Connect with us

Nossa Cidade

Projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura oferece aulas gratuitas de futebol society para meninos e meninas

Publicado

em

Aulas são realizadas às segundas, quartas e sextas-feiras no campo do bairro Remanso Campineiro

Interessados em treinar futebol society gratuitamente pelo projeto Escolinhas Esportivas da Prefeitura de Hortolândia podem entrar em contato com a Secretaria de Esportes para realizar a matrícula. As aulas acontecem às segundas, quartas e sextas-feiras para meninos e meninas, a partir dos sete anos de idade, no campo de futebol society  “Cleiton Vieira da Silva”, localizado na rua Euclides Pires de Assis, no bairro Remanso Campineiro, ao lado do tradicional campo de futebol do bairro. Dúvidas podem ser esclarecidas, por meio do telefone (19) 39651400, no ramal 7409.

“Estamos trabalhando para a retomada da prática esportiva na cidade. As aulas acontecem seguindo o Código Sanitário do Estado de São Paulo contra a disseminação do Coronavírus. É importante que todos os protocolos sejam seguidos para proteger a sua vida e a vida do próximo”, explica o secretário de Esportes e Lazer, Wilson Amaral.

CAMPOS SOCIETY

O campo de futebol society do Remanso Campineiro possui 40 metros nas linhas laterais por 20 metros na linha de fundo, com grama artificial. Este tipo de gramado torna a manutenção mais fácil e barata. Futuramente, a ideia da Secretaria de Esporte e Lazer é buscar parcerias para que o local possa receber iluminação e permitir a prática noturna do esporte. Este é o segundo campo público com grama sintética de Hortolândia. O primeiro campo society da cidade, localizado no Jardim Adelaide, foi inaugurado pela Prefeitura em outubro de 2017.

Nossa Cidade

IFSP Hortolândia oferece mais de 180 vagas para cursos técnicos gratuitos, para 2022

Publicado

em

Inscriçõesaté14de novembro;prova presencialacontece em19 dedezembro

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) oferece mais de 180 vagas para cursos técnicos no Câmpus Hortolândia. Em todo o estado de São Paulo, são ofertadas 6.080vagas em 36 câmpus para o primeiro semestre de 2022.

Todos os cursos são gratuitos, sem cobrança de mensalidade. As inscrições estão abertas até o dia 14 de novembro. Para realizar a inscrição, os interessados devem ler atentamente o Edital nº 400/2021, realizar o cadastro, preencher o formulário eletrônico de inscrição e o questionário socioeconômico no Portal do Candidato, por meio do site processoseletivo.ifsp.edu.br.

É necessário pagar uma taxa de R$ 60, para os cursos técnicos integrados, ou de R$ 30, para os técnicos concomitantes ou subsequentes ao ensino médio. Poderão solicitar isenção da taxa de inscrição, até o dia 21 de outubro, os candidatos que possuírem renda familiar per capita igual ou inferior a 1,5 salário mínimo (renda menor ou igual a R$1.650) e tenham cursado o ensino fundamental em escola da rede pública ou com bolsa integral em escola da rede privada.

Neste ano, devido a uma determinação judicial, o IFSP volta a adotar a seleção por meio de provas. O processo seletivo abordará as disciplinas de Português e Matemática e será aplicado, de forma presencial, no dia 19 de dezembro, na mesma cidade, ou município da mesma região, da localização do câmpus escolhido pelo candidato no momento da inscrição.

Confira a relação de vagas ofertadas pelos Câmpus Hortolândia:

Técnico Integrado ao Ensino Médio:

Automação Industrial (35 vagas – período integral diurno) Informática (37 vagas – período integral diurno) Mecânica (32 vagas – período integral diurno)

Técnico Concomitante/Subsequente ao Ensino Médio: Eletroeletrônica (40 vagas – período noturno)

Fabricação Mecânica (40 vagas – período noturno)

O IFSP reserva 50% de suas vagas a estudantes que tenham cursado integralmente o ensino fundamental em escolas públicas. Também têm direito às vagas reservadas candidatos em situação de vulnerabilidade econômica e social, pretos, pardos ou indígenas, e pessoas com deficiência.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo whatsapp: (11) 98781 0008 – somente por mensagem de texto.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Novo semáforo na Avenida Anhanguera

Publicado

em

Novo equipamento fica no cruzamento com a Rua João Barreto da Silva e será ligado em breve

Se você trafega com frequência pela Vila Real, esteja atento às mudanças que acontecerão no trânsito na região, nos próximos dias. A Prefeitura implantou, nesta terça-feira (19/10), um novo semáforo no cruzamento da Avenida Anhanguera com a Rua João Barreto da Silva.

Técnicos da Equipe Semafórica da Secretaria de Mobilidade Urbana já colocaram as colunas semafóricas, a fiação e os focos. Quando todo o equipamento estiver instalado, será divulgada a data em que ele entrará em funcionamento.

