22 de maio de 2024
Cursos

Programadores do Amanhã oferece curso de programação para negros e indígenas de baixa renda

curso

Estão abertas, até o dia 28, as inscrições para a sexta turma do “Programadores do Amanhã”, um curso gratuito de programação, inglês e soft skills. Ao todo serão selecionados 120 jovens, homens e mulheres, desde que pretos, pardos e indígenas, de 16 até 21 anos e de baixa renda. 

O programa tem duração de 12 meses e as aulas serão online, o que permite que se candidatem jovens de todo o Brasil. Durante o curso, os alunos selecionados passarão por uma formação full stack em programação focada em JavaScript. Além disso,  serão ministrados também mais três módulos: inglês aplicado ao mercado de TI – o que possibilitará que busquem conteúdos em fóruns internacionais e utilizem ferramentas estrangeiras – soft skills e apoio psicológico. Os interessados devem se inscrever em: bit.ly/pdaturma6

“Nosso objetivo é ampliar as oportunidades paraa juventude negra e indígena, proporcionando uma rota para ingressar no mercado de tecnologia, uma área muitas vezes marcada por desigualdades. Para se ter uma ideia, 33% das empresas de tech não têm nenhuma pessoa negra no time de tecnologia, e as que possuem, não passam de 10% do time de tecnologia em 68% delas”,  explica Cleber Guedes, CEO e cofundador da Programadores do Amanhã, que já selecionou  mais de 300 jovens em todo país do quais 60% já estão empregados.

Acesso simples e prático

As aulas são realizadas ao vivo, via plataforma Zoom. Caso o aluno não tenha acesso à internet e não possua computador, ele receberá um notebook e, também, auxílio financeiro para custear a internet. A metodologia de aprendizagem é baseada em projetos, com aplicação prática. O aluno não tem prova, mas precisa entregar mini-projetos ao longo do curso e um projeto integrador ao final da formação.

“O curso atua como uma ponte entre sonhos e realidade, oferecendo um caminho para que pessoas que antes viam a carreira em TI como algo distante possam agora trilhar um percurso concreto em direção ao sucesso”, afirma Guedes, que nesta edição conta com o apoio da Méliuz, iFood e Instituto Localiza. 

Empregabilidade

Além da formação, o Programadores do Amanhã também dá suporte na inserção dos alunos no mercado profissional, com participação prioritária em processos seletivos de bigtechs e empresas de destaque no cenário nacional. Com isso, abriu portas para que esses jovens entrassem no time de gigantes como Keeggo, Localiza, BV, Itaú e Mercado Livre. 

A remuneração média dos alunos que passaram pelo programa é de R$ 3.600, o que representou um aumento médio da renda familiar em 240%. “Nossa meta é atingir 80% de empregabilidade em até seis meses após a formação e meu sonho grande é que, futuramente, não seja necessário realizar um processo seletivo para sermos realmente acessíveis e que todo jovem que tenha interesse possa fazer o curso”, aponta Cleber Guedes.

Serviço 

Curso Programadores do Amanhã

Período de inscrições: até 28 de abril

Link para inscrições: bit.ly/pdaturma6

Para se inscrever é necessário:

Ser uma pessoa preta, parda ou indígena

Ter de 16 a 21 anos e baixa renda

Estar regularmente matriculados no 2º ou 3º ano do Ensino Médio de uma escola pública

Início da turma: julho de 2024

Duração: 1 ano

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98