Connect with us

Nossa Cidade

Evento “Café Com Viola” comemora aniversário de Hortolândia com cultura caipira

Publicado

em

Evento da Prefeitura será neste domingo (29/05), às 8h, no Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior

Quer um programa de lazer para o fim de semana? A dica é festejar o aniversário de 31 anos de Hortolândia. A comemoração será em clima de cultura caipira com o tradicional evento “Café Com Viola” que a Prefeitura realiza, neste domingo (29/05). O evento será às 8h no Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior, localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. O evento volta a ser realizado após mais de dois anos em razão da pandemia.

O “Café Com Viola” é um prato cheio para quem aprecia a cultura caipira. A começar pelo delicioso café da manhã que será oferecido para o público. A programação será aberta com o cortejo da Companhia de Santos Reis Rosa dos Anjos, grupo formado nos anos 1980 que mantém viva a tradição da Folia de Reis na cidade.

O público poderá também conferir outra importante manifestação da cultura caipira com o grupo Pioneiros do Catira. Criado em 2006, o grupo faz apresentações de catira, estilo de dança popular cujo ritmo é conduzido pelas batidas dos pés e das mãos dos dançarinos. 

Publicidade

Festa caipira de verdade tem que ter berrante

Para animar o público, outra atração será a apresentação de Val Berranteiro, ilustre morador da cidade que mostrará diferentes toque de berrante. 

Para quem gosta de cantar os modões e os clássicos da música sertaneja, a programação terá ainda as apresentações da dupla Celito & Ivalone e da Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia, grupo formado em 2009 e que inicialmente chamava-se Orquestra de Viola Comitiva da Esperança.

Evento ainda terá uma novidade tecnológica

Publicidade

A inauguração de uma câmera de monitoramento dos trens que passam na linha férrea anexa ao Centro de Memória. A instalação e o fornecimento do equipamento é de responsabilidade do canal do YouTube Trains Of Brazil, com apoio da empresa Rumo e da Prefeitura de Hortolândia.

A câmera de 360º será colocada em um poste no terreno do Centro de Memória e possibilitará que o público acompanhe em tempo real as passagens dos trens. Além da camêra, o canal do YouTube disponibilizou wi-fi gratuito para o Centro de Memória, que poderá ser utilizado somente pelos visitantes do local mediante uso de senha.

Exposição em homenagem a Mestre Chiquinho

O público poderá ainda conhecer o Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior, que estará aberto para visitação das 8h às 12h. O espaço ocupa o prédio da antiga Estação Ferroviária Jacuba, que foi restaurado pela Prefeitura e inaugurado em 2014. O centro tem um acervo de objetos, fotos e materiais sobre a história da estação e do município. 

Publicidade

Além disso, o centro está com a exposição “Chiquinho: trajetória e legado do mestre do mundo”, em homenagem a Mestre Chiquinho, ilustre morador da cidade.

Mestre Chiquinho, cujo verdadeiro nome é Francisco Aparecido Borges de Almeida, nasceu em Arealva, na região de Jaú e Bauru. Morador de Hortolândia desde 1976, ele ajudou a criar a Companhia de Santos Reis “Rosa dos Anjos” e os grupos Pioneiros do Catira, Orquestra de Viola de Hortolândia e Rainhas do Catira, todos contam com apoio da Prefeitura.  Desde 2006, Mestre Chiquinho é parceiro da Prefeitura, responsável por coordenar e ministrar aulas de violão e viola caipira, oferecidas pela Administração Municipal.

A exposição, inaugurada em dezembro do ano passado, reúne cerca de 100 objetos, dentre fotos, vestimentas, fantasias e outros itens, que fazem parte dos acervos pessoal de Mestre Chiquinho e do próprio centro. Um dos itens de destaque é uma foto antiga do avô de Mestre Chiquinho, que de acordo com ele, tem mais de 100 anos. “É a foto mais antiga da exposição”, conta o homenageado. 

O visitante ainda poderá conferir na exposição o documentário “Ao Mestre Chiquinho Com Carinho”. Com 30 minutos de duração, o documentário conta a vida de Mestre Chiquinho. O roteiro começa com sua origem em Arealva. Depois, mostra sua chegada a Hortolândia. A partir daí, o documentário foca o trabalho de Mestre Chiquinho para manter vivas as tradições da cultura caipira na cidade. O documentário conta com entrevistas e depoimentos de 15 pessoas, dentre amigos, parentes, familiares e integrantes dos grupos coordenados por ele. 

