Connect with us

São Paulo

Reajuste na tarifa de energia para clientes da CPFL Paulista

Portal Hortolândia

Publicado

em

Banner

 A CPFL Paulista, distribuidora do Grupo CPFL Energia que atende 234 municípios do interior de São Paulo, informa que a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou, nesta quinta-feira 22 de abril, o reajuste tarifário anual (RTA) a ser aplicado aos clientes da empresa. A tarifa terá um aumento médio de 8,64% para os clientes do grupo B, conectados na baixa tensão (residências, indústrias e comércios de pequeno porte) e um aumento médio de 9,60%  para os consumidores ligados à alta tensão (indústrias e comércios de grande porte). O reajuste passa a valer a partir do dia 22 de abril. 

Para o cálculo das tarifas, a Aneel considera a atualização de custos com a compra de energia dos geradores, com sistema de transmissão e com a distribuição da energia elétrica, assim como com os encargos setoriais, conforme regras estabelecidas para o todas as empresas do setor. 

A alta da tarifa foi gerada por 4 fatores principais. O primeiro foi o aumento do custo de compra de energia das usinas geradoras, que possui uma parte de seu custo associado ao dólar, que por sua vez sofreu forte elevação entre 2020 e 2021. O segundo fator foi a incorporação de novas instalações de transmissão de energia, que são as grandes linhas que trazem energia das usinas até a região da CPFL Paulista, agregando mais robustez ao sistema elétrico. Em terceiro, tivemos a inclusão da primeira parcela do encargo da CDE (Conta de Desenvolvimento Energético) Covid. Por fim, há impactos decorrentes da alta do IGP-M, índice de inflação utilizado para atualização da Parcela B, conforme contrato de concessão.

Esses fatores de elevação foram compensados por alguns elementos que mitigaram o reajuste tarifário final. Tivemos a reversão total do aporte recebido da conta-covid em 2020  , além da antecipação da redução de custos de transmissão e de compra de energia da Usina de Itaipu a serem incorridas pela CPFL Paulista nos próximos 12 meses. Adicionalmente, a própria CPFL Paulista propôs à ANEEL a devolução antecipada das receitas de ultrapassagem de demanda e de excedentes de reativos, bem como postergação de parte do efeito médio tarifário até o processo tarifário de 2022, procurando dessa forma minimizar o reajuste para seus consumidores nesse atual momento desafiador da pandemia COVID-19. 

Uma comparação dos últimos dez anos mostra que a tarifa de energia residencial da CPFL Paulista teve reajustes abaixo da inflação acumulada no período. A tarifa residencial variou cerca de 32% abaixo da variação do IGP-M (Índice Geral de Preço – Mercado) no mesmo período, mesmo considerando o reajuste aprovado hoje.  

Condições de Pagamento e parcelamento: 

Para contribuir com seus clientes, a CPFL Paulista disponibiliza  diversas formas de pagamento, como:  pagamento pelo PIX (www.cpfl.com.br/pix), pagamento via auxílio emergencial e via cartão de crédito.

Os clientes que estiverem com uma ou mais contas em atraso podem pagar e parcelar o débito em aberto em até doze vezes nos cartões de crédito Mastercard e Visa e no boleto. Essa condição é exclusiva para pagamentos via canais digitais e é válida para um valor entre R$ 150 a R$ 18 mil. Acesse www.cpfl.com.br/parcelar. 

Dicas para Economizar Energia: 

Geladeiras

1. Instalar a geladeira em local bem ventilado, desencostada de paredes ou móveis, longe de raios solares e fontes de calor, como fogões e estufas;

2. Nunca utilizar a parte traseira da geladeira para secar panos, roupas ou tênis;

3. Nunca colocar alimentos quentes na geladeira;

4. Não forrar as prateleiras da geladeira;

5. Não deixar a porta da geladeira aberta por muito tempo e não se esquecer de manter as borrachas de vedação da porta em bom estado.

Ar-condicionado

6. Quando o uso do ar condicionado for inevitável, o ideal é utilizá-lo da melhor maneira possível, evitando a utilização por longos períodos e com temperaturas muito baixas;

8. Priorize a compra de aparelhos de ar-condicionado com a tecnologia inverter, cujos motores são mais eficientes e econômicos;

9. Manter os filtros do ar limpos também é uma ótima iniciativa de economia, já que assim o motor não se esforçará mais que o ideal;

10. Sempre mantenha os ambientes bem arejados. Abrir cortinas e janelas ajuda na ventilação e reduz a necessidade de ar-condicionado e ventiladores.

Chuveiros elétricos

11. Nos dias quentes, colocar o chuveiro na posição “verão” (o consumo será cerca de 30% menor);

12. Limpar periodicamente os orifícios de saída de água do chuveiro;

13. Tomar banhos mais rápidos e desligar a torneira ao se ensaboar;

14. Nunca reaproveitar uma resistência queimada;

15. Uma boa opção também são os aquecedores solares para água, que, cada vez mais, possuem preços atrativos e demandam baixa manutenção.​

São Paulo

Cesta básica do paulistano

Portal Hortolândia

Publicado

em

Banner

Levantamento mensal feito pelo Núcleo de Inteligência e Pesquisas do Procon-SP em convênio com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) revela alta de 1,66% no valor da cesta básica do paulistano (capital). O preço médio que em 31 de março era R$ 1.013,66 passou para R$ 1.030,47 em 30 de abril.

