Connect with us

TV, Cinema e Teatro

Um Senhor Estagiário

Publicado

em

‘Um Senhor Estagiário’ é um filme deliciosamente divertido e faz o espectador sair do cinema com um sorriso sincero no rosto, principalmente porque Nancy Meyers sabe conversar com todas as gerações, inserindo em seu roteiro piadas sobre envelhecimento, mas também ensinando os mais novos como serem cavalheiros, pois este tipo de homem ‘é uma raça em extinção’, como diz Jules Ostin, em certo momento.

Anne Hathaway e Robert De Niro tem uma química impressionante desde o primeiro minuto de projeção, ela como a típica chefe do novo século, que começou seu negócio pela internet e agora tenta conciliar todas as tarefas acumuladas e ainda ser uma boa mãe e esposa, ele como contraponto disso, sendo regrado, menos agitado e com todos os horários preestabelecidos.

Não há qualquer tipo de clímax intrincado ou maiores reflexões morais, e nem seria necessário, já que o frescor dos diálogos, a fotografia reluzente e a trilha sonora de fácil apreciação, substituem este tipo de obrigação e até no terceiro ato, quando há a inserção de um draminha mais formulesco e clichê, Meyers o faz com categoria e pontua um final feliz daqueles de nos fazer suspirar.

Jules Ostin é uma bem sucedida empresária no ramo de vendas de roupas por E-Commerce. Numa de suas reuniões, decide contratar idosos como estagiários, para recoloca-los no mercado de trabalho. Um dos escolhidos é Ben Whitaker, viúvo de 70 anos, que começa com certa desconfiança na empresa, mas ganha a atenção e o respeito de todos.

Com tantos blockbusters fortes em cartaz, como é o caso de ‘Maze Runner’, é legal saber que De Niro ainda leva seus fãs para o cinema e que, ao contrário do que acontecia num passado recente, se reinventa com um personagem engraçado, sábio e fofíssimo. Vale muito a pena conferir esta bela surpresa.

Por Éder de Oliveira
www.cinemaepipoca.info

TV, Cinema e Teatro

“Bate-papo de cinema do #MISemCasa” desta semana traz e “Tangos, o exílio de Gardel”

Publicado

em

Filme começa a ser exibido gratuitamente nesta quinta-feira (23/09)

Quem gosta de cinema argentino já não precisa mais esperar: o projeto “Bate-papo de cinema” do Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), parceiro da Secretaria de Cultura da Prefeitura de Hortolândia, exibe, nesta quinta-feira (23/09), a partir das 11h, o filme “Tangos, o exílio de Gardel” (veja abaixo). A película será exibida graças à parceria do projeto #MISemCasa com o serviço de streaming “Belas Artes À La Carte”.

A obra estará disponível até este sábado (25/09), quando, às 18h, haverá o esperado bate-papo ao vivo, no canal do MIS YouTube (https://youtu.be/QriKdzcfXuU). O debate terá a participação do crítico de cinema Robledo Milani e da diretora e roteirista Giuliana Monteiro na mediação. Para participar, é preciso se inscrever por meio deste link: https://forms.gle/oU36RkRQw9BWwFuK9.

Segundo o informativo do Pontos MIS, o público que assistir ao filme receberá, após a sessão, um cupom para acessar, gratuitamente, por um mês, a plataforma Belas Artes À La Carte (https://www.belasartesalacarte.com.br/).

“Tangos, o exílio de Gardel”, do conhecido diretor argentino Fernando Solanas, é um filme rodado em 1985, com classificação etária para um público a partir dos 14 anos. O enredo gira em torno de alguns argentinos exilados em Paris, que decidem apresentar um tango-ballet dedicado a Carlos Gardel, lendário astro do tango argentino.

Sobre o Belas Artes À La Carte:

O Belas Artes à La Carte é um streaming de filmes pensado para quem ama cinema de verdade. Seu catálogo, que conta com cerca de 400 títulos, inclui filmes de todos os cantos do mundo e de todas as épocas: contemporâneos, clássicos, cults, obras de grandes diretores, superpremiados e principalmente aqueles que merecem ser revistos e que tocam o coração dos cinéfilos.

Fonte: Ponto MIS

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

Mortal Kombat (2021) é um filme bom?

Publicado

em

Depois de diversos jogos de vídeo game, curtas metragens, seriados e desenhos animados, a franquia Mortal Kombat chegou para mais um round. Desta vez, o filme (terceira transposição para as telonas) é dirigido por Simon McQuoid e produzido por James Wan (responsável pelas franquias Jogos Mortais e Invocação do Mal).

Lançado quase simultaneamente nos cinemas e na HBO Max, tem no elenco Lewis Tan, Chin Han, Daniel Nelson e Hiroyuki Sanada, só para citar alguns. Mas seria esta a versão definitiva do game em live action? Seria McQuoid melhor do que Paul W. S. Anderson, responsável por Mortal Kombat de 1995?

Estas e outras questões são debatidas com bom humor por Éder Pessôa e Alessandro Oliveira, que dão seus pitacos e, ainda, relembram suas experiências nos fliperamas e consoles.

Vem com a gente e, caso queira entrar em contato para sugestão de filmes e notícias a serem debatidos, mande um email para [email protected]. Ouça o podcast na íntegra acessando:

Continue Lendo

TV, Cinema e Teatro

O que esperar de Mercenários 4?

Publicado

em

Os Mercenários é uma franquia de sucesso e que, ao longo de três filmes, arrecadou mais de 780 milhões de dólares pelo mundo. Protagonizado por astros do cinema de ação como Sylvester Stallone, Jason Statham e Dolph Ludgren, ganhará o quarto episódio.

O carismático Terry Crews está fora da sequência, que terá adição de Megan Fox, Andy Garcia, 50 Cent e Tony Jaa. Mas o que esperar do projeto? Seria esta a redenção após o fracasso de crítica de Os Mercenário 3? Com filmagens previstas para outubro de 2021 (este atraso foi devido à situação do Covid 19), será dirigido por Scott Waugh (Need for Speed: O Filme).

Éder de Oliveira e Alessandro Oliveira dão seus pitacos, fazem previsões e relembram suas experiências com os filmes brucutus dos anos 80 e 90, ao longo de 45 minutos de podcast.

Vem com a gente e, caso queira entrar em contato para sugestão de filmes e notícias a serem debatidos, mande um email para [email protected].

Ouça o podcast na íntegra acessando

Continue Lendo

Noticias

Publicidade

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares