O programa educativo “Território de Saberes”, uma iniciativa da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia da Prefeitura de Hortolândia, foi lançado, na internet, na noite desta terça-feira (11/05), e já conta com mais de mil visualizações. A transmissão do primeiro programa foi ao vivo (veja abaixo), por meio do canal da própria secretaria no Youtube (https://www.youtube.com/secretariadeeducacaocienciaetecnologiahortolandia). A ação integra a lista de atividades do mês de aniversário de 30 anos do município.  

A abertura do programa contou com a participação de convidados especiais, dentre eles o prefeito José Nazareno Zezé e o secretário da pasta, Fernando Moraes, que, juntos, abordaram a ação educativa e destacaram a importância e contribuição do programa para a melhor comunicação, integração e aprendizagem dos alunos. Os diretores de departamento da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, também participaram da abertura do programa, convidando todos os profissionais da rede a fazer parte do projeto.  

Durante o programa de estreia, o público ainda pode conferir a contação da história “A fruta amarela”, do autor Ricardo Azevedo, feita pela coordenadora pedagógica do Centro de Formação dos Profissionais em Educação “Paulo Freire”, Solange Cachimiro Ferreira de Biazzio. 

“Achei muito interessante a proposta do programa, pois será mais um canal de comunicação voltado para a faixa etária dos nossos alunos e com conteúdos pertinentes a eles. Também será um meio em que a família e a comunidade terão acesso ao trabalho desenvolvido por nós, professores da rede, com recursos tecnológicos de uma maneira lúdica para contribuir com o desenvolvimento. Espero que seja um meio que atinja um grande grupo de pessoas e que todos possam interagir, mesmo que remotamente”, destacou a professora Tatiane Conte Cerqueira, da Emei (Escola Municipal de Educação Infantil) José Natalino Fonseca, localizada no Jd. Boa Esperança. 

Para a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, o Programa “Território de Saberes” trará mais uma possibilidade de pensar e fazer a educação em meio à crise sanitária vivida com o novo Coronavírus, pandemia que provocou a suspensão das aulas presenciais.

Para garantir esta perspectiva, em um novo ambiente pedagógico, o programa contará com o apoio de todos os profissionais da educação na mediação e produção dos conteúdos a serem veiculados. Conteúdos estes que já vêm sendo produzidos desde o ano passado pelas unidades escolares e novos conteúdos que serão desenvolvidos a partir de agora, para enriquecer o programa.

 

 

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia