m evento que discutiu as vocações da região, nesta sexta-feira (21/05), a Prefeitura de Hortolândia esteve presente, por meio de Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, participando do painel sobre inclusão produtiva. O encontro “Programa de articulação regional de políticas públicas” foi promovido por FGV (Fundação Getúlio Vargas), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e IMA (Informática de Municípios Associados), no Teatro da IMA, na rua Padre João Garcia, Ponte Preta, n°101, Campinas.

Na ocasião, técnicos da FGV apresentaram dados econômicos da RMC, ressaltando as vocações de cada cidade. Em seguida os convidados se dividiram em grupos para discutir e apresentar propostas sobre as seguintes temáticas: Governança, Compras Públicas, Democratização e Inclusão produtiva.

Hortolândia abordou o modelo de negócios por cooperativismo e alternativas de empréstimos para o setor.

O secretário de Inclusão e Desenvolvimento Social de Hortolândia, Francisco Raimundo da Silva, falou sobre autoestima e como estimular o espírito empreendedor. 

“A autoestima é fundamental para que o empreendedor aja de acordo com seus valores, estilo, missão.  O primeiro empreendimento deve vir de dentro, buscando conhecer quais são suas qualidades, suas limitações. A validação de amor próprio irá colaborar para desenvolver sua autoconfiança e com segurança poderá apresentar suas ideias, enfrentar os desafios e saber tomar boas decisões, mesmo quando estão sob pressão. Dessa forma, mesmo que possa surgir dificuldades, isso não irá tirar do seu foco, do seu empreendimento próprio, porque verdadeiramente encontrou a realização, não importando o que terá que lutar pela frente, porque o que faz bem a si, conseguirá fazer bem ao outro”, afirmou o secretário.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia