Connect with us

Campinas

Campinas registra novo descarte irregular de carnes

Publicado

em

Em menos de uma semana, um novo descarte irregular de alimentos de origem animal foi registrado em via pública, na Avenida Anton von Zuben, no Jardim do Lago II, em Campinas(SP), com as mesmas características da ocorrência da última sexta-feira, dia 7 de agosto, só que em menor quantidade. A apreensão de hoje foi de cerca de 800 quilos.

A Vigilância Sanitária esteve no local na manhã desta sexta-feira, dia 14 de agosto, com o apoio da Guarda Municipal, e encontrou carne bovina, suína e aves, peças com osso, miúdos e outros derivados, como linguiças, salsichas e presunto, e também pescados. Alguns produtos estavam vencidos, mas também foram encontrados pacotes ainda dentro do prazo de validade.

O alimento desovado apresentavam um odor forte, alguns pedaços de carne e frango embalados, outros fora do pacote, além de ossos de animais e miúdos. Os pedaços de carne dentro dos pacotes continham etiquetas com peso e preço, prontos para revenda no varejo, mas sem identificação de estabelecimento. A procedência do alimento de origem animal será apurada pelas autoridades. Foi registrado um boletim de ocorrência.

O Departamento de Limpeza Urbana (DLU) foi acionado para retirar o material do local imediatamente para conter risco de saúde e também risco ambiental. Na sexta-feira da semana passada, O DLU recolheu quase cinco toneladas de carne descartadas irregularmente.

A denúncia do descarte de hoje foi feita por uma pessoa que trabalha na região. A suspeita é que o produto foi desovado no local na noite de ontem, quinta-feira, dia 13 de agosto.

O descarte irregular contamina o meio ambiente e pode servir como atração de vetores, animais peçonhentos, ou seja, oferecendo riscos à saúde pública. Tal prática é considerada crime, conforme artigo 54 da Lei Federal 9.605/1998, cuja pena é de reclusão, de um a quatro anos, e multa, além de infração sanitária, conforme o Código Sanitário do Estado de São Paulo e outras legislações estaduais e municipais.

A forma correta de dar destinação final para uma grande quantidade de produtos de origem animal, como é caso, é por meio de uma empresa especializada contratada por pessoa ou estabelecimento que precisa fazer o descarte.

Denúncias sobre este descarte irregular ou qualquer outro tipo de desova de material em local inapropriado podem ser feitas por meio do telefone 156.

Campinas

Terminal Metropolitano da EMTU em Campinas terá ações de conscientização na Semana Nacional do Trânsito

Publicado

em

Uma van itinerante vai levar ao Terminal Prefeito Magalhães Teixeira especialistas para orientar passageiros e motoristas com palestra e vídeos educativos

Na próxima quinta e sexta-feira (23 e 24) a EMTU, em parceria com o Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT), levará ao Terminal Prefeito Magalhães Teixeira dois eventos em apoio à Semana Nacional do Trânsito. O objetivo é conscientizar motoristas e a população em geral sobre os riscos de acidentes em meio ao tráfego pesado das cidades.

Ao lado de uma van itinerante que é a marca do programa, especialistas vão orientar motoristas e a população em geral em grupos de 10 pessoas por vez, respeitando o distanciamento necessário e com o uso obrigatório de máscaras. Haverá também palestras e apresentação de vídeos educativos, além da distribuição de brindes.

O programa do SEST SENAT, em conjunto com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), realiza mobilizações socioeducativas itinerantes, conscientizando motoristas sobre riscos de acidentes, como o uso indevido do celular ao volante, com o objetivo de disseminar informações essenciais em busca de um trânsito mais seguro.

SEST SENAT – O Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte, criados em 14 de setembro de 1993 pela Lei Nº 8.706, são instituições voltadas para a valorização dos transportadores autônomos e trabalhadores do setor de transporte.

EMTU – Vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) é controlada pelo Governo de São Paulo. Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba / Litoral Norte. Juntas, as áreas somam 134 municípios.

