Mutirão é realizado para limpar ruas, fazer manutenção em pontes, calçadas, asfalto e em prédios públicos

As equipes de limpeza e manutenção da Prefeitura de Hortolândia realizaram, nesta segunda-feira (26/11), um mutirão com serviços em todas as regiões da cidade. O objetivo é a recuperação dos danos causados pelas fortes chuvas deste final de semana que alagou ruas, casas e prédios públicos. A Defesa Civil registrou 85 mm (milímetros) de chuva das 19h do sábado (23/11) às 19h de domingo (25/11).

De acordo com o Departamento de Serviços Urbanos, a “força-tarefa” da Administração retirou das vias restos de galhos, folhas, muito lixo, entulho e lama. Também foram retomadas as manutenções em pontes, calçadas, além do conserto em infiltrações no asfalto e rompimento de tubulações.

“Retiramos materiais orgânicos das vias, mas encontramos muito lixo, restos de construção civil, madeira e até colchões e sofás. Os materiais sem utilidade para a população devem ser descartados nos PEV´s (Pontos de Entrega Voluntária) e LEV’s (Locais de Entrega Voluntária) distribuídos por toda a cidade. O descarte correto evita o entupimento de bueiros”, explica o gerente de manutenção do Departamento de Serviços Urbanos, Domingos Pereira Filho.


MUTIRÃO

Na ponte que liga o Jardim Sumarezinho ao bairro Santa Emília, intervenções que já aconteciam na semana passada para evitar deslizamentos foram retomadas. De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, no Jardim Rosolen, às margens da Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101), há um afundamento no asfalto, mas a concessionária Rodovias do Tietê, responsável pela manutenção do local, já foi acionada para a recuperação da área.

Após o mutirão de limpeza na UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) do Jd. Rosolen, o atendimento na unidade foi normalizado. Também foram afetadas pelo temporal, a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Salvador Zacharias Pereira Júnior, no Jd. Novo Ângulo, e a Emef Jardim Nova Europa tiveram as aulas do período da manhã suspensas nesta segunda-feira. Após a limpeza dos espaços as aulas do período vespertino foram retomadas. Já na Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Josias da Silva Macedo, no Jd. Nossa Senhora de Fátima, a aula será retomada nesta terça-feira (27/11).

O Ginásio Poliesportivo Victor Savala e o Parque Socioambiental Irmã Dorothy, localizados no Jardim Nossa Senhora de Fátima, foram invadidos pela água, mas a limpeza foi realizada e, nesta terça-feira (27/11), os espaços serão liberados para atividades. Ruas dos bairros Jardim Ricardo, Adelaide e Firenze foram lavadas para retirada da lama.

No Jardim Amanda, a parte baixa da lagoa recebeu limpeza pelo acúmulo de lixo que chegou ao local por meio de correnteza. Já no Jardim Santa Esmeralda e Nova Hortolândia são realizadas manutenções em tubulações de águas pluviais que foram rompidas.

“A temporada de chuvas chegou e necessitamos da colaboração das pessoas para evitar alagamentos de grandes proporções. Ao descartar lixo e entulho em qualquer local, o munícipe está cometendo um crime ambiental e aumentando, consideravelmente, a chance de entupimento dos bueiros, principal causa dos alagamentos”, observa o diretor do Departamento de Serviços Urbanos, Renato Sarto. Denúncias deste tipo de crime ambiental podem ser feita por meio do WhatsApp (19) 99976-1840.

CHUVAS DE VERÃO

A Prefeitura de Hortolândia elabora um plano para o período de chuvas. Uma reunião realizada pela Secretaria de Segurança e a Defesa Civil, nesta segunda-feira (25/11), definirá estratégias para a prevenção de desastres naturais na temporada chuvosa, com ações integradas com diversas de secretarias municipais.

Agentes da Defesa Civil, vinculada a Administração, participaram, também neste mês, de uma oficina promovida pela Defesa Civil do Estado para orientar agentes dos municípios de São Paulo a tomar medidas preventivas no período de chuva

A Operação Chuvas de Verão tem como objetivo realizar vistorias preventivas nos principais pontos de alagamento do município e prevenir desastres naturais ocasionados, além de acompanhar, por meio de radares meteorológicos, as previsões de chuva e os índices pluviométricos (quantidade de chuva em determinada área). A população  pode entrar em contato com o órgão, por meio do telefone 199, para fornecer informações de ocorrências de chuvas.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolândia