O prefeito Antonio Meira recebeu em seu gabinete, nesta quinta-feira (29/05), os comandantes da Polícia Militar de Hortolândia, Maxwel Isidoro da Silva, da 3ª companhia de polícia, e Valdir Pereira da Silva, da 4ª companhia. O encontro foi uma reunião de trabalho para que a Administração Municipal e a Polícia firmem parcerias com objetivo de aumentar a segurança da população. Também participaram da reunião o secretário de segurança Marcelo Borges e a comandante da Guarda Municipal, Luzanira Joaquim Nascimento.

 O prefeito destacou durante a conversa com os comandantes que, apesar de ser responsabilidade do governo estadual garantir a segurança da população, a Prefeitura se preocupa em resguardar a população contra a criminalidade. “O município pode colaborar com a Polícia Militar em atividades de parceria com a Guarda Municipal, a fim de que a população encontre mais viaturas nas ruas e sinta-se mais segura”, disse Meira.

“Aumentamos o policiamento em horário comercial nos principais pontos comerciais e conseguimos reduzir o número de roubo a pedestres. Sem dúvida, o apoio da Guarda Municipal neste patrulhamento, colabora para diminuir as ocorrência”, disse o comandante Valdir.

 Uma das possibilidades de parceria é que a Polícia informe à Guarda Municipal ocorrência de furto e roubo de veículos. Estes dados podem ser lançados no sistema de monitoramento por câmeras de segurança, instaladas pela Prefeitura em 47 pontos diferentes da cidade. “Com estas informações no sistema de Guarda, as câmeras estarão em alerta para imagens de veículos fruto de crime”, exemplificou Borges.

Meira também sugeriu ao comandante Maxwel um novo local para instalar a 3ª companhia, que hoje funciona no Parque Ortolândia. “A visibilidade da Polícia já coíbe a criminalidade. Em breve vamos receber de volta um prédio na rua Líbero Badaró, no Jardim Santa Rita de Cássia, utilizado pelo Fórum. Convido o comandante a visitar o local e analisar a viabilidade de mudar a companhia para aquele endereço”, sugeriu Meira.

Companhia de escolta

 Outra questão abordada no encontro é a necessidade de uma companhia de escolta para o Complexo Penitenciário Campinas-Hortolândia. Hoje, são as viaturas das companhias de polícia de Hortolândia que realizam escolta de presos durante audiências e em caso de atendimento médico. O prefeito informou que irá, nas próximas semanas, à Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo tratar sobre este assunto.

 O prefeito lembrou, ainda, que mais importante que realizar prisões é evitar que as ocorrências aconteçam. “A Polícia Militar e a Guarda Municipal podem trabalhar integradas com o objetivo maior de dar segurança à nossa população”, enfatizou.

Artigo anteriorForagido tenta enganar polícia com documento falso, mas acaba preso
Próximo artigoCorrida 7k acontece neste domingo (31/05)