Connect with us

Sumare

5 regiões de Sumaré passará por racionamento de água

Publicado

em

Intervenção vai durar 15 dias, período em que o abastecimento ocorrerá de forma escalonada nas regiões de Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão e Picerno

Na segunda-feira, dia 09, inicia mais uma etapa da obra de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Água II, em Sumaré. A intervenção tem previsão de duração de 15 dias, de 09 a 23 de agosto, período em que o abastecimento de água ocorrerá de forma escalonada para cinco regiões da cidade: Nova Veneza, Maria Antônia, Picerno, Área Cura e Matão.

Realizada pela BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto do município, com o objetivo de ampliar a capacidade de tratamento de água, a intervenção faz parte da 4ª e última fase das obras de ampliação e modernização da estação, que tiveram início em 2018. As obras apresentam avanço de 88% e a previsão é que sejam totalmente concluídas até dezembro deste ano. Com investimento de R$ 18 milhões por parte da concessionária, 190 mil moradores, o que equivale a 70% da cidade, serão diretamente beneficiados pela ampliação e modernização da estação, que fica no Parque Itália.  

A 4ª fase das obras tem avanço de 30% e consiste na modernização dos sistemas de dosagem de produtos químicos de toda a estação, além da recuperação e melhorias das estruturas civis e a reforma das tubulações externas, bem como do sistema de drenagem de águas pluviais e esgotamento sanitário interno da estação.

Essa fase teve início em março e conta com dezessete frentes de trabalhos. A partir da próxima segunda-feira, dia 09 de agosto, a concessionária inicia a execução de uma dessas frentes que é a reforma de floculadores e decantadores que contará com as seguintes atividades: limpeza dos floculadores e decantadores; recuperação e impermeabilização da estrutura de concreto; instalação de comportas e válvulas e montagem dos novos equipamentos de decantação e floculação.
Durante a execução dessa frente, que está prevista para ser concluída em 15 dias, o tratamento de água na estação precisará ser interrompido. Diante disso, o abastecimento nas regiões do Matão, Área Cura, Nova Veneza, Maria Antônia e Picerno funcionará de forma escalonada.

“Como trabalharemos em uma das etapas do tratamento de água é necessário reduzir a vazão total tratada na estação, para que seja possível executar a obra. Por isso, fizemos uma escala para garantir, em dias alternados, o abastecimento dos bairros dessas regiões. Mas, é de extrema importância que os moradores façam o uso racional da água nesse período”, explica Rafaella Lange, gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré. 

Os moradores podem acessar a escala neste link que contém as informações sobre os bairros afetados em cada dia. O abastecimento, durante esse período, ocorrerá sempre das 6h às 19h; sendo que, após esse horário ele será interrompido para que sejam feitas manobras no sistema para abastecer os bairros que terão água no dia seguinte a partir das 6h. 

Ao acessar a escala, o morador deve seguir o seguinte passo a passo: 
1º) Localizar sua região e seu bairro na listagem
2º) Conferir o nome do reservatório que abastece seu bairro (está no título da listagem) 
3º) Consultar as informações sobre esse reservatório na escala de abastecimento. É nesta escala que você saberá os dias que seu bairro será abastecido.

A BRK Ambiental reforça que a obra é de extrema importância para aumentar a disponibilidade de água para 70% dos moradores. A empresa pede a compreensão da população de Sumaré e orienta para que economizem água durante o período das obras. Em caso de dúvidas, os clientes podem acessar o site www.brkambiental.com.br/sumare ou entrar em contato por meio do telefone 0800 771 0001.

Fases 1, 2 e 3 
A concessionária já concluiu a fase 1, que contou com ampliações e melhorias no canal de entrada de água bruta, em parte dos filtros e com a interligação dos reservatórios; e a fase 2, que envolveu os serviços no restante dos filtros e nos decantadores do sistema de lodo.
Em março deste ano, a concessionária também concluiu a terceira fase da obra, que consistiu na implantação de um sistema de geração e dosagem de hipoclorito e na execução das novas instalações elétricas e de automação.

Toda as instalações elétricas da ETA II foram substituídas por novas, mais modernas e de maior potência, o que proporcionará maior segurança e melhor performance operacional. “Além disso, a estação passou a contar com um sistema de automação dos equipamentos, que trará um ganho em eficiência e confiabilidade na operação”, explica Rafaella.

Com essas etapas já realizadas, foi possível ampliar a capacidade de tratamento da ETA II de 600 l/s para 750 l/s.  “O objetivo é garantir o abastecimento regular de água à população e permitir o crescimento sustentável do município. Teremos mais oferta de água tratada e de qualidade disponível para a população”, destaca a gerente. 

