Connect with us

Policial

Casal acusa ‘policiais à paisana’ por agressão

Publicado

em

Casal acusa ‘policiais à paisana’ por agressão em Sumaré

Um casal, identificado como o motorista C. M. F., de 27 anos, e a secretária A. C. M., de 21 anos, acusam três supostos policiais à paisana de agressão na noite de quarta-feira, em uma lanchonete na Avenida Ivo Trevisan, no bairro Zilda Natel, em Sumaré. As vítimas afirmam que os supostos policiais estavam armados.

Segundo o boletim de ocorrência, o casal estava no estabelecimento quando o motorista iniciou uma briga com outro freqüentador da lanchonete. Segundo o motorista, a motivação da briga teria sido “namorada”.

Durante a briga, três homens armados se aproximaram dos envolvidos e anunciaram ser policiais, no entanto, nenhum documento que provasse foi apresentado. De imediato, os supostos policiais começaram a revistar C., mas não encontraram nada de ilícito.

Em dado momento, a vítima afirma que um dos homens encostou algo pontudo em suas costas, momento em que escutou um estampido, como se o policial tivesse disparado contra ele.

NAMORADA

A namorada da vítima afirmou que no momento da abordagem foi até o namorado e o abraçou, momento em que foi empurrada e levou um soco na boca, caindo no chão do bar.

O suposto policial ainda teria desferido chutes e socos contra a mulher, que ficou caída no chão após a agressão.

De acordo com a vítima, os supostos policiais alegavam estar à paisana, sendo que momento depois, uma viatura da Polícia Militar teria parado no bar. O trio conversou com os policiais, que foram embora sem registrar queixas.

O casal afirmou em BO que conseguiu fotografar dois dos agressores com uma máquina fotográfica. A fotografia será apresentada no 1º Distrito Policial de Sumaré, onde o caso será investigado. Uma das vítimas afirma que já viu um dos agressores dentro de uma viatura da Polícia Civil de Sumaré.

O caso continuará sendo apurado pelo 1º DP. A reportagem tentou contato com as vítimas, mas ninguém foi encontrado para comentar a agressão, que foi registrada no Plantão Policial como lesão corporal.

Até o fechamento desta edição, os agressores ainda não haviam sido identificados.

Reportagem: Thiago Alves | Sumaré



Policial

Vereadores são detidos suspeitos de rachadinha em Hortolândia

Publicado

em

Policiais do BAEP cumpriram três mandados de prisão nesta quinta-feira (18). Entre os detidos está o Vereador Enoque Leal Moura, Vereadora Márcia Campos suspeitos do crime de “rachadinha”. O outro preso é um comissionado.

O 10° BAEP de Piracicaba esteve cumprindo 3 mandados de prisão em Hortolândia proferidos por decisão da 1ª Vara Criminal de Hortolândia, a pedido da 3ª Promotoria de Justiça de Hortolândia.

Os detidos foram encaminhados ao DP de Hortolândia na área central. A ocorrência está em andamento.

O que é rachadinha?

De acordo com o site politize, “Rachadinha” é o nome popular dado para “desvio de salário de assessor”. Na prática, trata-se de uma transferência de parte ou de todo salário do servidor para o parlamentar ou secretários a partir de um acordo anteriormente estabelecido.

A operação é muito similar ao que conhecemos como o uso de “funcionários fantasmas”. Nesse caso, a pessoa nomeada para exercer o cargo público não é uma funcionária de fato, ou seja, o salário do cargo é transferido para o agente que a nomeou. 

Continue Lendo

Policial

Colisão deixa viatura parcialmente destruída

Publicado

em

acidente Viatura

Na noite desta quarta-feira (17), uma colisão envolvendo uma viatura e um veiculo Volkswagen, deixou a viatura parcialmente destruída.

A colisão aconteceu no cruzamento da avenida Olívio Franceschini com a rua Eliza Laurinda da Silva, no bairro Jardim Santana em Hortolândia

Informações preliminares, contam que a viatura estava em ocorrência e com a sirene ligada quando ao atravessar o cruzamento acertou o carro.

Continue Lendo

Policial

Policia recupera caminhão roubado em Hortolândia

Publicado

em

Por

A Polícia Militar recuperou um caminhão roubado que transportava carne bovina e prendeu um suspeito. O fato aconteceu na manhã de terça-feira(16).

De acordo com os policiais o motorista do caminhão e o ajudante foram rendidos por três meliantes, nas mediações do cemitério dos Amarais em Campinas, sendo que um deles assumiu a direção do caminhão e os outros dois entraram em um carro com as vítimas.

A PM, que foi alertada sobre o acontecido, perseguiu o caminhão quando, na entrada de Hortolândia, próximo ao supermercado Pague Menos, o motorista perdeu o controle do veículo e colidiu contra o guard-rail.

O suspeito tentou fugir a pé, mas foi detido pelos policiais. O veículo que estava com as vítimas fugiu sentido o bairro do Matão, em Sumaré, onde deixaram as vítimas e fugiram.

O caminhão foi levado à delegacia, assim como o meliante. No veículo foi encontrado um dispositivo para contar o rastreamento.

Continue Lendo

Populares