Segundo a Diretoria de Operações, o novo semáforo contribuirá com a organização do trânsito no local, auxiliando também a evitar acidentes.

“Neste trecho, há linhas de ônibus atravessando a Av. Anhanguera e tem também a E.E. (Escola Estadual) Profa. Liomar Freitas Câmara, com alunos e profissionais. Verificamos que fica perigoso, pois a travessia do ônibus é lenta. Solicitamos aos motoristas que tomem cuidado com este novo semáforo”, afirma o diretor de Operações, José Eduardo Vasconcellos.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia registra mais de 500 casos positivos de Dengue em 2021

Publicado

em

Administração Municipal retoma nesta semana ação de casa a casa de busca e eliminação de criadouros do Aedes aegypti em diferentes regiões da cidade

Segundo a Vigilância Epidemiológica, órgão da Secretaria de Saúde, o município registra neste ano 503 casos positivos de Dengue. Já de Chikungunya são 3 positivos.

A Prefeitura de Hortolândia concluiu a ADL (Análise de Densidade Larvária) no município, na última semana. Com o início do período de temperaturas elevadas, condição que favorece a proliferação do Aedes aegypti, a ação é importante para a Administração Municipal verificar como está o nível de infestação de larvas do mosquito na cidade. A partir disso, são definidas estratégias de prevenção e combate ao inseto, que é o transmissor de doenças como Dengue, Chikungunya e Zika. 

A ADL é realizada pela UVZ (Unidade de Vigilância e Zoonoses), órgão da Secretaria de Saúde. A ação consiste em visitas aleatórias em casas de todas as regiões da cidade. É feito o sorteio dos quarteirões a serem visitados. De acordo com o veterinário do órgão, Evandro Alves Cardoso, foram visitados cerca de 3.000 imóveis. 

Os agentes da UVZ entram nas residências para investigar locais onde há larvas do mosquito. Elas são recolhidas, identificadas e contabilizadas para gerar o índice, que mede a quantidade de larvas encontradas, conhecido como Índice de Breteau. O índice é dividido em três escalas: de 0 a 1 é considerado baixo; de 1 a 4, médio; e acima de 4, alto. 

“A ADL é importante para direcionar as ações a serem realizadas nas regiões onde foram encontradas maior infestação de larvas. A ação também ajuda a identificar os principais criadouros onde foram encontradas larvas”, salienta Cardoso. A ação é feita três vezes ao ano: janeiro, julho e outubro. O índice deste mês deve ser finalizado nos próximos dias. Em julho deste ano, o índice registrado em Hortolândia foi de 1. Já em outubro do ano passado, o índice foi de 1,2. 

CASA A CASA

Com a conclusão da ADL, a UVZ retoma a ação de casa a casa de busca e eliminação de criadouros do Aedes aegypti em diferentes áreas da cidade. Nesta semana, as equipes do órgão estão nas regiões do Jardim Santa Emília e Jardim Amanda.

Na ação, os agentes visitam as residências para fazer a busca ativa e a eliminação de possíveis criadouros do Aedes aegypti. O objetivo é eliminar o inseto ainda na fase larval. Caso sejam encontradas larvas, algumas delas são recolhidas para identificação em laboratório. De acordo com o órgão, cerca de 80% dos focos estão nas casas das pessoas.

Com as chuvas registradas nos últimos dias, o veterinário Evandro Alves Cardoso orienta os moradores a redobrar os cuidados para evitar o acúmulo de água parada em casa, condição favorável para a fêmea do Aedes aegypti depositar os ovos, que darão origem a mais mosquitos.

A Prefeitura solicita que os moradores permitam a entrada dos agentes em suas casas. Os agentes estão identificados com crachá e uniforme. A Prefeitura ainda orienta a população a ficar atenta contra golpes. Nas visitas, os agentes não solicitam nenhum dado bancário ou informação pessoal dos moradores. A ação consiste somente na identificação e eliminação de criadouros do mosquito. Em caso de dúvidas, para saber em quais regiões da cidade será realizada a ação de casa a casa, a população pode ligar na UVZ nos telefones (19) 3897-3312 ou (19) 3897-5974.

A UVZ ainda orienta os moradores a manter tampados tonéis, barris e caixas d’água para evitar o contato do Aedes aegypti com água parada. Outras ações também importantes são colocar telas em ralos e mantê-los limpos, deixar garrafas com a boca virada para baixo e encher os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda.

Outra atitude que a população deve adotar no combate ao Aedes aegypti é evitar fazer o descarte irregular de resíduos em vias e áreas públicas e em terrenos baldios. A Prefeitura reforça a orientação para que os moradores façam o descarte correto de resíduos e materiais reaproveitáveis nos 11 PEVs (Pontos de Entrega Voluntária de entulho e outros materiais recicláveis) disponíveis na cidade. Em breve, a Prefeitura inaugurará mais dois PEVs. A lista dos PEVs está disponível no site da Prefeitura, por meio deste LINK.

Continue Lendo

Populares