A pesquisa realizada regularmente pelo Procon-SP e Dieese aponta ainda que de abril do ano passado – quando o preço da cesta era de R$ 862,87 – para abril desse ano o aumento foi de 19,42%.

Em abril deste ano, o grupo Higiene Pessoal foi o que apresentou maior variação, 3,83%. Alimentação registrou alta de 1,52% e de Limpeza 0,89%. A variação no ano foi de 2,24% (base: dezembro/2020).

Os produtos que mais subiram foram

Carne de Primeira (kg) 8,92%

Absorvente Aderente (com 10 unidades) 5,67%

Papel Higiênico Fino Branco (com 4 unidades) 5,26%

Limpador Multiuso (500 ml) 4,55%

Creme Dental (tubo 90g) 3,00%

E as maiores quedas foram:

Batata (kg) -6,46%

Presunto Fatiado (Kg) -4,90%

Biscoito Água e Sal (pacote 200g) -4,69%

Café em Pó (500g) -4,20%

Linguiça Fresca (kg) -3,30%

Dos 39 produtos pesquisados, na variação mensal, 23 apresentaram alta, 14 diminuíram de preço e 02 permaneceram estáveis.

Veja a pesquisa completa aqui

Continue Lendo

São Paulo

Procon-SP notifica Peixe Urbano

Portal Hortolândia

Publicado

em

Banner

Na ultima sexta-feira (7/5), Procon-SP notificou o Peixe Urbano para obter informações sobre o responsável pela empresa de serviços digitais, tais como telefone, endereço comercial e eletrônico, além de proposta para atendimento das queixas registradas por consumidores.

A solicitação se dá em razão da dificuldade de interlocução com o fornecedor, que não tem retornado às demandas de consumidores que reclamam no Procon-SP.

Caso a empresa não envie a resposta – dentro do prazo de 48 horas – a conduta poderá ser encaminhada para a equipe de fiscalização que irá adotar providências; e o Peixe Urbano poderá ser inserido na lista “Evite Esses Sites” do Procon-SP.

Continue Lendo

São Paulo

Fase de transição é estendida por 2 semanas e horário das 6h às 21h para comércios

Portal Hortolândia

Publicado

em

Banner

Nesta sexta-feira (7), Doria confirmou uma nova prorrogação da fase de transição do Plano São Paulo para todo o estado por mais duas semanas, até o próximo dia 23.

O estado continua registrando redução gradual de indicadores de casos, internações e mortes por COVID-19. Isso permitiu a extensão de mais uma hora no expediente de atendimento presencial, das 6h às 21h, e com limitação de 30% de capacidade em comércios e serviços não essenciais.

“É uma medida positiva e que vem no esteio de resultados que, gradualmente, estamos conquistando com a ajuda das pessoas que estão observando as orientações do Plano São Paulo, do Governo do Estado, e, principalmente, do Centro de Contingência, dos médicos e profissionais da ciência que nos assessoram”, afirmou o Governador.

“Temos que agir com responsabilidade e cautela, realizando uma abertura gradual e segura da nossa economia para evitar qualquer novo pico da pandemia em São Paulo”, acrescentou Doria.

O horário estendido das 6h às 21h vale a partir deste sábado (8) para estabelecimentos comerciais, galerias e shoppings. O mesmo expediente poderá ser seguido por serviços como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus.

A fase de transição mantém liberadas as celebrações individuais e coletivas em igrejas, templos e espaços religiosos, desde que seguidos rigorosamente todos os protocolos de higiene e distanciamento social. Parques estaduais e municipais também poderão ficar abertos, mas com horário das 6h às 18h.

Para evitar aglomerações, a capacidade máxima de ocupação nos estabelecimentos liberados prossegue limitada, mas com ligeiro acréscimo de 25% para 30%.

O toque de recolher continua nas 645 cidades do estado, agora das 21h às 5h, assim como a recomendação de teletrabalho para atividades administrativas não essenciais e escalonamento de horários para entrada e saída de trabalhadores do comércio, serviços e indústrias.

“É muito importante mostrar que o esforço de todos tem valido a pena. Nós conseguimos ter uma redução de internações, casos e óbitos. Mantivemos essa desaceleração, o que nos dá o conforto por um lado, mas também a responsabilidade pelo patamar ainda elevado e manter essa gestão segura da pandemia”, afirmou a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen.

Nesta sexta, a taxa de ocupação de UTIs por pacientes graves com COVID-19 está em 78,3% no estado e em 76,3% na Grande São Paulo. O total de internados em UTIs era de 10.060 em todo o estado, com outros 11.260 pacientes em vagas de enfermaria.

O resumo com as medidas anunciadas pelo Governo de São Paulo está disponível na página https://issuu.com/governosp/docs/apresenta__o_plano_sp__1__0ece10c5fe388c.

Continue Lendo

Noticias

Youtube

 

PONTE DA ESPERANÇA

Populares