Connect with us

Nossa Cidade

Avanços na rede de urgência e emergência de Hortolândia são reconhecidos por representante do Ministério da Saúde

Prefeitura

Publicado

em

Banner

Os avanços no trabalho desenvolvido pela equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Hortolândia, ao longo dos últimos 12 anos, foram conferidos de perto pelo Coordenador Nacional de Urgência e Emergência do Conselho Federal de Enfermagem, Eduardo Fernando Souza, que esteve na cidade na manhã desta sexta-feira (07/08). O profissional, que é membro do Comitê Gestor de Crise COVID-19, do Ministério da Saúde, elogiou a forma como a Prefeitura de Hortolândia organizou os serviços de urgência e emergência para atender a elevada demanda de pacientes, ocasionada pela pandemia de Coronavírus.

Souza já foi servidor do Samu de Hortolândia durante dois anos, desde a implantação do serviço em 2007 até 2009, quando foi convidado a integrar a equipe do Ministério da Saúde. “Tive a oportunidade de conhecer o Samu desde sua inauguração. Voltando hoje, fico muito feliz em observar os processos de trabalho que foram implementados, os dados epidemiológicos do município e o cuidado com a frota, completamente renovada. O sistema de motolâncias para suporte intermediário de vida é único no interior do estado de São Paulo e representa um grande diferencial. Além disso, a tecnologia implantada na Central de Regulação e nas equipes de socorro, com rádios e GPS integrado, facilita muito o tempo de resposta entre o chamado e a chegada do socorro, um benefício para o cidadão, principalmente”, destacou o coordenador nacional.

“Estamos felizes em receber uma visita importante como esta e sermos reconhecidos pelo nosso trabalho. Nossos avanços são evidentes, ainda mais nesta época de pandemia, em que tivemos que nos adaptar à nova realidade e reorganizar a enfermagem, a oferta de equipamento e todo os sistema de urgência e emergência do município”, disse o coordenador do Samu de Hortolândia, José Roberto Silva.

Além da sede do Samu, órgão da Secretaria de Saúde, Souza visitou também a UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) do Jd. Rosolen, que junto das UPAS-24h Jardim Amanda e Jd. Nova Hortolândia, em parceria com o Serviço Móvel, integram a rede de urgência e emergência de Hortolândia. “A UPA Jd. Rosolen é muito bem estruturada e reflete o atendimento das demais unidades de pronto atendimento da cidade. É nítido observar que o fluxo positivo implantado no local. Geralmente, quando a rede básica não funciona, as UPAs ficam lotadas, sobrecarregadas. Aqui em Hortolândia isso não acontece: os munícipes só estão buscando as UPAs em caso de urgência e emergência mesmo. Isso é fruto do comprometimento e compromisso dos gestores públicos municipais e de todos os profissionais envolvidos com o sistema público de saúde”, enfatizou o coordenador nacional.

Samu de Hortolândia

O Samu de Hortolândia salva vidas há 12 anos. Desde que foi implantado em 23 de janeiro de 2008, no primeiro governo do prefeito Angelo Perugini, as equipes socorristas já realizaram mais de 210 mil atendimentos. Com o Samu, a Prefeitura presta um serviço mais ágil de socorro à população, em casos de acidentes ou mal súbito.

O serviço de acionamento do Samu pelo telefone 192 é um importante instrumento para a rede pública de saúde, uma vez que as equipes têm agilidade e eficiência no atendimento a situações graves. São cerca de 70 chamados por dia, de acordo com dados do serviço de triagem de ligações, que atende Hortolândia e Sumaré. Metade é para atendimentos em Hortolândia.

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Nossa Cidade

Hortolândia ultrapassa 500 mortes por Covid19

Portal Hortolândia

Publicado

em

Banner

Na noite dessa quarta-feira (12), a Prefeitura de Hortolândia confirma mais  duas mortes e a cidade agora tem 501 óbitos causados pela Covid-19.

O Estado de São Paulo registra nesta quarta-feira (12) 3.038.240 casos de COVID-19 no decorrer da pandemia, com 102.356 mortes.

Entre o total de casos, 2.725.477 tiveram a doença e já estão recuperados, sendo que 313.530 foram internados e receberam alta hospitalar.

Hoje, há 21.419 pacientes internados no estado, sendo 9.939 em unidades de terapia intensiva e 11.480 em enfermaria.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no estado é de 78,2% e na Grande São Paulo é de 76,4%.

Continue Lendo

Nossa Cidade

Prefeitura implanta passarela metálica para travessia de ciclistas e pedestres em trecho duplicado da Av. Thereza Ana Cecon Breda

Prefeitura

Publicado

em

Banner

A Prefeitura de Hortolândia iniciou, na manhã desta quarta-feira (12/05), a implantação de uma passarela feita em estrutura metálica, que servirá como trajeto da ciclovia e da passagem de pedestres na Av. Thereza Ana Cecon Breda, no trecho próximo ao IFSP (Instituto Federal São paulo de Educação, Ciência e Tecnologia). O trabalho faz parte da obra de duplicação da avenida, ação que está em fase final. De acordo com a Secretaria de Obras, a estrutura metálica tem aproximadamente cinco metros de extensão e passa sobre um córrego. A passarela é fechada para proporcionar segurança aos pedestres e ciclistas na travessia.

A duplicação da avenida foi iniciada no ano passado. Parte do trabalho já foi finalizado e a conclusão de um portal de boas vindas, em implantação no trecho, marcará a conclusão da obras. Segundo a Secretaria de Obras, para iniciar a duplicação da avenida, foi construída uma galeria de água pluvial, para captar a água da chuva e evitar enchentes. Além desse serviço, com o alargamento da via, as equipes trabalharam, em parceria com a CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) no deslocamento dos postes para as novas calçadas, oferecendo um trânsito mais eficaz e seguro.