Sumare

ESTIAGEM | Estação de Tratamento de Água I de Sumaré tem novo sistema aplicado ao processo de desinfecção

Publicado

em

Tecnologia faz parte do plano de contingência adotado pela BRK Ambiental para enfrentamento da atual estiagem. Novo sistema contribui para manutenção da qualidade da água nos meses mais secos.

A aplicação do cloro durante o processo de tratamento da água é uma das contínuas medidas adotadas pela BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Sumaré, para garantir a potabilidade da água distribuída à população. Além de ser uma exigência do Ministério da Saúde, órgão responsável por regulamentar este tema, a medida foi recentemente aprimorada com a modernização do sistema de desinfecção aplicado na ETA I, estação de tratamento de água na Vila Menuzzo,

A concessionária colocou em operação um sistema de geração de dióxido de cloro, produto químico que apresenta elevado potencial de desinfecção. O novo sistema moderniza a estrutura da unidade de tratamento de água da cidade e coloca em prática mais uma das ações previstas no plano de contingência para enfrentamento da estiagem adotado no município.

“Com a redução dos níveis dos mananciais nestes meses mais secos, pode ocorrer alteração na qualidade da água bruta, o que pode impactar no processo de tratamento de água. Por isso a importância de termos esse novo sistema que auxilia na garantia da qualidade da água”, informa Rafaella Lange, gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré.  

A gerente explica ainda que o produto é dosado na entrada da água na ETA e tem sido utilizado nos casos em que a qualidade da água bruta varia. Ele é um pré-oxidante, apresenta oxidação de ferro e manganês e é bastante efetivo no controle de compostos fenólicos, causadores de gosto e odor da água. Serve como uma barreira contra microrganismos e outros componentes encontrados na água bruta”, informa a gerente. 

Qualidade da água de Sumaré 
A água distribuída em Sumaré passa por um rigoroso processo de tratamento antes de ser direcionada à população. Todos os parâmetros de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde são atendidos e o trabalho da concessionária é regularmente fiscalizado pela Agência Reguladora (ARES-PCJ) e pela Vigilância Sanitária do município. 

Para monitorar todo o percurso da água, desde a captação no rio e represas até às ligações nos imóveis, a BRK Ambiental realiza mais de 25 mil análises mensais, em média, no município; o dobro da quantidade prevista pela legislação. E a população pode acompanhar esse monitoramento em relatórios mensais que são disponibilizados no site da concessionária – www.brkambiental.com.br/sumare. 

Informações sobre a qualidade da água recebida nos imóveis também podem ser obtidas por meio do Laboratório Móvel, uma unidade de atendimento itinerante que realiza análises da água diretamente nos imóveis dos clientes. O serviço é gratuito e pode ser acionado pelo 0800-7710001.

Continue Lendo

Sumare

Obra pode afetar fornecimento de água em diversos bairros em Sumaré

Publicado

em

Intervenção vai durar 15 dias, período em que o abastecimento ocorrerá de forma escalonada nas regiões de Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão, Picerno e Central

Na segunda-feira, dia 13, inicia mais uma etapa da obra de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Água II, em Sumaré. A intervenção tem um cronograma de trabalho de 15 dias, de 13 a 27 de setembro, período em que o abastecimento de água ocorrerá de forma escalonada para seis regiões da cidade: Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão, Picerno e Central. 

Realizada pela BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto do município, com o objetivo de ampliar a capacidade de tratamento de água, a intervenção faz parte da 4ª e última fase das obras de ampliação e modernização da estação, que tiveram início em 2018. No total, as obras apresentam avanço de 89% e a previsão é que sejam concluídas até dezembro deste ano. Com investimento de R$ 18 milhões por parte da concessionária, 190 mil moradores, o que equivale a 70% da cidade, serão diretamente beneficiados pela ampliação e modernização da estação, que fica no Parque Itália.  

A 4ª fase das obras tem avanço de 37% e consiste na modernização dos sistemas de dosagem de produtos químicos de toda a estação, além da recuperação e melhorias das estruturas civis e a reforma das tubulações externas, bem como do sistema de drenagem de águas pluviais e de esgotamento sanitário interno da estação.

Essa fase teve início em março e conta com dezessete frentes de trabalhos. A partir da próxima segunda-feira, dia 13 de setembro, a concessionária inicia a execução de uma dessas frentes que contará com as seguintes atividades: limpeza dos floculadores e decantadores; recuperação e impermeabilização da estrutura de concreto; e tratamento estrutural.

Durante a execução dessa frente, que está prevista para ser concluída em 15 dias, o tratamento de água na estação precisará ter sua vazão reduzida. Diante disso, o abastecimento nas regiões do Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão, Picerno e Central funcionará de forma escalonada.

