Débitos podem ser parcelados em até 36 meses

O Banco do Povo, parceria da Prefeitura de Hortolândia com o Governo do Estado, retomou o serviço de renegociação de dívidas com empreendedores. O parcelamento de débitos poderá ser realizado em até 36 vezes. Os descontos em juros e multa podem chegar a até 50%, dependendo da situação do contrato. A equipe do Banco do Povo está à disposição para esclarecer as dúvidas e realizar um novo contrato. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, no HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco.

De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação, o Banco do Povo de Hortolândia tem, atualmente, 100 clientes inadimplentes, cujas dívidas somam mais de R$ 350 mil.

 “Quando o Banco do Povo começou a funcionar, em 2004, não havia um sistema de cobranças para contratos em atrasos. A cobrança do agente de crédito, também não era eficaz. Com isso, criamos uma carteira de inadimplência alta, que hoje beira quase 40% dos valores emprestados”, informou o diretor do Departamento de Trabalho da Prefeitura, Ederval Gulart Marques.

O diretor explica que o sistema foi modificado e já está apto para realizar o serviço de renegociação. A equipe do Banco do Povo já está entrando em contato com os inadimplentes.

SOBRE O BANCO DO POVO

O Banco do Povo é um programa de microcrédito do Governo de São Paulo, realizado em parceria com a Prefeitura de Hortolândia. Por meio dele, microempreendedores formais e informais, inclusive produtores rurais, podem solicitar empréstimos para abertura e regularização de empresas, compra de mercadorias e matérias-primas, compra e conserto de máquinas, equipamentos, veículos, animais e insumos agrícolas. A taxa de juros é de apenas 0,5% ao mês, com carência que pode chegar a 90 dias e até 36 meses para pagar.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Artigo anteriorCampanha do Funsol arrecada agasalhos novos para aquecer inverno de carentes
Próximo artigo“Creche do Idoso” começa a ser construída ainda neste ano, afirma prefeito