Ação será neste sábado (02/12) no Jd. Amanda 1 e no Jd. N. Sra. de Fátima, das 9h às 16h

A Prefeitura de Hortolândia realizará, neste sábado (02/12), mutirão para fazer o cadastro e entregar o cartão IPTU Zero para moradores do Jardim Amanda I e do Jardim Nossa Senhora de Fátima. Na ação, que acontecerá das 9h às 16h, servidores da Administração percorrerão os bairros, casa a casa. O objetivo é tirar dúvidas dos moradores e informar a população sobre o uso do cartão que garante créditos para quitação do IPTU toda vez que comprar na rede de lojas credenciadas ao programa. De acordo com a Secretaria de Finanças, 10.700 moradores já têm o cartão. A rede credenciada conta com 156 estabelecimentos, entre eles, o supermercado Good Bom.

A secretária-adjunta de Governo, Silvania Anizio da Silva, orienta os moradores dos bairros Amanda 1 e Nossa Senhora de Fátima a receberem o servidores com o número do CPF e o carnê do IPTU em mãos para realização do cadastro. “O cartão será entregue desbloqueado para que a pessoa já possa utilizá-lo na rede de lojas credenciadas e comece a acumular créditos para quitar o IPTU”, explica a secretária.

A Prefeitura fará mais um mutirão do cartão IPTU Zero no próximo sábado (09/12) em outras regiões da cidade. Os bairros atendidos no segundo mutirão serão divulgados nos próximos dias pela Administração.

Os moradores também podem solicitar o cartão IPTU Zero na Prefeitura ou em 93 pontos de distribuição implantados na cidade. A lista completa pode ser consultada no site www.meucartaocidadao.com.br ou no site da Prefeitura, http://www.hortolandia.sp.gov.br/.

CRÉDITOS

O cartão IPTU Zero integra o Programa de Fortalecimento do Comércio Local, por meio do qual a Prefeitura quer retomar o crescimento econômico do município, a geração de renda e empregos. Ao utilizar o cartão IPTU Zero, os moradores acumulam créditos para quitar o imposto toda vez que consumirem na rede de lojas credenciadas.

Os créditos são gerados pelo percentual de desconto oferecido pelo lojista sobre o valor da compra. Metade dos créditos deve ser utilizada para a quitação do imposto, podendo chegar a 100% do valor. Da outra metade dos créditos, o consumidor poderá usar 40% como quiser nas lojas credenciadas. Os 10% restantes vão para o Fundo de Redistribuição de Renda.

Ao emitir o carnê do IPTU, a Prefeitura descontará automaticamente o valor acumulado durante o ano. Se o morador acumulou um valor igual ao do IPTU, estará isento do pagamento do imposto. Se for menor, pagará apenas a diferença. Caso seja maior, os créditos ficam acumulados para o ano seguinte.

Artigo anteriorPrefeitura inicia mutirão de limpeza na avenida Olívio Franceschini Destaque
Próximo artigoAssembleia de Deus do Ministério do Belém em Hortolândia/SP apresentará Cantata de Natal