16 de julho de 2024
Nossa Cidade

Revista da Prefeitura promove o Aleitamento Materno em Hortolândia

Publicação será lançada no dia 01/08, durante abertura de evento que marca a Semana Mundial de Aleitamento Materno

aleitamento materno

Como fazer para ter bastante leite? Será que existe leite fraco?Quando dar o peito e por quanto tempo? Quando a mãe engravida novamente, pode continuar a amamentar? Existe alimento que interfere na amamentação? Posso comer de tudo? Em que idade a criança deve parar de mamar? Para responder a estas e outras dúvidas, tão comuns na gestação e no pós-parto, a Prefeitura de Hortolândia, por meio do Comitê Municipal de Aleitamento Materno, elaborou uma revista sobre o tema, a fim de promover, apoiar e proteger o aleitamento materno no município.

A publicação, de 16 páginas, com tiragem inicial de 3mil exemplares, será lançada no dia primeiro de agosto, durante o evento de abertura da Semana Mundial do Aleitamento Materno, em Hortolândia. A programação, que inclui duas palestras e debate, tem início às 13h, no auditório Arlete Afonso, do IASP (Universidade Adventista de São Paulo), localizado na Rua Pastor Hugo Gegembauer, 265, no Parque Hortolândia.

Com o título “Leite Materno: depois do seu amor, é o que seu filho mais precisa”, o mesmo que serve de slogan ao evento, a revista será entregue, na primeira semana de agosto, às gestantes que fazem pré-natal nas unidades de saúde do município e puérperas (mães no pós-parto, até 45 dias) que deram à luz no Hospital Municipal e Maternidade Mário Covas.

“Por entender a importância do ato de amamentar e seguindo recomendações da Organização Mundial de Saúde, a Prefeitura de Hortolândia, por meio do Comitê Municipal de Aleitamento Materno, oferece a vocês, pais, esta revista que tem como objetivo incentivar ações que promovam o aleitamento materno”, diz o texto de apresentação da revista. “Foi este mesmo objetivo que incentivou a criação do Comitê em nossa cidade, fazendo com que nossas ações possam contribuir com as políticas públicas que assegurem que a saúde infantil esteja protegida pela amamentação. Essa revista foi elaborada para fornecer a vocês informações importantes sobre o ato de amamentar, esclarecendo suas dúvidas mais comuns e dando dicas para que a amamentação seja mais fácil e prazerosa, vivendo essa experiência única com mais segurança e tranquilidade!”, acrescenta a publicação.

De acordo com Ana Cecília Dias Aragão, consultora internacional em amamentação e integrante do Comitê Municipal de Aleitamento Materno de Hortolândia, o objetivo é orientar as mulheres para que tenham menos dificuldades na hora de amamentar. “Diferente de outros mamíferos, no ser humano, o reflexo de amamentar é inato, mas o ato não, tanto para o bebê quanto para a mãe. É aprendido culturalmente”, explica. “Às vezes, falta suporte adequado para que este ato seja aprendido. Há elementos em torno que podem facilitar ou dificultar, como aspectos emocionais, físicos (privação de sono e recuperação pós-parto, por exemplo), família, equipe médica, dentre outros”, explica a especialista.

Ana Cecília diz que é preciso desmistificar aspectos culturais em torno da amamentação. A revista, com informações dispostas na forma de pergunta e resposta, surge como material de referência para ser consultado por mães e responsáveis, sempre que necessário.

Inscrições estão abertas

O público-alvo da Semana, que ocorre entre os dias 1 e 7 de agosto, são profissionais de saúde, tais como médicos, enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, dentistas e terapeutas ocupacionais, bem como da educação, como professores, diretores, vice-diretores e coordenadores do ensino infantil e fundamental. O evento é uma iniciativa do Comitê Municipal de Aleitamento Materno e tem o apoio do programa Viva Mais e Melhor, que busca promover, junto à população, hábitos saudáveis, que levem à saúde e a uma melhor qualidade de vida.

As inscrições são gratuitas e já estão abertas. Os interessados em participar devem enviar email com nome, profissão, local de trabalho e telefone para comiteam@hortolandia.sp.gov.br. As vagas são limitadas.

No primeiro dia (01/08), às 14 h, a palestra sobre “Aleitamento Materno, Desenvolvimento e Creches Amigas da Amamentação”, será com o pediatra Marcus Renato de Carvalho, professor de Puericultura e Pediatria da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Consultor Internacional em Aleitamento Materno pelo IBCLC (International Board Certified Lactation Consultant) e Wellstart International, na Califórnia, Estados Unidos.

Às15h20, a pediatra e homeopata Mari Elísia de Andrade, consultora internacional em Aleitamento Materno pelo IBCLC e Consultora do Ministério da Saúde para o Método Canguru, fala sobre “Composição do Leite Materno e suas Vantagens”.

Confira a programação de abertura:

O que é? Semana Mundial do Aleitamento Materno
Quando? 01/08/2013
Local: auditório Arlete Afonso, do IASP (Universidade Adventista de São Paulo), Rua Pastor Hugo Gegembauer, 265, Parque Hortolândia.

13 h – Distribuição de materiais
13h30 – Abertura da Semana Mundial do Aleitamento Materno
14 h – Palestra: Aleitamento Materno, Desenvolvimento e
Creches Amigas da Amamentação – Dr. Marcus Renato de
Carvalho – Pediatra, Professor de Puericultura e Pediatria da
UFRJ, Consultor Internacional em Aleitamento Materno pelo
IBCLC e Wellstart International, CA, EUA

15h – Intervalo

15h20 – Palestra: Composição do Leite Materno e suas
Vantagens – Dra. Mari Elísia de Andrade – Médica Pediatra e
Homeopata, Consultora Internacional em Aleitamento Materno pelo IBCLC e Consultora do Ministério da Saúde para o Método Canguru.
16h20 – Debate
16h45 – Sorteio de brindes

17h – Encerramento com Apresentação Musical

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98