“Assim como fizemos na fase anterior, executada em agosto, trabalharemos em uma das etapas do tratamento de água. Por isso, é necessário reduzir a vazão total tratada na estação, para que seja possível executar a obra. Diante disso, fizemos uma escala para garantir, em dias alternados, o abastecimento dos bairros dessas regiões. Mas, é de extrema importância que os moradores façam o uso racional da água nesse período”, explica Rafaella Lange, gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré. 

Vale destacar que, diferente do que ocorreu na fase da obra realizada em agosto, em que cinco regiões foram impactadas, nesta parada são seis as regiões que farão parte do escalonamento do abastecimento. “Devido as elevadas temperaturas que tem feito no município, a concessionária tem registrado um aumento no consumo de água. Com isso, ao reduzirmos a vazão do sistema II, responsável por abastecer 70% da cidade, podemos ter impacto também no sistema I, que abastece os outros 30%. Para evitarmos oscilações emergenciais na região central, optamos por incluir a área no sistema de escalonamento e garantir, deste modo, a plena recuperação dos dois sistemas”, complementa a gerente. 

Os moradores podem acessar a escala neste link que contém as informações sobre os bairros afetados em cada dia. O abastecimento, durante esse período, ocorrerá sempre das 6h às 19h; sendo que, após esse horário ele será interrompido para que sejam feitas manobras no sistema para abastecer os bairros que terão água no dia seguinte a partir das 6h. 

Ao acessar a escala, o morador deve seguir o seguinte passo a passo: 
1º) Localizar sua região, o nome do reservatório e seu bairro na listagem.

2º) Consultar as informações sobre esse reservatório na escala de abastecimento. É nesta escala que você saberá os dias que seu bairro será abastecido.

A BRK Ambiental reforça que a obra é de extrema importância para aumentar a disponibilidade de água para 70% dos moradores. A empresa pede a compreensão da população de Sumaré e orienta para que economizem água durante o período das obras. Em caso de dúvidas, os clientes podem acessar o site www.brkambiental.com.br/sumare ou entrar em contato por meio do telefone 0800 771 0001.

Uma outra frente de trabalho que impacta o abastecimento à população está prevista para ocorrer no mês de novembro. A intervenção terá duração inferior a essa e a população será comunicada com antecedência.

Fases 1, 2 e 3 
A concessionária já concluiu a fase 1, que contou com ampliações e melhorias no canal de entrada de água bruta, em parte dos filtros e com a interligação dos reservatórios; e a fase 2, que envolveu os serviços no restante dos filtros e nos decantadores do sistema de manto de lodo.

Em março deste ano, a concessionária também concluiu a terceira fase da obra, que consistiu na implantação de um sistema de geração e dosagem de hipoclorito e na execução das novas instalações elétricas e de automação.

Toda as instalações elétricas da ETA II foram substituídas por novas, mais modernas e de maior potência, o que proporcionará maior segurança e melhor performance operacional. “Além disso, a estação passou a contar com um sistema de automação dos equipamentos, que trará um ganho em eficiência e confiabilidade na operação”, explica Rafaella.

Com essas etapas já realizadas, foi possível ampliar a capacidade de tratamento da ETA II de 600 l/s para 750 l/s.  “O objetivo é garantir o abastecimento regular de água à população e permitir o crescimento sustentável do município. Teremos mais oferta de água tratada e de qualidade disponível para a população”, destaca a gerente.

Continue Lendo

Sumare

Nova etapa da obra de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Água II, em Sumaré, inicia na segunda (13)

Publicado

em

BRK Ambiental

menuAcessoBusca

Sumaré Escolher outra cidade

Buscar

NotíciasVoltar

Nova etapa da obra de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Água II, em Sumaré, inicia na segunda (13)

09 de Setembro de 2021

Intervenção vai durar 15 dias, período em que o abastecimento ocorrerá de forma escalonada nas regiões de Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão, Picerno e Central

Na segunda-feira, dia 13, inicia mais uma etapa da obra de ampliação e modernização da Estação de Tratamento de Água II, em Sumaré. A intervenção tem um cronograma de trabalho de 15 dias, de 13 a 27 de setembro, período em que o abastecimento de água ocorrerá de forma escalonada para seis regiões da cidade: Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão, Picerno e Central. 

