Boa notícia para os apreciadores da sétima arte. A Prefeitura de Hortolândia e o Ponto MIS (Museu da Imagem e do Som) retomam a parceria no projeto online “Bate-Papo de Cinema”, que realiza exibição de longas-metragens e debates. Para marcar a retomada, o projeto promove uma mostra do cineasta Héctor Babenco (1946-2016). A mostra começa com o filme “O Beijo da Mulher Aranha”. O projeto disponibilizará via online o filme para o público a partir desta quinta-feira (13/05) até o sábado (15/05). Para assisti-lo, é necessário fazer inscrição por meio deste LINK.

No sábado (15/05), às 18h, o projeto realizará bate-papo sobre o longa-metragem. A atividade será transmitida no canal do YouTube do Ponto MIS. Não é necessário fazer inscrição. O bate-papo será com a jornalista Simone Zuccolotto, a produtora de cinema e filha de Héctor Babenco, Myra Arnaud Babenco, e a cineclubista Michelle Britto, com mediação do professor Bruno Cucio.

“O Beijo da Mulher Aranha” é uma das obras mais aclamadas de Héctor Babenco. O filme é baseado no romance “El Beso de La Mujer Araña”, do escritor cubano Manuel Puig (1928-1961). 

O longa-metragem é considerado um marco por impulsionar o cinema brasileiro e lançar a atriz Sônia Braga no mercado internacional. Lançado em 1985, o filme é coestrelado por William Hurt e Raul Julia. Por sua atuação no filme, Hurt ganhou o Oscar de Melhor Ator e o prêmio na mesma categoria do prestigiado Festival de Cinema de Cannes. O filme também foi indicado ao prêmio Palma de Ouro no mesmo festival. 

A produção conta a história de dois presidiários que dividem a mesma cela. Um deles é o homossexual Molina (William Hurt), que alimenta fantasias inspiradas por filmes antigos de Hollywood. O outro presidiário é Valentim (Raul Julia), um revolucionário que foi gravemente ferido. Molina tenta manter Valentim por meio de suas histórias fantásticas em que mistura fatos reais com trechos de filmes. Sônia Braga interpreta as personagens Marta, a namorada de Valentim, a cantora de cabaré Leni e a Mulher Aranha.