Na manhã desta quinta-feira (29/10), 440 famílias receberam as chaves de seus apartamentos, no Residencial Europa II. A cerimônia de entrega das unidades habitacionais contou com a presença do prefeito Antonio Meira e da ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci. A presidente Dilma Rousseff participou, ao vivo, por teleconferência. Em Hortolândia, o empreendimento é uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria de Habitação, o governo federal (Programa Minha Casa, Minha Vida) e o governo estadual (Programa Casa Paulista).

A cerimônia contou também com a presença do secretário adjunto do Estado de São Paulo, Nelson Baeta; do gerente regional da Caixa Econômica Federal, Mário Tonon; da vice-prefeita e secretária de Governo de Hortolândia, Renata Belufe; do secretário de Habitação, Marcelo Zanibon; do deputado estadual e ex-prefeito de Hortolândia, Ângelo Perugini; demais secretários municipais e vereadores.

Cerca de 800 pessoas acompanharam o evento, que aconteceu simultaneamente em mais 5 cidades do País. Além de Hortolândia, foram entregues moradias em Nova Odessa, Sorocaba e Bragança Paulista, no estado de São Paulo; além de Canoas, no Rio Grande do Sul e Paranoá, no Distrito Federal. Os presentes puderam acompanhar a transmissão por meio de dois telões de led.

Antes da cerimônia de entrega das chaves, o prefeito Meira, a ministra Eleonora e outras autoridades visitaram o apartamento da futura moradora do condomínio Itália, Neidja Araújo. Na unidade, puderam conferir as instalações e conversar com a beneficiária, mãe de 5 filhos.

A ministra Eleonora Menicucci, em discurso, exaltou a estrutura dos apartamentos e o papel do governo federal no auxílio da conquista da casa própria a quem precisa: “Me emocionei com a qualidade das unidades. São muito limpas e estruturadas. A conquista do direito básico à moradia e a entrega do maior número possível de unidades habitacionais são as metas do nosso governo. Que esta chave, entregue hoje, traga felicidade, esperança e realizações para todos”, defendeu.

A presidente da República, Dilma Rousseff, em pronunciamento ao vivo de Brasília, por meio de teleconferência, afirmou que “segurança, carinho, família e vida são necessidades básicas de todo cidadão e serão sempre garantidas pelo meu governo”. “Hoje, estamos comemorando a entrega de moradias dignas para as famílias. É um dia festivo”, disse a presidente.

O Residencial Europa II possui dois condomínios, com 11 blocos cada. Com 48 m² de área útil, se localiza na Estrada Municipal Sabina Baptista de Carmargo, nº 3.001. Todas as moradias foram destinadas às famílias com renda mensal de até R$1.600. Os beneficiados terão 120 meses para quitação do imóvel.  A menor prestação é de R$25/mês e a maior de R$80/mês.

As unidades possuem dois dormitórios, sala, cozinha, banheiro, área de serviço, piso cerâmico em todos os cômodos, azulejos nas paredes da cozinha e do banheiro, medição individualizada de água e acessibilidade. Externamente, os condomínios contam com estacionamento, área de lazer, playground, quadra poliesportiva e portaria com guarita.

Após o evento, vinte mesas foram dispostas para entregar aos beneficiados a chave, o termo de entrega e o cronograma de mudança. Entre 9 e 21 de novembro, as famílias se mudarão em dias e horários pré-definidos.

 

Sonho da casa própria

Cícera Xavier, moradora do Parque do Horto, é cadeirante. No sorteio dos blocos, andares e apartamentos, que aconteceu no começo deste mês, teve prioridade na escolha. Em função de sua deficiência, vai morar em uma unidade no térreo, com dois filhos. “Agora vai sobrar dinheiro no orçamento para comprar um carro, o que ajuda muito na minha locomoção”, disse.

Edgar da Silva tem 24 anos e é tatuador. É beneficiário do Programa e vai morar sozinho em um apartamento no condomínio França. “Esta é a minha primeira conquista rumo à estabilidade financeira. Estou muito feliz”, afirmou.

Rosolina da Mata é aposentada. No apartamento novo, vai morar com o neto. “Essa mudança é uma felicidade e um alívio sem fim, pois moro em uma área de risco e a preocupação era constante”, disse.

Cleunice Batista é cozinheira. Junto com o marido e o filho pequeno, comemora a casa própria: “Pago aluguel há mais de 5 anos. Ter a minha casa é meu maior presente”.

Artigo anteriorPrefeitura quer agilizar ampliação da rede fibra óptica em Hortolândia
Próximo artigoAdiada para quarta-feira (04/11) abertura da 1ª Mostra Literária