20 de maio de 2024
Eventos

Exposição e mural de graffiti celebram a vida e o legado do artista Jura do Pote em Hortolândia

Jura do Pote

A exposição “Jura do Pote – Raízes” e o projeto “Pintando (Re)conhecimento” do grafiteiro Edson Xis foram selecionados através da Lei Paulo Gustavo.

A partir de 20 de abril de 2024, a Escola de Artes Augusto Boal recebe a exposição “Jura do Pote – Raízes”, que ficará em cartaz até 31 de maio de 2024. Os módulos da exposição retratarão a trajetória artística e de atuação de Jura do Pote na cidade de Hortolândia por meio de uma curadoria do acervo pessoal do artista, da família e de amigos. Com figurinos, objetos pessoais, registros audiovisuais e fotografias, a exposição proporcionará uma visão mais íntima da jornada artística e pessoal do homenageado.

Juracy Monteiro dos Santos, mais conhecido como Jura do Pote, foi um artista, dançarino, ator, artesão, jardineiro, paisagista, mestre griô e arte educador de Hortolândia. O artista faleceu em Junho de 2023 e foi um grande representante da cultura de matriz africana no município e na região de Campinas. A sua trajetória em Hortolândia iniciou-se em 1986, antes mesmo da emancipação da cidade, e foi marcada pela sua contribuição e participação ativa, através de ações sociais, artísticas e culturais.

A exposição, além de trazer a contribuição artística e o legado cultural do Jura, se propõe a oferecer um espaço onde o público possa compartilhar histórias, lembranças e apreciar a riqueza da cultura artística local. Buscamos criar uma atmosfera que inspire a apreciação e celebração da história e da arte do Jura do Pote e que mostre o impacto duradouro que um artista pode ter em sua comunidade.” diz Maya Savala, uma das curadoras e produtora do

projeto que trabalha em parceria com Joyce Oliveira e Mirian Savala no desenvolvimento da exposição. A cerimônia de abertura da exposição será aberta ao público e acontecerá no dia 20 de abril de 2024, às 14:30h, na Escola de Artes Augusto Boal, contando com a presença da família, amigos e parceiros de Jura do Pote, além da realização de homenagens ao artista.

Em paralelo, no mesmo final de semana da exposição, o projeto “Pintando (Re)conhecimento” do grafiteiro Edson Xis, também prestará uma homenagem em memória a Jura do Pote através de um mural de graffiti que será pintado nos muros da Emef. Profª Lílian Cristiane Martins de Araújo, no Jardim Estefânia, onde o artista vivia com sua família. O projeto do grafiteiro com mais de duas décadas de vivência na arte urbana e 10 anos de atuação no município, tem por objetivo retratar personalidades ou personagens negras que tiveram impacto positivo na sociedade.

Em edições anteriores, o projeto já homenageou a figura da Mãe Preta (monumento) e Luís Gama, patrono da abolição da escravidão do Brasil. Desta vez a escolha foi por uma personalidade da cidade de Hortolândia, e Jura do Pote foi selecionado por sua trajetória e contribuição à cultura da cidade. “Me sinto muito motivado em realizar essa homenagem, pois o Jura do Pote é uma personalidade importante da cidade, com uma presença muito marcante na cena cultural de Hortolândia e na região metropolitana e que precisa ser conhecido em outras esferas. Trazer a imagem dele para um mural de graffiti e poder representá-lo e honrá-lo através da minha arte é algo muito rico para mim, pois é uma figura que representou muito a cultura preta dentro da cidade” conta o artista Edson Xis.

Ambos os projetos foram contemplados pela Lei Paulo Gustavo através de uma chamada pública da Secretaria Municipal de Cultura de Hortolândia. A lei tem por objetivo garantir que artistas, produtores e organizadores culturais possam retomar suas atividades de forma a mitigar os efeitos da pandemia da covid-19 sobre o setor.

Durante sua jornada, Jura do Pote foi reverenciado por diversos projetos e iniciativas de reconhecimento da região. Em 2021, foi selecionado através de indicação e votação popular para receber uma homenagem em forma de painel artístico do projeto “A Cara da Cidade”. Além disso, recebeu a Medalha Zumbi dos Palmares concedida pela Câmara Municipal de Hortolândia e ainda o título de Doutor Causa Honoris pela Câmara Municipal de Campinas. O artista também foi membro do Conselho de Políticas Culturais e de Igualdade Racial de Hortolândia.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98