Policial

Técnica de enfermagem sofre ofensas racistas devido a demora em atendimento

sirene policia

Na tarde deste domingo (25), a técnica de enfermagem de 38 anos, estava trabalhando quando recebeu ofensas de caráter racista, devido à demora no atendimento na unidade de saúde no bairro Jardim Paulistinha, em Hortolândia.

A vítima relata que estava atendendo quatro pacientes, quando o ofensor um pedreiro de 44 anos, começou a agredi-la verbalmente com frases pejorativas e racistas como “negra encardida”, e ainda ameaçou-a dizendo que iria pega-lá.

Autoridades da Guarda Municipal levaram ambos à delegacia para esclarecimento dos fatos. O homem que esperava pelo atendimento da sua mãe na unidade, negou as acusações feitas pela vítima, mas disse que se exaltou com a demora no atendimento, e que devido ao calor pode ter proferido frases que não a agradou, e pediu desculpas a vítima.

A vítima afirmou que, por ora, só irá apresentar os fatos as autoridades policiais, mas foi orientada ao período de seis meses para oferecimento de representação criminal.

Por: Thayna Gemin

Para mais notícias, eventos e empregos, siga-nos no Google News (clique aqui) e fique informado

Lei Proibida a reprodução total ou parcial, sem autorização previa do Portal Hortolandia . Lei nº 9610/98