Serviço

Semana Nacional do Trânsito em Campinas

Data: 23 e 24/09

Local: Terminal Metropolitano Prefeito Magalhães Teixeira

Horário: 8h às 12h

Endereço: Av. Lix da Cunha, 101 – Vila Industrial, Campinas – SP

Continue Lendo

Campinas

30 GMs de Campinas agora podem multar

Publicado

em

Integrando as ações programadas para a 21ª Semana Municipal do Trânsito (Semutran) 2021, foi realizada na tarde desta terça-feira, dia 21 de setembro, a cerimônia de formatura de 30 guardas municipais que irão atuar na fiscalização do trânsito. O evento aconteceu na Academia da Guarda Municipal, na Lagoa do Taquaral. 

Participaram da cerimônia o presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Ayrton Camargo e Silva; representando a Secretaria de Segurança Pública, Silvio Marcio Lavorato; o subcomandante da GM, Jaderson Gama; o diretor da Academia da GM, Vanderlei Trabuco; o gerente da Divisão de Fiscalização e Operação da Emdec, Claudionir Thomas de Sá; e os instrutores do curso. 

O presidente da Emdec, Ayrton Camargo e Silva, destacou a importância do trabalho conjunto. “Trabalhar em equipe sempre é mais rico. Essa foi uma grande oportunidade, dentro da Administração municipal, de trabalhar com outras secretarias, com o objetivo de cumprir nosso papel de servir aos munícipes e defender vidas no trânsito.” 

Silvio Lavorato destacou a importância do curso para as atividades de Segurança Pública. “É mais uma ferramenta de capacitação para o desenvolvimento das atividades fins, em benefício da população.” 

O subcomandante da GM, Jaderson Gama, agradeceu a parceria, “que possibilitou trazer o conhecimento para a Guarda Municipal, na fiscalização de trânsito. É mais uma ferramenta de trabalho”. 

Capacitação 

O curso de formação teve duração de dois meses, com carga horária de 200 horas. A capacitação envolveu atividades de fiscalização e autuação de trânsito relacionadas à circulação, parada e estacionamento. O curso é resultado de um convênio entre a Secretaria de Transportes (Setransp), a Emdec e a Secretaria de Segurança Pública; e está em conformidade com a Portaria Nº 94, de 31/05/2017, de Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). 

Está é a primeira turma da GM que foi capacitada para atuar na fiscalização de trânsito, em 2021. Até o final do ano, estão previstas mais duas turmas. A abertura do curso para a formação da próxima turma de GMs será na segunda-feira, dia 27 de setembro. 

Semutran 2021 

A 21ª Semana Municipal do Trânsito começou nesta terça-feira, 21 de setembro. A programação segue até o dia 1º de outubro. Estão previstos 14 eventos, entre virtuais e presenciais. 

A programação e mais informações podem ser conferidas no endereço eletrônico www.emdec.com.br/semutran2021.

Continue Lendo

Campinas

Rede Mário Gatti terá cota em concurso e processo seletivo para negros

Publicado

em

Resolução publicada no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 21 de julho, regulamenta a reserva de 20% dos cargos, empregos ou funções ofertados em concursos públicos e em processos seletivos da Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar para negros e afrodescendentes.

A resolução tem validade até 10 de dezembro de 2029, término do prazo de vigência da lei complementar de 2019, que definiu as regras de reserva para concursos da Administração Direta.

A publicação estabelece que a reserva de 20% dos cargos será aplicada sempre que o número de vagas oferecidas for igual ou superior a três. Conforme a resolução, poderão concorrer às vagas aqueles que se autodeclararem negros ou pardos, no ato da inscrição no concurso público, conforme a definição de cor ou raça utilizada pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A resolução estabelece que os candidatos classificados, que tiverem se autodeclarado negros serão avaliados pessoalmente e por fenótipo por uma comissão de servidores públicos composta por três pessoas, sendo ao menos uma delas negra ou parda.

O candidato cujo enquadramento na condição de negro for indeferido poderá interpor recurso, em prazo e forma a serem definidos pela Comissão. Comprovando-se falsa a declaração, o candidato será eliminado do concurso ou processo seletivo e, se houver sido nomeado, ficará sujeito à anulação da sua nomeação, após procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o contraditório e a ampla defesa, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.

O sistema de cotas foi estabelecido em lei municipal de dezembro de 2019, válida para as contratações da administração direta. Criada em 2018, a Rede Mário Gatti não realizou concursos. A regulamentação, publicada na edição desta quarta-feira, prepara a Rede as contratações que serão realizados no próximo ano.

Continue Lendo

Populares