Nossa Cidade

Obras de drenagem acontecem próximo ao Centro de Formação ‘Paulo Freire’

Canteiro de obra foi alterado temporariamente para que entrega do trabalho não sofra atraso

obras de drenagem proximo ao centro de formação paulo freire

A Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Obras, alterou o local das intervenções da obra de microdrenagem, em andamento na região central da cidade. O trabalho, que até então se concentrava na rua José Camilo de Camargo, em frente ao Shopping, precisou ser suspenso. Com isso, os operários realizam, nesta semana, trabalhos de escavação e instalação de aduelas na rua Maria Bernandes, do lado esquerdo do Centro de Formação dos Profissionais em Educação Paulo Freire.

A operação foi suspensa nas proximidades do Shopping até que a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) realize uma interferência em adutoras do sistema de água, que passa pelo trecho. Para isso, é aguardada a chegada de peças feitas sob encomenda. A previsão é que o material necessário já esteja disponível na próxima semana.

Para que o prazo da obra não se estenda, a Secretaria de Obras decidiu realizar, neste período de espera, as intervenções necessárias na rua Maria Bernardes. Toda a obra, que deve durar 90 dias para ser concluída, está estimada em R$ 3,118 milhões.

O trabalho consiste na abertura do pavimento de ruas importantes, como a Luiz Camilo de Camargo, Antônio Bernardes e Euclides Pires de Assis, numa extensão de aproximadamente 700 metros, desde a região do Shopping Hortolândia até o Centro de Formação dos Profissionais da Educação Paulo Freire. As ruas receberão tubos, que medem quatro metros quadrados. Com isso, as aduelas vão captar a água da chuva e acabar definitivamente com as enchentes que atingem o Centro da cidade.

Fim das enchentes

Comerciantes e moradores do Remanso Campineiros enfrentavam, há décadas, problemas com inundações nas ruas do centro. A falta de sistema de drenagem de águas pluviais, a pequena quantidade de bocas de lobo e a proximidade com o Ribeirão Jacuba traziam transtornos aos imóveis da região central. Além da enxurrada que invadia as casas e lojas, o aumento do volume da água do córrego tornava inviável até mesmo o tráfego de veículos em alguns trechos.

Desde que a Prefeitura de Hortolândia iniciou um pacote de obras para contenção de enchentes em toda a cidade, Hortolândia conseguiu minimizar o impacto trazido pelas chuvas. Parte do Ribeirão Jacuba já está canalizado, com trechos de canal fechado inclusive, como no Jardim Malta. Outra parte da canalização teve início nesta semana, com a meta de mais 1.500 metros de canal aberto.

Na região do Jardim Minda, a Administração Municipal constrói dois reservatórios de contenção de enchentes, o JAC-1 e JAC-2. Os reservatórios armazenarão a água da chuva e poderão, até mesmo, abastecer a cidade com a reserva. A obra terminará em 2014, mesmo prazo para a conclusão das obras de microdrenagem na região central.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia


Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98