Connect with us

Nossa Cidade

Com o tema “Solidariedade e Cooperação”, chega ao fim a primeira temporada da série de podcasts que estuda memórias de idosos de Hortolândia

Publicado

em

Projeto Articuladas é fruto de pesquisa feita por extensionistas da PUC Campinas em parceria com a Prefeitura

Após quatro meses de publicações periódicas, chega ao fim, nesta terça-feira (21/12), com a postagem do sétimo episódio, a primeira temporada da série “Sísifo e o cuidado”. Os áudios abordam temas sociais relevantes e variados, que surgem a partir dos relatos das memórias de idosas e idosos integrantes do Grupo da Melhor Idade do CCS (Centro de Convivência Social) do Jardim Rosolém, em Hortolândia. Desta vez, o debate aborda algo cada vez mais necessário na atual sociedade brasileira e mundial: “Solidariedade e Cooperação”.

O episódio já está disponível na plataforma digital Spotify e pode ser ouvido, clicando neste link: https://open.spotify.com/episode/3JTkzxyw9X4UzI3b8oewfy?si=vc3pbbZIQxiAvkK-a3DfHA&nd=1. Participam do debate a primeira-dama de Hortolândia e presidente do Fundo Social de Solidariedade do município, Maria dos Anjos Assis Barros, e a coordenadora do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Jardim Novo Ângulo, Eliane Silva.

No Spotify, também é possível ouvir os outros seis episódios publicados anteriormente, que enfocam: Cuidado e Proteção Social, Migrações e Território, Trabalho e Economia Nacional, Envelhecimento e Vulnerabilidade Social, Seguridade Social e Direitos Humanos e, por fim, Saúde Mental e Integralidade.

Para quem acompanhou de perto cada abordagem, a boa notícia é que a segunda temporada está prevista para acontecer em 2022. A ideia é que seja ampliada, envolvendo novos grupos vinculados ao CRAS Novo Ângulo, e possa render também um ebook. Para Eliane Silva, o saldo da temporada inicial é “muito positivo, pois o projeto do podcast alcançou o seu objetivo. Eternizou a história dos nossos usuários e trouxe um olhar moderno ao nosso trabalho”, avalia.

“Esse tema [do cuidado] é transversal, integra muitas outras problemáticas sociais, como as migrações, o mercado de trabalho, a família e o envelhecimento, a cidadania e os direitos humanos, a saúde e a solidariedade. Com as idosas e idosos eu descobri também que ‘cuidado’ é um termo de muitas definições. Achei muito rico perceber que para elas, ‘cuidado’ tem a ver sobretudo com escuta e atenção às necessidades do outro, mas que também percebem ‘cuidado’ como um trabalho, um trabalho amoroso e exigente. O podcast aproximou várias instituições e atores: o Grupo da Melhor Idade do CCS do Jardim Rosolem/CRAS Novo Ângulo, a equipe de gestores da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social, o Fundo Social de Solidariedade e a PUCC, através dos projetos de extensão de outros colegas. O Projeto Articuladas vai continuar atento e participativo na escuta, para continuar costurando, em diálogo com Hortolândia, novas ações que fortaleçam as mulheres e aqueles grupos ainda invisibilizados”, afirma a Prof.ª Dr.ª Stela Cristina de Godoi, da Faculdade de Ciências Sociais e também extensionista da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários da PUC Campinas, que está à frente do projeto.

Sobre a série

A série de podcasts, lançada em setembro deste ano, resgata as memórias de idosas e idosos moradores da região do Jardim Rosolém, em Hortolândia. O produto técnico-cultural é fruto do Projeto de Extensão “ARTiculadas”, desenvolvido por extensionistas da PUC Campinas (Pontifícia Universidade Católica de Campinas). O projeto acontece em parceria com a Prefeitura de Hortolândia, por meio do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Jd. Novo Ângulo, órgão da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social.

Após contatos travados ainda em 2019, os relatos de vida foram coletados em plena pandemia do Coronavírus, no segundo semestre de 2020, depois que os pesquisadores começaram a acompanhar as atividades socioeducativas realizadas de maneira remota com os grupos de idosos vinculados ao CCS (Centro de Convivência Social) do Jardim Rosolém. O contato foi fundamental para que fosse identificado o perfil sociocultural do grupo.

Sobre o mito de Sísifo:

Na mitologia grega, Sísifo era um homem que ousou desafiar os deuses. Capturado, sofreu punição severa. Para toda eternidade, teria de empurrar uma pesada pedra da base até o topo de uma montanha; a pedra rolaria para baixo e ele teria que começar tudo novamente, a cada dia. Para o filósofo Albert Camus, que trouxe às gerações atuais importantes reflexões sobre este mito, ele enfoca um ser que, mesmo condenado a uma tarefa sem sentido, vive a vida ao máximo, lutando contra a morte. Mesmo reconhecendo a falta de sentido no que faz, Sísifo continua executando sua tarefa diária. 