Realizada pela BRK Ambiental, empresa responsável pelos serviços de água e esgoto do município, com o objetivo de ampliar a capacidade de tratamento de água, a intervenção faz parte da 4ª e última fase das obras de ampliação e modernização da estação, que tiveram início em 2018. No total, as obras apresentam avanço de 89% e a previsão é que sejam concluídas até dezembro deste ano. Com investimento de R$ 18 milhões por parte da concessionária, 190 mil moradores, o que equivale a 70% da cidade, serão diretamente beneficiados pela ampliação e modernização da estação, que fica no Parque Itália.  

A 4ª fase das obras tem avanço de 37% e consiste na modernização dos sistemas de dosagem de produtos químicos de toda a estação, além da recuperação e melhorias das estruturas civis e a reforma das tubulações externas, bem como do sistema de drenagem de águas pluviais e de esgotamento sanitário interno da estação.

Essa fase teve início em março e conta com dezessete frentes de trabalhos. A partir da próxima segunda-feira, dia 13 de setembro, a concessionária inicia a execução de uma dessas frentes que contará com as seguintes atividades: limpeza dos floculadores e decantadores; recuperação e impermeabilização da estrutura de concreto; e tratamento estrutural.

Durante a execução dessa frente, que está prevista para ser concluída em 15 dias, o tratamento de água na estação precisará ter sua vazão reduzida. Diante disso, o abastecimento nas regiões do Nova Veneza, Maria Antônia, Área Cura, Matão, Picerno e Central funcionará de forma escalonada.

“Assim como fizemos na fase anterior, executada em agosto, trabalharemos em uma das etapas do tratamento de água. Por isso, é necessário reduzir a vazão total tratada na estação, para que seja possível executar a obra. Diante disso, fizemos uma escala para garantir, em dias alternados, o abastecimento dos bairros dessas regiões. Mas, é de extrema importância que os moradores façam o uso racional da água nesse período”, explica Rafaella Lange, gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré. 

Vale destacar que, diferente do que ocorreu na fase da obra realizada em agosto, em que cinco regiões foram impactadas, nesta parada são seis as regiões que farão parte do escalonamento do abastecimento. “Devido as elevadas temperaturas que tem feito no município, a concessionária tem registrado um aumento no consumo de água. Com isso, ao reduzirmos a vazão do sistema II, responsável por abastecer 70% da cidade, podemos ter impacto também no sistema I, que abastece os outros 30%. Para evitarmos oscilações emergenciais na região central, optamos por incluir a área no sistema de escalonamento e garantir, deste modo, a plena recuperação dos dois sistemas”, complementa a gerente. 

Os moradores podem acessar a escala neste link que contém as informações sobre os bairros afetados em cada dia. O abastecimento, durante esse período, ocorrerá sempre das 6h às 19h; sendo que, após esse horário ele será interrompido para que sejam feitas manobras no sistema para abastecer os bairros que terão água no dia seguinte a partir das 6h. 

Ao acessar a escala, o morador deve seguir o seguinte passo a passo: 
1º) Localizar sua região, o nome do reservatório e seu bairro na listagem.

2º) Consultar as informações sobre esse reservatório na escala de abastecimento. É nesta escala que você saberá os dias que seu bairro será abastecido.

A BRK Ambiental reforça que a obra é de extrema importância para aumentar a disponibilidade de água para 70% dos moradores. A empresa pede a compreensão da população de Sumaré e orienta para que economizem água durante o período das obras. Em caso de dúvidas, os clientes podem acessar o site www.brkambiental.com.br/sumare ou entrar em contato por meio do telefone 0800 771 0001.

Uma outra frente de trabalho que impacta o abastecimento à população está prevista para ocorrer no mês de novembro. A intervenção terá duração inferior a essa e a população será comunicada com antecedência.

Fases 1, 2 e 3 
A concessionária já concluiu a fase 1, que contou com ampliações e melhorias no canal de entrada de água bruta, em parte dos filtros e com a interligação dos reservatórios; e a fase 2, que envolveu os serviços no restante dos filtros e nos decantadores do sistema de manto de lodo.

Em março deste ano, a concessionária também concluiu a terceira fase da obra, que consistiu na implantação de um sistema de geração e dosagem de hipoclorito e na execução das novas instalações elétricas e de automação.

Toda as instalações elétricas da ETA II foram substituídas por novas, mais modernas e de maior potência, o que proporcionará maior segurança e melhor performance operacional. “Além disso, a estação passou a contar com um sistema de automação dos equipamentos, que trará um ganho em eficiência e confiabilidade na operação”, explica Rafaella.

Com essas etapas já realizadas, foi possível ampliar a capacidade de tratamento da ETA II de 600 l/s para 750 l/s.  “O objetivo é garantir o abastecimento regular de água à população e permitir o crescimento sustentável do município. Teremos mais oferta de água tratada e de qualidade disponível para a população”, destaca a gerente.

Continue Lendo

Populares