O projeto completo da obra contempla a construção de ciclovia, calçada para pedestres, implantação de uma rotatória no acesso ao bairro Chácaras Recreio Alvorada, canteiro central, paisagismo, além do portal. As obras foram realizadas no trecho localizado entre o Jd. das Colinas seguindo até a divisa com Sumaré.  De acordo com a Secretaria de Obras, a duplicação abrange cerca de 940 metros da avenida. O próximo passo é a iluminação com luminárias de LED. 

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Nossa Cidade

Agentes da Defesa Civil de Hortolândia participam de formação sobre Operação Estiagem

Prefeitura

Publicado

em

Banner

Agentes da Defesa Civil de Hortolândia participaram, nesta terça-feira (11/05), em Americana, de um treinamento teórico sobre a “Operação Estiagem”, ação regional que teve início no dia primeiro deste mês, conforme o Plano de Contingência do Estado. A formação, realizada por instrutores do 16º Grupamento de Bombeiros, reuniu agentes da própria corporação e também da Defesa Civil de outras duas cidades, Santa Bárbara e Americana.

O treinamento enfocou as ações típicas do período, principalmente como atuar quando há fogo em vegetação, quais instrumentos são utilizados no combate e qual o papel de cada órgão.

“Este treinamento é de extrema importância para que possamos atuar de forma conjunta, cada qual com sua atribuição nas ações preventivas e de combate ao fogo nesse período de estiagem”, afirma o secretário de Segurança, Joldemar Nunes Correa.

Estiagem

Neste ano, a “Operação Estiagem” foi iniciada no dia primeiro de maio e deve se estender até 30 de setembro. De acordo com a Defesa Civil do Estado, a estiagem é “o resultado da redução, atraso ou ausência de chuvas, e períodos chuvosos previstos para uma determinada temporada. Nessa época, o ar fica mais seco, propiciando problemas respiratórios, gripes e alergias”. 

É um período de atenção e mudança com relação a certos hábitos, uma vez que, devido à diminuição nos reservatórios e rios brasileiros, pode ocorrer racionamento de água e também falta de energia elétrica, já que grande parte da eletricidade no país é produzida por usinas hidrelétricas. Outro risco importante é o aumento do perigo de incêndios em matas e florestas e os focos de queimadas nas cidades.

Veja algumas dicas da Defesa Civil sobre como agir no período de estiagem: 

Cuidados com a saúde: 

• Beba muita água, coma mais frutas e vegetais, pois a desidratação é um sério risco, principalmente para crianças e idosos;

• Evite objetos que acumulem poeira, como tapetes, cortinas e bichos de pelúcia;

• Evite ar-condicionado, pois resseca ainda mais o ar;

• Umedeça o ar de sua casa deixando toalhas úmidas em alguns cômodos;

• Limpe os olhos com algodão e água esterilizada para evitar irritações e outros problemas oculares;

• Evite fazer exercícios físicos quando o ar estiver muito seco, principalmente no horário da 11h às 17h.

Economize água: 

• Feche a torneira enquanto escova os dentes; 

• Evite banhos demorados e feche o chuveiro enquanto se ensaboa. Cinco minutos são suficientes para ficar limpinho e cheiroso; 

• Evite acionar a descarga à toa. Ela gasta muita água; 

• Não use o vaso sanitário como lixeira; 

• Sempre lave o carro com balde e água; 

• Evite usar mangueira para retirar o lixo da calçada. Uma vassoura resolve o problema, além de ser um bom exercício.

Utilize energia elétrica de forma inteligente: 

• Junte a maior quantidade de roupas para passá-las de uma só vez. Para cada tecido, use a temperatura indicada no ferro de passar; 

• Na lavadora de roupas, lave o máximo de roupas de uma só vez, economizando energia e água; 

• Instale sua geladeira em local ventilado, longe da parede ou móveis e de fontes de calor como fogões ou estufas; 

• Abra a porta da geladeira só quando precisar. Coloque ou retire os alimentos de uma só vez. Verifique regularmente as borrachas de vedação da porta;

• Em dias quentes, coloque seu chuveiro na posição verão. Na posição inverno o consumo de energia é 30 % maior; 

• Apagues as lâmpadas e desligue a TV quando ninguém estiver no local. 

Incêndios e Queimadas: 

• Evite jogar cigarros ou fósforos acesos às margens das rodovias, especialmente de carros em movimento; 

• Balões podem provocar acidentes aeronáuticos, incêndios florestais e são um perigo para refinarias e indústrias químicas. Soltar balão é crime. Lei 9.605.98; 

• Evite acender fogueiras; 

• Evite qualquer tipo de queimada; 

• Quando a queimada for necessária para fins agrícolas (cana e algodão, regulamentadas por lei), avise seus vizinhos e a Polícia Ambiental, com dois dias de antecedência; 

• Não faça queimadas próximo à rede elétrica; 

• Nunca faça queimadas em dias quentes, secos ou com ventos fortes; 

• Informe onde houver fumaça, para o fogo ser combatido; 

• Se avistar fumaça suspeita ou em caso de incêndio, avise imediatamente o Corpo de Bombeiros, pelo telefone 193.

Fonte de Pequisa: Sabesp/Eletropaulo/Sedec/ Cedec/Secretaria do Meio Ambiente (Operação Mata Fogo) Lembre-se: o chuveiro elétrico e geladeira são os responsáveis por 60% do consumo de energia de uma casa

 

Este artigo foi enviado pela Prefeitura de Hortolandia

Continue Lendo

Populares