Publicidade

O documentário ainda apresenta mais de 20 fotos do acervo pessoal de Mestre Chiquinho e do Centro de Memória. O documentário foi realizado pela Secretaria de Cultura em parceria com a produtora Rumo Audiovisual. O município foi selecionado pelo programa “Juntos Pela Cultura”, iniciativa da associação Amigos da Arte em parceria com o governo do Estado, para produzir o documentário. A direção é de Diego Freitas e Julia Rany Campos Uzun.

Confira abaixo a programação do “Café Com Viola” deste domingo:

8h: Cortejo da Companhia de Santos Reis Rosa dos Anjos

8h30 às 9h30: Café da manhã 

Publicidade

8h40: Show com Celito e Ivalone

9h: Fala das Autoridades

9h40: Despedida da Companhia de Santos Reis Rosa dos Anjos

10h: Apresentação dos Pioneiros do Catira

Publicidade

10h30: Inauguração de câmera de monitoramento de trem

10h50: Apresentação de Val Berranteiro

11h: Show com Orquestra de Viola Caipira de Hortolândia

8h às 12h: Exposição “Chiquinho: trajetória e legado do mestre do mundo”

Publicidade

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 55 milhões; 3 apostas de Hortolândia acertam na quadra

Publicado

em

Por

mega-sena

O concurso 2.497 da Mega-Sena, realizado nesta sábado(2) à noite no Espaço Loterias da Caixa em São Paulo, não teve acertadores das seis dezenas. Os números sorteados foram: 05 – 14 – 23 – 46 – 48 – 52.

A quina teve 87 ganhadores e cada um vai receber R$ 42.861,28. As 6.309 aposta que acertaram na quadra receberão o prêmio individual de R$ 844,35.

Em Hortolâdia, três apostas acertaram na quadra.

O próximo concurso (2.498), quarta-feira (6), deve pagar um prêmio de R$ 55 milhões. As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal. O sorteio é realizado às 20h, no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo.

Publicidade
Continue Lendo

Nossa Cidade

Sarau “Parada Poética” terá clima de “arraiá” com o músico convidado Enok Virgulino

Publicado

em

Evento da Prefeitura de Hortolândia será nesta segunda-feira (04/07), às 19h, no Centro de Memória

O clima de “arraiá” vai dominar o sarau “Parada Poética” que a Prefeitura de Hortolândia promove, nesta segunda-feira (04/07). O convidado da vez será o músico Enok Virgulino (foto). O evento será, às 19h, no Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior, localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. O evento é realizado pela Prefeitura sempre na primeira segunda-feira de cada mês.

O artista ficou famoso com seu acordeon à frente do Trio Virgulino, do qual fez parte durante 38 anos. O grupo, formado na cidade de Parnamirim, no interior do Pernambuco, despontou no cenário musical nos anos 1980 com seu forró tradicional. 

Na década seguinte, o trio ampliou seu sucesso, conquistando um público mais jovem, graças ao movimento do forró universitário. Nessa época, o trio chegou a fazer shows em outros países como França, Estados Unidos, Inglaterra, Espanha e Suíça. Ao longo de sua carreira, o grupo se apresentou e gravou com artistas renomados, como Dominguinhos, Elba Ramalho, Alceu Valença, Caetano Veloso, Zélia Duncan, Osvaldinho do Acordeon, Tato (líder do grupo Falamansa) e Zeca Baleiro. 

Em 2018, Enok decidiu seguir carreira solo com o lançamento do primeiro álbum, “Forró bom é aqui!”. Neste ano, o músico lança o segundo disco solo, intitulado “Enok Virgulino convida”, que conta com participações de Gilberto Gil, Chico Cear, entre outros artistas.

“A Parada Poética deste mês está incrível, porque exalta a cultura das festas populares nordestinas. E o povo dessa região faz parte da matriz cultural de Hortolândia. O sarau desta segunda-feira será uma festa linda, com uma temática toda especial”, destaca o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno. 

Declamar poesias

Além de conferir a participação de Enok Virgulino, o público poderá soltar a voz para declamar poesias ou textos literários de autoria própria ou de autores conhecidos no sarau. 

Para participar, é só comparecer no dia do evento. A curadoria é do músico, escritor e mestre de cerimônia Renan Inquérito, criador do sarau. O evento terá ainda as intervenções musicais do DJ Viny e seus toca-discos. O sarau tem classificação indicativa para pessoas com idade a partir de 16 anos. Além disso, o evento terá área de alimentação.