Confira a descrição do 7° Episódio:

A solidariedade é a ligação entre os vínculos sociais cotidianos e a organização política. A cooperação face a face, por sua vez, é a maneira prática de gerar solidariedade. Todavia, os contextos de crise social como a que estamos vivendo hoje tendem a esgarçar as redes sociais que sustentam as coletividades, comprometendo o espírito cooperativo do qual depende tanto a solidariedade humana. A pandemia do Covid-19 mostrou como a solidariedade é importante e se expressa nos nossos atos mais cotidianos de cuidado com o outro. Usar máscara, não colocar o outro em risco de contágio, participar de ações sociais, escutar e acolher, defender os direitos do mais vulneráveis, dividir as tarefas domésticas com as mulheres- Sísifo de suas vidas, se indignar com o racismo, o machismo e qualquer outra forma de preconceito, todos esses exemplos são disposições de quem coopera e quer construir um mundo melhor, mais justo e menos violento.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Hortolândia conclui semana com mutirão da Operação Tapa-Buraco, limpeza e poda do mato

Publicado

em

Ações foram realizadas em diversas regiões da cidade

As equipes da Prefeitura de Hortolândia concluíram, nesta sexta-feira (14/01), as etapas da Operação Tapa-Buraco. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, desde o começo da semana, os trabalhos foram realizados todos os dias em diferentes regiões da cidade. No Jardim Adelaide, a etapa aconteceu na rua Orlando Singorelli. A rua Vereador Antonio de Melo Costa, no Jardim Santa Emília, também recebeu a operação

Já no Jardim Santa Esmeralda, as ruas Pérola e Diamante, que margeiam a Rodovia dos Bandeirantes, foram as beneficiadas com o trabalho. “Nesta última etapa da semana, priorizamos as vias com mais movimento e que dão acesso à Rodovia dos Bandeirantes já que, por ali, passam diariamente muitos veículos pesados, como ônibus e caminhões. Com o solo molhado das chuvas desta semana, estes serviços preventivos continuarão acontecendo para evitar erosões e afundamentos. As ruas residenciais e com menor movimento também receberão a ação”, explica o secretário adjunto de Serviços Urbanos, Marcos Panício, o Mercadão.

MAIS ZELADORIA

A Administração Municipal também continuou o mutirão de zeladoria com poda do mato e limpeza nas unidades de saúde e em outros espaços públicos. Na manhã desta sexta-feira, o serviço foi concentrado na  UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jardim Novo Ângulo. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, a ação acontece para evitar o crescimento do mato é para manter o local limpo e em boas condições para receber a população.

Além disso, a ação também foi realizada nas áreas interna e externa do Centro de Convivência da Melhor Idade, no bairro Remanso Campineiro. O mutirão continuou também em áreas verdes localizadas próximas ao Parque Socioambiental Lago da Fé, em toda a extensão que margeia a avenida Joaquim Martarolli e na parte onde máquinas trabalham na construção de um novo viário, entre o Jardim Novo Cambuí e o Jd. São Sebastião. 

Continue Lendo

Nossa Cidade

Vem aí V Conferência Municipal da Igualdade Racial de Hortolândia

Publicado

em

A partir do dia 12 deste mês, quem tiver interesse no assunto e quiser contribuir com o processo de desenvolvimento de políticas públicas do município, pode acessar o site da Prefeitura hortolandia.sp.gov.br para enviar propostas e sugestões.


Para quem não tem acesso à internet, o Departamento de Direitos Humanos e Políticas Públicas para Mulheres, que fica na Rua João Blumer, 289, no Remanso Campineiro, disponibiliza uma ficha para ser preenchida e entregue lá mesmo com as propostas.


A V Conferência tem como tema “Enfrentamento ao racismo e às outras formas correlatas de discriminação étinico-raciais e de intolerância religiosa: política de Estado é responsabilidade de todos nós” e será realizada no próximo dia 29, das 8h às 16h, na EMEF Profª Marleciene Priscila Presta Bonfim, o Remanso Campineiro.

Para participar da etapa preparatória acesse o link e de a sua contribuição. https://docs.google.com/forms/d/1uLuCBMbQ_uF9wTREkM0gPLOcHxx8j5zW6F7-IycL0SI/edit

Continue Lendo

Nossa Cidade

Hortolândia recebe primeiro lote de vacina pediátrica da Pfizer neste fim de semana

Publicado

em

De acordo com a Secretaria de Saúde, a expectativa é que os imunizantes cheguem neste sábado (15/01) 

A Prefeitura de Hortolândia informa que está previsto o envio do primeiro lote da vacina pediátrica da Pfizer pelo governo estadual neste sábado (15/01). De acordo com a Secretaria de Saúde, o município deverá receber 1.150 doses para a vacinação contra a COVID de crianças de 5 a 11 anos.

A Secretaria de Saúde ressalta ainda que a vacinação no município será iniciada para crianças com comorbidade, conforme protocolo determinado pelo governo estadual. 

Em virtude da necessidade da organização logística, a Secretaria de Saúde salienta que não é possível iniciar a vacinação já na segunda-feira (17/01). Além disso, por se tratar de um imunizante diferente, é necessária a capacitação técnica das equipes de vacinação. Esta atividade será realizada na terça e quarta-feira (18 e 19/01). 

De acordo com a Secretaria de Saúde, a previsão é de que a vacinação seja iniciada na quarta-feira (19/01), na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dom Bruno Gamberini). Já na quinta-feira (20/01), a vacinação acontecerá na UBS Parque do Horto, e na sexta-feira (21/01) na UBS Campos Verdes. A Secretaria de Saúde reforça que a vacinação será realizada mediante agendamento no site da Prefeitura. A expectativa inicial é que sejam aplicadas 250 doses por dia.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Noticias

Amazon

Populares