13 de junho de 2024
Outros

A longa viagem do EXPLORER NO. 1 BYD da China ao Brasil

EXPLORER

A segunda viagem do navio EXPLORER NO.1 BYD teve como destino o Brasil e levou 27 dias para percorrer a distância entre a China até o Porto de Suape, em Pernambuco. Nesse vídeo https://youtu.be/lonHnd_eYqY é possível acompanhar um pouco da operação.

“Nós acreditamos que é possível manter a sustentabilidade e a tecnologia em todas as nossas soluções de mobilidade verde e estamos cada vez mais comprometidos em contribuir para fortalecer a logística internacional ecológica e inteligente. E o Brasil é, sem dúvidas, uma de nossas maiores apostas, em todos os sentidos”, diz Tyler Li, presidente da BYD do Brasil.

Entregue em janeiro no porto de Yantai, na província de Shandong, na China, o EXPLORER NO.1 BYD, navio oficial da marca, atraca pela primeira vez no continente americano trazendo carros elétricos e híbridos para o Brasil.

A embarcação conta com 23 tripulantes, sendo a maioria deles da Bulgária, e tem capacidade para transportar até sete mil veículos, mede 199,9 metros de comprimento e possui a mais moderna tecnologia de navegação.

Com a maior movimentação de carros da história do Porto do Suape de uma única vez, o navio trouxe 5.459 veículos para abastecer o mercado nacional, visando atender a alta demanda dos brasileiros pelos carros elétricos e híbridos da BYD.

“O Brasil hoje é o maior mercado para a BYD fora da Ásia. Por isso, a construção da nossa fábrica em Camaçari está em ritmo acelerado. No fim deste ano, começaremos a montar os carros na Bahia e a partir do ano que vem, a BYD vai produzir os carros mais eficientes e tecnológicos em solo nacional. O país, que tem uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo, tem todo potencial para se tornar um exemplo de eletrificação da frota e o nosso crescimento nas vendas mostra que o brasileiro está cada dia mais preocupado com uma mobilidade verde e sustentável”, finaliza Alexandre Baldy, conselheiro especial da BYD.

fonte alpha autos

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98