TV, Cinema e Teatro

INVASÃO ZUMBI (8,5)

Como é normal em todo gênero, a utilização desenfreada de certas fórmulas que deram certo, pode se desgastar rapidamente. Este é o caso dos filmes de zumbis, que com pouquíssimas exceções vem desanimando os fãs e até mesmo o mestre George Romero, mas o diretor Yeun Sang-Ho é um ponto fora da curva e colocou seu projeto entre os mais surpreendentes de 2016.

‘Train to Busan’ (me recuso a utilizar o horroroso e extremamente genérico título nacional), tem clichês bem dosados e um controle impressionante nas cenas de ação, fazendo com que o espectador se segure na poltrona, tamanha dose de adrenalina dos 118 minutos da trama – os efeitos especiais agradam, mas já foram vistos inúmeras vezes antes.

Outro achado é a construção do vilão, pois Sang-Ho se preocupa em mostrar a dualidade dele e de todos os outros personagens, portanto, não há ninguém totalmente bom ou mal e o próprio protagonista é um pai ausente, mesquinho, que vive para o trabalho e tem dificuldades em se socializar.

Com zumbis ágeis ao extremo – lembrando os de ‘Madrugada dos Mortos’ – e que não enxergam no escuro, o projeto é impactante e visceral. Tudo é bastante pontual e você sairá da sessão totalmente anestesiado, principalmente porque o roteiro finaliza sem medo de ser diferente. Quero ver mais e mais trabalhos deste diretor a partir de agora.

Assista em Hortolândia no CineSystem

Por Éder de Oliveira
Jornalista e criador do site www.cinemaepipoca.com.br

 

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98