A Ponte Estaiada, um dos cartões postais de Hortolândia, estará em breve nas telas de cinema. A ponte é um dos cenários do filme brasileiro “Tração”. Na noite desta segunda-feira (10/05), a equipe de produção do longa-metragem fez filmagens na estrutura. Em função disto, a Prefeitura interditou o trânsito de veículos no local no início da madrugada. O prefeito José Nazareno Zezé Gomes e o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, acompanharam a montagem dos equipamentos com o diretor do filme, André Luís Camargo. O prefeito destacou a escolha do município para ser cenário do longa-metragem. “A cultura nacional merece nosso apoio”, salientou Zezé.

De acordo com o cineasta, foram filmadas cenas de perseguição com dublês, que utilizaram três motos. André Luís Camargo ficou “encantado” com a ponte quando passou por ela de carro. Ele explicou que a ponte foi escolhida por ser toda iluminada, por sua beleza e extensão. O diretor destacou ainda que “Tração” é o primeiro filme de ação brasileiro com motos. Antes de se tornar cineasta, André Luís Camargo foi piloto de motocross, tendo disputado competições no Brasil e internacionais.

De acordo com o diretor, “70% do filme já foi gravado”. As gravações começaram no ano passado e foram suspensas em função da pandemia do Coronavírus. O filme é estrelado por artistas conhecidos, com destaque para Marcos Pasquim e Fiuk. O elenco conta ainda com André Ramiro, Maurício Meirelles, Nelson Freitas, Bruna Altieri e Paola Rodrigues. O próprio diretor também aparece no filme como o personagem Nivaldo. O filme ainda não tem data de estreia prevista. “Tração” é o terceiro longa-metragem de André Luís Camargo. Seus filmes anteriores são “Máscaras” e “Amor, Confuso Amor”.

Para o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, a gravação de cenas do filme mostra que a cidade é bem estruturada. “Estamos muito felizes com a escolha da cidade para a gravação de uma das principais cenas do filme. ‘Tração’ será o primeiro filme de ação sobre duas rodas brasileiro. Isto demonstra que o município pode acolher este tipo de obra que será exibida nacionalmente e até internacionalmente. Além disso, essa atividade movimenta a economia local, pois temos pessoas conhecendo o município. Outro ponto positivo é o grande incentivo para a nossa produção cultural. Hortolândia é reconhecida como um cenário interessante, com estética e valor agregado para produções, e um atrativo turístico importantíssimo. Um belo presente de aniversário para nossa cidade e nossa população, que se sente ‘empoderada’ por receber esse destaque cinematográfico”, destacou Bueno. Hortolândia completa 30 anos de emancipação política no próximo dia 19.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia