Setembro é o mês mundial de combate ao suicídio e no Brasil este tipo de movimento e conscientização foi criado em 2015 pela CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria).

Para se ter uma ideia, um estudo realizado pela Unicamp apontou que mais de 15% dos brasileiros já pensaram na possibilidade de suicídio e, ainda, quase 5% armaram algum plano para colocar isso em prática. E com esta ajuda e todo movimento do Setembro Amarelo é possível salvar a vida de muita gente e fazer com que elas se recuperem da melhor maneira possível.

Com educação e informações, deixando os tabus sobre o assunto de lado, as pessoas e seus familiares podem ter acesso a informações mais confiáveis, compreender melhor os tratamentos e, claro, procurar ajuda de especialistas.

E a ajuda pode vir de familiares, amigos, pessoas próximas do dia a dia, como colegas de escola ou de trabalho. Há várias formas de fazer contato com os voluntários da CVV, uma delas é pelo telefone 188, que fica disponível 24 horas e é gratuito, além do email e chat no site www.cvv.org.br.

Um pequeno gesto de carinho e afeto como este, pode salvar vidas.

Artigo anteriorHomens são flagrados tentar jogar cerca de 200 aparelhos eletrônicos para dentro do CPP Campinas
Próximo artigoLâmpada LED é o segredo para uma boa economia na conta de energia