Humoristas trazem textos irreverentes e escracham, de forma divertida, o próprio cotidiano ou a sociedade como um todo no Teatro Oficina do Estudante Iguatemi.  Não por acaso fazem sucesso, tanto no palco quanto na internet. O Teatro está seguindo, rigorosamente, todas as normas de segurança sanitária e funcionando com ocupação de 40% da capacidade da sua plateia em respeito ao distanciamento social.

As comédias stand-ups estão de volta todos os finais de semana no Teatro Oficina do Estudante Iguatemi Campinas. Afonso Padilha apresenta seu “Show Solo” todas as sextas-feiras do mês (dias 9,16, 23 e 30 de julho), às 20h, Diogo Almeida ocupará o palco nos sábados 10 e 17 de julho, também às 20h, e Emerson Ceará chega com o “Sem Freio” no domingo, dia 11, às 19h.

Para o espetáculo de Afonso Padilha os ingressos custam R$ 80,00 (inteira) e R$ 40,00 (meia-entrada). Para o show de Diogo Almeida os valores são R$ 70,00 (inteira) e R$ 35,00 (meia-entrada). E, para a apresentação de Emerson Ceará, as entradas podem ser adquiridas por R$ 60,00 (inteira); R$ 30,00 (meia). As vendas são feitas na bilheterias do Teatro Oficina do Estudante, que funciona no 3° piso do Shopping Iguatemi Campinas, e no site www.ingressodigital.com. Informações pelo telefone (19) 3294-3166.

Afonso Padilha é ator, humorista e roteirista. Ele tem três especiais de comédia no seu canal do YouTube e na Netflix. Em seu quarto espetáculo, que batizou de “Show Solo”, ele fala sobre estigma social, usando histórias pessoais para ilustrar o quanto, não importa o dinheiro que ganhe, continuará sendo pobre. A classificação estaria é de 16 anos.

Diogo Almeida, em “Vida de Professor II – Segunda Chamada”, retrata o cotidiano dos professores e profissionais da área da Educação e suas particularidades. Nesse show, o humorista relata cinco histórias do cotidiano escolar, conta as peripécias que fazia quando ainda estudava, relata a relação com a sua mãe professora e, ainda, a relação com seus colegas de profissão. As histórias pedagógicas são contadas no palco de forma descontraída. A classificação etária é para 12 anos.

Já Emerson Ceará é considerado um grande contador de histórias. Em seu mais recente show, “Sem Freio”, o comediante segue com o seu estilo escrachado e direto, misturando a tradição dos grandes comediantes do Nordeste com a modernidade da comédia stand up da atualidade. No palco, ele reúne de tudo um pouco, diz coisas que o povo não fala no dia a dia, sem freios. Daí, o nome do show. A classificação estaria é de 16 anos.

Ceará é um comediante do sertão que descobriu e desenvolveu o seu talento para fazer rir com causos e histórias a partir de um ponto de vista particular sobre os fatos da vida cotidiana. É, hoje, um dos principais nomes do humor nacional, com apresentações nos programas The Noite, com Danilo Gentili, Domingão do Faustão, Prêmio Multishow de Humor, Treme Treme, República do Stand Up e Programa do Ratinho. Já tem dois especiais de comédia lançados na plataforma YouTube. O primeiro, intitulado “Oxi foi é”, conta com dois milhões de visualizações e, “A Esmo”, de 2018, computa 1.978.570 mil views.  

Serviço

Teatro Oficina do Estudante Iguatemi Campinas

Local: 3º Piso do Shopping Iguatemi Campinas (Av. Iguatemi, 777, Vila Brandina), em Campinas.

Vendas: Bilheterias do Teatro e no site www.ingressodigital.com.

Informações pelo telefone (19) 3294-3166

Programação Julho

Data: dias 9,16, 23 e 30 de julho, sexta-feira.  

Horário: 20h

Show solo, com Afonso Padilha

Valores: R$ 80 (inteira); R$ 40 (meia-entrada).

Classificação: 16 anos

Datas: 10 e 17 de julho (sábados)

Horário: 20h

“Vida de Professor II – Segunda chamada” – Diogo Almeida

Valores: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia)

Classificação: 12 anos

Data: dia 11 de julho, domingo.  

Horário: 19h.

Sem freio, com Emerson Ceará 

Valores: R$ 60 (inteira); R$ 30 (meia-entrada).

Indicação: 16 anos.

Data: 18 de julho, domingo.  

Horário: 14h30. 

Pinóquio

Apresentação gratuita

Classificação: livre

Data: 18 de julho, domingo.  

Horário: 17h

Branca de Neve e os 7 anões

Apresentação gratuita

Classificação: livre

Data: 24 de julho, sábado.  

Horário: 20h. 

Em pé na rede

Valores: R$ 60 (inteira); R$ 30 (meia-entrada) R$45,00 (antecipado)

Classificação etária: 14 anos

Data: 25 de julho, domingo.  

Horário: 19h. 

Eu poderia ter ficado quieto, com Dihh Lopes

Valores: R$ 80 (inteira); R$ 40 (meia-entrada).

Classificação etária: 16 anos

Data: 31 de julho, sábado  

Horário: às 20h.

Vocês pedem, eu conto, com Matheus Ceará

Valores: R$ 60 (inteira); R$ 30 (meia-entrada).

Classificação etária: 16 anos

Artigo anteriorCasos de dengue em São Paulo este ano são o triplo do total de 2020
Próximo artigoProjeto do Executivo concede escritura definitiva de assentamentos rurais do Estado de São Paulo