16 de junho de 2024
Sumare

ESTIAGEM | Estação de Tratamento de Água I de Sumaré tem novo sistema aplicado ao processo de desinfecção

brk

Tecnologia faz parte do plano de contingência adotado pela BRK Ambiental para enfrentamento da atual estiagem. Novo sistema contribui para manutenção da qualidade da água nos meses mais secos.

A aplicação do cloro durante o processo de tratamento da água é uma das contínuas medidas adotadas pela BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Sumaré, para garantir a potabilidade da água distribuída à população. Além de ser uma exigência do Ministério da Saúde, órgão responsável por regulamentar este tema, a medida foi recentemente aprimorada com a modernização do sistema de desinfecção aplicado na ETA I, estação de tratamento de água na Vila Menuzzo,

A concessionária colocou em operação um sistema de geração de dióxido de cloro, produto químico que apresenta elevado potencial de desinfecção. O novo sistema moderniza a estrutura da unidade de tratamento de água da cidade e coloca em prática mais uma das ações previstas no plano de contingência para enfrentamento da estiagem adotado no município.

“Com a redução dos níveis dos mananciais nestes meses mais secos, pode ocorrer alteração na qualidade da água bruta, o que pode impactar no processo de tratamento de água. Por isso a importância de termos esse novo sistema que auxilia na garantia da qualidade da água”, informa Rafaella Lange, gerente de operações da BRK Ambiental em Sumaré.  

A gerente explica ainda que o produto é dosado na entrada da água na ETA e tem sido utilizado nos casos em que a qualidade da água bruta varia. Ele é um pré-oxidante, apresenta oxidação de ferro e manganês e é bastante efetivo no controle de compostos fenólicos, causadores de gosto e odor da água. Serve como uma barreira contra microrganismos e outros componentes encontrados na água bruta”, informa a gerente. 

Qualidade da água de Sumaré 
A água distribuída em Sumaré passa por um rigoroso processo de tratamento antes de ser direcionada à população. Todos os parâmetros de potabilidade estabelecidos pelo Ministério da Saúde são atendidos e o trabalho da concessionária é regularmente fiscalizado pela Agência Reguladora (ARES-PCJ) e pela Vigilância Sanitária do município. 

Para monitorar todo o percurso da água, desde a captação no rio e represas até às ligações nos imóveis, a BRK Ambiental realiza mais de 25 mil análises mensais, em média, no município; o dobro da quantidade prevista pela legislação. E a população pode acompanhar esse monitoramento em relatórios mensais que são disponibilizados no site da concessionária – www.brkambiental.com.br/sumare. 

Informações sobre a qualidade da água recebida nos imóveis também podem ser obtidas por meio do Laboratório Móvel, uma unidade de atendimento itinerante que realiza análises da água diretamente nos imóveis dos clientes. O serviço é gratuito e pode ser acionado pelo 0800-7710001.

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98