Nesta segunda-feira (5), a Polícia Civil prendeu um homem de 52 anos, acusado de estuprar a enteada, de 11. A detenção ocorreu em Sorocaba, no interior do Estado.

O trabalho de investigação que levou à prisão do suspeito foi realizado por equipes da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) da cidade, após a menina ser internada em um hospital no dia 28 de junho e exames constatarem que ela estava com uma Doença Sexualmente Transmissível (DST).

De posse da informação, os agentes compareceram à unidade médica, registraram um boletim de ocorrência e solicitaram novos procedimentos junto ao Instituto Médico Legal (IML) – local que, depois de avaliar a vítima, constatou a violência sexual.  

As apurações realizadas pelos agentes permitiram ligar a autoria ao padrasto da menina e, com as provas reunidas, um mandado de prisão temporária foi solicitado à Justiça em desfavor do homem.
A ordem judicial foi expedida pelo Juizado Especial Criminal e Vara de Violência Doméstica de Sorocaba, sendo cumprida ontem (5).

O detido foi levado até a sede da especializada, onde foram tomadas todas as medidas necessárias de Polícia Judiciária, e depois encaminhado para uma unidade prisional, permanecendo à disposição da Justiça.

Artigo anteriorProjeto do Executivo concede escritura definitiva de assentamentos rurais do Estado de São Paulo
Próximo artigoCidade de São Paulo tem mais prédios do que casas pela primeira vez