Fala-se que tanto o Manchester City quanto o Manchester United estavam brigando ferozmente pela contratação de Fred, no verão de 2018. O Manchester Evening News reportou que o técnico do City, Pep Guardiola tinha decidido que Fred seria o sucessor ideal de Fernandinho no meio de campo dos campeões da Premier League.

E todos sabemos o que aconteceu. Fred assinou com United treinado por José Mourinho na época, para desempenhar um papel de apoio à estrela do time Paul Pogba. Mas as coisas não funcionaram como planejado para o brasileiro em Old Trafford. Fred demorou pra se achar no ambiente intenso e de alta pressão da Premier League, fazendo apenas 17 jogos na liga na última temporada com o United passando dificuldades com Mourinho e seu substituto Ole Gunnar Solskjaer.

Mas Fred tem se mostrado um jogador renascido no United e, apesar de a equipe ainda estar lutando para obter consistência em vários momentos durante a campanha, a boa forma de Fred tem sido um dos pontos altos para Solskjaer e o time nesta temporada, fazendo que sejam favoritos mais frequentemente nos palpites futebol para hoje.

De várias formas, a ausência de Pogba contundido fez com que Fred pudesse jogar com mais liberdade, sem a inibição de jogar ao lado de um jogador tão importante e livre para se expressar no ataque. A ofensividade do estilo de Fred nesta temporada foi o fator mais impressionante, demonstrando que ele é muito mais do que um meio-campista defensivo tradicional. Ele tem habilidades e repertório para passar pelos marcadores e a imprevisibilidade para assustar os defensores.

É essa capacidade de ser diferente e de fazer as coisas acontecerem que o United talvez não tenha tido nas últimas temporadas. Por mais que se esperasse que Pogba aumentasse a criatividade dos Red Devils, as contusões fizeram com que ele fosse um jogador de pouco tempo em campo nas últimas campanhas. Parece haver uma tendência de forçar o francês na equipe sempre que ele está em forma, e isso tem sufocado indiscutivelmente o desenvolvimento de jogadores como Fred ou Scott McTominay, que floresceram na ausência de Pogba.

A carreira internacional de Fred ainda está para decolar, mas isso pode mudar se a sua boa forma continuar usando as cores do Manchester United. Com a aproximação rápida da Copa América de 2020, o chegou a hora de jogadores como Fred causarem uma boa impressão junto ao técnico brasileiro Tite.

A sua atuação na recente vitória da Premier League de 2-0 sobre os rivais do Manchester City aumentará suas chances. Foi outra atuação em que Fred parecia cobrir cada ponto do gramado, caçando os adversários para recuperar a posse de bola e dar início aos ataques do United com corridas serpenteando pelo adversário, causando estragos com seus sedosos dribles.

Tais atuações tornaram-se comuns para Fred nesta temporada, bem distante das partidas tímidas e introvertidas que definiram sua primeira temporada no clube. Ele parece estar mais confortável em campo, mais acostumado com a intensidade da Premier League e, como resultado, está florescendo. Por mais que esta tenha sido uma temporada decepcionante até agora para o United, a melhora de Fred tem sido um grande destaque.