30 milhões. O prazo de obras será de 14 meses após a ordem de serviço, que deve sair ainda neste ano.

Já no Jardim Nova Europa, as obras do Residencial Europa são realizadas pelo governo federal, por meio do Minha Casa, Minha Vida. A construção dos 700 apartamentos está estimada em R$ 40 milhões, sendo R$ 5 milhões provenientes de uma parceria com o Estado, por meio do Programa Casa Paulista.

Outras moradias estão em viabilização pela Prefeitura, que desenvolve projetos e busca parcerias para a produção das unidades habitacionais.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia



Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98