Nossa Cidade

Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres de Hortolândia abre inscrições para a eleição de novas integrantes

Seleção das representantes da sociedade civil e entidades acontecerá nos dias 16 e 17 deste mês, durante a Feira de Apoio ao Empreendedorismo da Mulher de Hortolândia

Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres de Hortolândia abre inscrições para a eleição de novas integrantes

O CMDM (Conselho Municipal dos Direitos da Mulher) fará, nesta quarta e quinta-feira (16 e 17/10), durante a Feira de Apoio ao Empreendedorismo da Mulher de Hortolândia, a renovação do quadro de conselheiras para o biênio 2014-2015. São ao todo 20 vagas, cinco para representantes da sociedade civil, dez do poder público e cinco do segmento social. A posse da nova diretoria está prevista para ocorrer na próxima sexta-feira (18/10).

Promovida pela Prefeitura de Hortolândia, por meio da Secretaria de Chefia de Gabinete, a Feira acontece juntamente com a Festa do Migrante, entre os dias 16 e 20 deste mês, no Parque Socioambiental Renato Dobelin, na região central. Os eventos são gratuitos.

Como se inscrever

Para as cinco vagas relativas à sociedade civil, podem se candidatar mulheres acima de 18 anos, moradoras de Hortolândia. As interessadas devem se inscrever na hora, durante o evento, para serem votadas pelas mulheres presentes.

No segmento social, poderão disputar entidades de redes e articulações feministas, de defesa dos direitos das mulheres ou organizações de caráter sindical, associativo, profissional ou classista que atuem na defesa da democracia e na promoção da igualdade social e dos direitos das mulheres. As entidades interessadas em participar devem estar de acordo com os seguintes pré-requisitos: atuar na mobilização, organização, promoção, defesa ou garantia dos direitos das mulheres e compartilhar os princípios da Política Nacional para as Mulheres, aprovados na I, II e III Conferências Nacionais de Políticas para as Mulheres. A habilitação das instituições acontecerá durante a Feira.

Para as vagas relativas ao poder público, as conselheiras serão indicadas pela Prefeitura. O processo de renovação terá duas etapas: a primeira é para eleição das candidatas da sociedade civil e a segunda, para a votação das representantes das entidades da presidente do colegiado.

De acordo com a atual presidente do CMDM, Marisa Capelassi, a proposta é que o órgão seja um centro permanente de debates entre vários setores da sociedade. A diretoria eleita ficará responsável por contribuir com a fiscalização das políticas relativas aos direitos da mulher.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Prefeitura de Hortolândia

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98