Novidades tecnológicas e exposição

Entre uma declamação poética e outra, o público poderá ainda conhecer o Centro de Memória. O espaço ocupa o prédio da antiga estação ferroviária Jacuba, que foi restaurado pela Prefeitura e inaugurado em 2014. O espaço guarda parte importante da história do município, com um acervo de objetos, fotos e materiais antigos. 

O Centro de Memória ainda oferece duas novidades tecnológicas para o público. A primeira é a câmera de monitoramento de trens que passam na via férrea ao lado do local. A câmera, do modelo 360º, funciona 24 horas. As imagens da câmera são exibidas em tempo real no canal no YouTube do grupo Railcam Brasil. 

O equipamento foi inaugurado no evento “Café Com Viola”, realizado, em maio, pela Prefeitura em comemoração ao 31º aniversário de emancipação política de Hortolândia

O fornecimento e a instalação do equipamento foram feitos pelo grupo Railcam Brasil, que reúne admiradores e fãs de trens e ferrovias do Brasil e de outros países. Hortolândia é o segundo município a receber a câmera. A iniciativa conta com o apoio da empresa Rumo e da Prefeitura. Além da câmera, o grupo disponibilizou o Wi-Fi gratuito no Centro de Memória, cujo uso é gratuito somente para visitantes, mediante uso de senha, fornecida pelo espaço. 

Outro atrativo do Centro de Memória é a exposição “Chiquinho: trajetória e legado do mestre do mundo”, em homenagem ao Mestre Chiquinho, um dos moradores mais ilustres da cidade.  

A exposição, inaugurada em dezembro de 2021, reúne cerca de 100 objetos, dentre fotos, vestimentas, fantasias e outros itens, que fazem parte dos acervos pessoal de Mestre Chiquinho e do próprio centro. Um dos itens de destaque é uma foto antiga do avô de Mestre Chiquinho, que de acordo com ele, tem mais de 100 anos. “É a foto mais antiga da exposição”, conta o homenageado.

Parada Poética

O sarau foi criado pelo poeta e rapper Renan Inquérito, em 2013, e desde então já se tornou um evento de referência na região. O poeta já é conhecido em Hortolândia. Em 2019 e 2020, em parceria com a Prefeitura, Renan realizou o sarau “Aqui Trem Poesia”. Já em 2021, em virtude da pandemia, o evento teve edições on-line ao vivo. 

A primeira edição do sarau aconteceu em março deste ano, com a participação de Fernando Anitelli, líder do grupo Teatro Mágico. As demais edições já tiveram os rappers Gog e Fabio Brazza, a cantora Ellen Oléria e o poeta Sergio Vaz, e o rapper RAPadura Xique-Chico.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia recebe neste sábado 2º Encontro Regional de Mulheres Negras

Publicado

em

“Quem tem medo do protagonismo das mulheres negras?” é o tema da atividade que será realizada no plenário da Câmara de VereadoresO CMDM (Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres), em conjunto com a Comissão Estadual de Mulheres Negras “Eliza Gabriel”, realiza neste sábado (02/07), a partir das 8h30, na Câmara Municipal de Vereadores, o 2º Encontro Regional de Mulheres Negras, com o tema “Quem tem medo do protagonismo das mulheres negras?”. A atividade conta com apoio da Prefeitura de Hortolândia.

De acordo com a presidente do CMDM de Hortolândia, Lenita Sostena de Souza, o encontro contará com cinco mulheres palestrantes, entre elas a chef internacional e participante do programa “Mestres do Sabor”, da Rede Globo, Aline Guedes. A atividade contará ainda com a participação da pedagoga e diretora do Instituto Federal do Estado de São Paulo, campus Hortolândia, Caroline Jango, da advogada Roseli Santos, da fotógrafa Vivian Tito e da jornalista Madalena Santos. “Será um encontro muito importante na história de Hortolândia, onde poderemos acompanhar de perto a trajetória de vida de mulheres fantásticas e que fazem a diferença em nossa sociedade. O encontro contará ainda com a apresentação de um grupo de canto africano e do nosso amigo Jura do Pote. Lembramos que a atividade tem entrada franca e contamos com a participação da nossa comunidade hortolandense”, finalizou Lenita.

A Câmara Municipal de Hortolândia fica localizada na Rua Joseph Paul Julien Burlandy, 250 – Parque Gabriel, Hortolândia.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares