Sirene

Segundo informações do Jornal TodoDia, o pintor Joilson Tavares da Silva, 35, foi assassinado a tiros, na noite de anteontem, ao ser abordado por três homens, no Jardim Amanda, em Hortolândia. Testemunhas relataram à polícia que pelo menos oito disparos atingiram a vítima. A motivação do crime ainda é desconhecida. Ninguém foi preso.

INVESTIGAÇÃO
A perícia técnica foi ao local do crime, onde oito cartuchos deflagrados de pistola calibre 9 milímetros e três projéteis foram apreendidos. O caso foi registrado como homicídio simples e seguirá com o 2º DP (Distrito Policial) de Hortolândia, que retoma o expediente amanhã.

O delegado plantonista de ontem, Fernando Bueno de Castro, não foi encontrado no plantão policial, pela manhã, para comentar o caso. Policiais civis que estavam na delegacia relataram que a autoria ainda é desconhecida e que o caso segue em investigação. Até o início da tarde de ontem, nenhum suspeito havia sido preso.

Fonte: TodoDia

Artigo anteriorAvenida Santana conta com três novos semáforos
Próximo artigoTrânsito também gera insatisfação em hortolandenses