Se você é empreendedor com dificuldades para manter seu negócio em razão da pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Hortolândia tem uma boa notícia. O Banco do Povo, órgão vinculado ao governo estadual, prorrogou até o dia 31 de julho o prazo para micros e pequenas empresas solicitarem linha de crédito emergencial para capital de giro. Em Hortolândia, a unidade do Banco do Povo é vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo e Inovação. A unidade fica dentro do HORTOFÁCIL, localizado na rua Argolino de Moraes, 405, Vila São Francisco. Mais informações e orientações, podem ser obtidas pelos telefones (19) 3965-1439 e (19) 3965-1400, ramais 8915 e 8920, via WhatsApp pelos números (19) 99166-0472, (19) 99976-3362, (19) 99522-8348 e (19) 98154-1560, pelos e-mails [email protected] e [email protected]. , ou ainda no site do Banco do Povo (CLIQUE AQUI).

Podem solicitar a linha de crédito emergencial empreendedores formalizados que sejam MEIs (Microempreendedores Individuais), MEs (Micro Empresas), EPPs (Empresas de Pequeno Porte), EIRELIs (Empresas Individuais de Responsabilidade Limitada) e LTDAs. (empresas de sociedade limitada), sem restrições creditícias junto ao SERASA e que realizaram cursos dos programas “Empreenda Rápido” ou “Empreenda Mulher”.

A linha de crédito emergencial é para os setores econômicos mais afetados pela pandemia, tais como bares e restaurantes, academias, beleza e estética, comércio e atividades imobiliárias, cultura e economia criativa, hoteis, turismo e artesanato, entre outros. Os valores variam de R$ 200,00 a R$ 10.000,00, com juros de 0,35%, mais 1% de TSF (Taxa de Sustentabilidade do Fundo). O prazo é de 36 meses, com carência de 180 dias. 

O Banco do Povo também disponibiliza linha de crédito para empreendedores do programa “Empreenda Rápido”. Os valores variam de R$ 200,00 a R$ 21.000,00, com juros que variam de 0,8% a 0,35%, mais 1% de TSF. O prazo é de 24 a 36 meses, com carência de 60 dias.

Também é disponibilizada linha de crédito para empreendedoras do programa “Empreenda Mulher”. Os valores variam de R$ 200,00 a R$ 21.000,00, com juros de 0,8% a 0,35%, mais 1% de TSF. O prazo é de 12 a 24 meses, com carência de 60 a 90 dias.

O empreendedor deverá apresentar os seguintes documentos para solicitar a linha de crédito emergencial:

–  CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou Carteira de Identidade (RG) e CPF (Cadastro de Pessoa Física) dos sócios e dos cônjuges (se houver) ou documento oficial com foto. Para estrangeiros, Registro Nacional de Estrangeiros (RNE)

– Inscrição no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), que pode ser consultado no site da Receita Federal;

– CND (Certidão Negativa de Débitos) ou CPD-EN (Certidão Positiva de Débitos com Efeitos de Negativa) válida e emitida pela Receita Federal;

– Certidão de Regularidade válida no FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço), emitida pela Caixa Econômica Federal ou

Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) para empresas sem funcionário;

– Inscrição estadual (quando houver)

– Inscrição municipal (quando houver);

– Certidão de casamento do cliente e dos sócios. Nos casos de separação ou viuvez, apresentar as devidas certidões e, caso declare união estável, apresentar documento que a comprove;

– Comprovante de endereço recente (com menos de 90 dias, podem ser conta de água, luz ou telefone) em nome da empresa ou do responsável;

– Cartão ou extrato de conta bancária em nome da empresa ou do sócio que

receberá os recursos; 

– Orçamento do bem a ser financiado no qual conste o nome do fornecedor ou da razão social, o número do CPF ou CNPJ, endereço e telefone, além da descrição detalhada dos bens, serviços ou mercadorias a serem financiadas e a forma de pagamento à vista. Para capital de giro, em

substituição, podem ser aceitas cópias das notas fiscais de compras dos últimos três meses, em substituição ao orçamento;

– Plano de Negócio para início de atividade;

– Certificado do curso “Empreenda Mulher” (CLIQUE AQUI)

Observação: Caso necessário, o analista poderá solicitar o envio do projeto e/ou outras documentações.

Artigo anteriorPortal da Av. Thereza Ana Cecon Breda recebe cobertura metálica, nesta sexta-feira (18/06)
Próximo artigoPrefeitura e Sistema S oferecem cursos online de qualificação profissional