21 de junho de 2024
Nossa Cidade

Fiscalização, orientação, manutenção e notificações contra descarte irregular de esgoto são realizadas em Hortolândia

Prefeitura intensifica ações que contribuem com o meio ambiente

Comemorar o Dia Mundial da Água realizando ações para proteger o meio ambiente faz parte da parceria entre Prefeitura de Hortolândia e Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo). O trabalho segue com o objetivo de evitar o descarte irregular do esgoto doméstico, notificar infratores além de realizar orientações e serviços para melhorias nas redes localizadas em todas as regiões da cidade.

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, desde a semana anterior, já foram realizadas vistorias contra o descarte irregular de esgoto doméstico nas redes de águas pluviais, e realizadas manutenções em bocas de lobo. Cinco residências no Jardim São Jorge e uma no Jardim Campos Verdes foram notificadas após constatação do descarte. Outras residências destes bairros receberam orientações. A ação também foi realizada na Vila Real. Já no Jardim Amanda, Jardim Santa Clara do Lago e Jardim Adelaide, as equipes da Administração Municipal realizaram a desobstrução na rede de esgoto. No Jardim Nossa Senhora Auxiliadora, uma tampa de poço de visita, dispositivo que permite o acesso às redes, foi furtada. No lugar, uma nova peça  já está instalada.

“Nesta terça-feira estamos comemorando uma importante data, o Dia Mundial da Água, mas as ações para preservar a água acontecem todos os dias em nossa cidade. São trabalhos de rotina com a fiscalização, manutenção, orientação e notificação realizados, todos os dias,  por nossas equipes junto com a Sabesp em todas as regiões da cidade. São essas ações que contribuem para o meio ambiente e o saneamento básico da cidade. Precisamos também da colaboração da população. Todo cuidado é importante”, explica o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão.

FISCALIZAÇÃO

De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, por semana, as equipes fiscalizadoras encontram de 15 a 20 ligações irregulares em diferentes regiões de Hortolândia. “Esta ação, além de prejudicar o meio ambiente, causa transtornos ao próprio morador que realizou esta ligação irregular. Descartar materiais na rua, além de crime ambiental, também obstrui as redes de águas pluviais causando uma série de problemas. O ciclo de contribuição precisa ser realizado por todos para o correto funcionamento do sistema e a preservação do meio ambiente”, explica o agente de fiscalização da Secretaria de Serviços Urbanos, Claudimir de Oliveira. 

RUMO À UNIVERSALIZAÇÃO

Atualmente, Hortolândia conta com 99% de esgoto coletado, sendo que 100% é tratado. O descarte irregular de esgoto está sujeito a multa. De acordo com a Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, quem quiser ajudar na identificação de pessoas e veículos que praticam crime ambiental podem enviar fotos e textos para o aplicativo do Programa Agenda Verde. Para baixar o aplicativo, basta fazer o download gratuito nas plataformas Google Play ou App Store do seu smartphone. A identidade dos denunciantes é mantida em sigilo.

“Todos os trabalhos das equipes da Prefeitura e da Sabesp são interligados por esta parceria. É uma engrenagem. Um depende do outro para que o serviço tenha o correto funcionamento. Também precisamos do apoio e da colaboração da população”, explica Panício.

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98